terça-feira, 23 de julho de 2013

Usei e Amei: Demaquilante Sephora (Triple Action Cleansing Water)


Ganhei este demaquilante da minha prima Márcia, e me apaixonei na hora.
A começar pela quantidade, 400 ml, quase meio litro. Dura horrores! Claro que a durabilidade também vai depender do quanto a pessoa utiliza. Eu particularmente tenho usado pouca maquiagem.
Pode ser usado em peles sensíveis, e inclusive para tirar maquiagem da área dos olhos.
Eu detesto aqueles demaquilantes bifásicos, usados para tirar maquiagem à prova d´água, e esse é uma água poderosa, que não deixa meus olhos embaçados e nem o meu rosto oleoso.
Vale a pena!!!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Porque a sua pele coça?


A sua pele não foi feita para coçar, embora algumas pessoas sofram cronicamente com este problema, chegando a ter até o sono comprometido, e consequentemente, sua qualidade de vida.
 O ato de produzir coçadura constantemente promove o espessamento da pele (liquenificação), devido a fricção. Pode também ocasionar infecções secundárias, se houver fissura na pele, e pior, pode gerar um ciclo vicioso, ou seja, o ato de se coçar provoca mais coceira.

O prurido pode acontecer por causas dermatológicas (e quando "enxergamos" a lesão, fica mais fácil descobrir a causa), ou doenças sistêmicas (é aí que o bicho pega). Também existe o prurido psicológico (esse então é o terror dos dermatologistas), e o causado por distúrbios do sistema nervoso central ou periférico. Isso tudo sem falar no prurido em que a medicina não consegue descobrir a causa.

Portanto, o troço é complexo. Quando uma pessoa chega com esse sintoma, o médico já sabe que vai ser uma consulta "daquelas". Porque qualquer coisa no mundo pode estar causando aquilo. Eu fiz um mini-fellow em imunologia em Georgetown University, e nunca me esqueço de um paciente que tinha um prurido crônico nas costas e parte posterior das coxas. Depois de muito pesquisar (o mistério levou uns seis meses para ser desvendado), descobriu-se que o pigmento da cadeira onde o paciente trabalhava era o causador da coceira maldita.

De posse dessa informação, fica fácil perceber porque a anamnese do paciente precisa ser tão detalhada. O médico vai lhe perguntar o tempo de duração do sintoma, os horários em que aparece, as partes do corpo acometidas, fatores desencadeantes, sua história familiar e social, sua história de doenças prévias e remédios e vitaminas que estão sendo utilizados no momento, se existem outros sintomas concomitantes, fatores que aliviam o quadro, estado psicológico do paciente, ...



Uma das causas mais comuns e fáceis de se tratar de prurido, é aquele causado pela pele seca, bastante comum em idosos (é o chamado "prurido senil") e pessoas com dermatite atópica (ou CHAtópica, como eu carinhosamente gosto de chamar). O tratamento nesse caso é hidratar diária e exaustivamente, com hidratantes potentes.
Outras causas de prurido generalizado incluem o gravídico, o da icterícia obstrutiva (causada pela impregnação cutânea de pigmentos biliares), prurido diabético, linfomas, leucemias, insuficiência renal, uso de determinados medicamentos e vitaminas, HIV e doenças da tireóide.
Já as causas cutâneas são várias, já que muitas doenças da pele cursam com esse sintoma. As mais comuns são as dermatites (atópica, seborreica, eczemas de contato, etc), as micoses, urticárias, escabiose, picadas de insetos, psoríase, etc (a lista é vasta, acredite).
Importante é procurar o seu médico e descobrir a causa, pois você merece viver sem coceira, ou pelo menos com o sintoma controlado. 
Não se aborreça se a causa não for determinada na primeira consulta, esse diagnóstico é difícil, e podemos levar meses para resolver o mistério. Lembre-se do paciente de Georgetown. importante é confiar no médico, e não ficar mudando a cada consulta, pois alguns casos exigem mesmo uma investigação mais complexa. 


sábado, 20 de julho de 2013

O que você faria? - post polêmico


Hoje vou te convidar a dar a sua opinião sobre um tema polêmico. Fique à vontade para responder como anônimo, se for o caso. Eu não vou te julgar pela sua opinião, até porque, este é um daqueles casos onde não existe a fórmula perfeita. Todo mundo está certo, todo mundo está errado.
Bom, vamos lá.
Quem é leitor antigo, lembra que minha avó faleceu em 2010. Foi tudo muito rápido, entre o diagnóstico e a morte dela. Até hoje eu não acredito como isso pode ter acontecido com ela, mas a questão não é essa.
O caso é o seguinte. Quando finalmente foi feito o diagnóstico, a sentença era de morte, e morte rápida. Coisa de três meses, se tivesse muita, mas muita "sorte".
Daí o dilema: "contar ou não contar para ela, eis a questão".

Se pensarmos em termos éticos, no direito do paciente, essa questão nem existiria. Afinal, toda pessoa tem a obrigação de saber a verdade sobre sua condição física. Até pra poder preparar um testamento, resolver pendências afetivas, realizar um último desejo, se despedir das pessoas que ama...

De posse desse pensamento, eu fui super a favor de contar a real situação para a minha avó. Estava totalmente contra meus pais e meu avô, que insistiam em mantê-la na ignorância sobre esse assunto. Como ela teve alguns episódios de AVC durante as inúmeras internações, pode-se dizer que o nível de consciência dela também não estava nenhuma Brastemp, de maneira que ela também não estava em condições de fazer muitas perguntas. Mas eventualmente ela melhorava um pouquinho e dava para se ter breves conversas.

Eu quase briguei com minha mãe por conta disso. Eu dizia:
" Ela tem o direito de saber"
" E se ela quiser nos revelar algum segredo?"
" E se ela quiser pedir alguma coisa?"
" Como vou poder me despedir dela, dizer que foi a melhor avó do mundo?"
" E a ética médica?"
Etc. Etc. Etc.

A irmã da minha avó, que por acaso era a minha tia preferida, também faleceu de câncer (preciso me cuidar, minha genética é péssima). Mas no caso dela, foi câncer de mama, e ela levou quase seis anos para falecer. E nós conversávamos sobre isso. Sobre os medos dela. Sobre como eu sentiria a falta dela. Sobre como eu não gostaria que ela me fizesse nenhuma aparição espiritual, caso esse negócio de espírito realmente exista (nós combinamos de conversar através de sonhos, juro!). Eu colava meus retratos no soro dela (imaginem a cena). Enfim, nós duas nos preparamos para o momento final, e nós duas estávamos em paz.

Contei isso tudo para os meus pais e meu avô, mas não teve jeito. Eles não queriam contar e me proibiram de contar também.

Um dia, eu fui conversar sozinha com o meu pai, o sábio. E o que ele me falou, varreu por terra tudo o que eu pensava, e por isso eu escrevi esse post hoje e quero te perguntar o que você faria. Te pergunto isso como médica e como amiga.

Meu pai me disse:
" Lu, digamos que você conte. O que você acha que isso faria de bom por ela? Isso iria acrescentar alguma coisa boa na vida dela? Ou você não acha que ela poderia se sentir no corredor da morte, presa na situação, com a morte se aproximando sem que possa fazer nada a respeito?"

Juro que parei pra pensar. Uma situação era a da minha tia, que teve um câncer de mama, foi operada, tinha esperanças reais de cura. Outra situação foi a da minha avó, que ao ser diagnosticada, já não estava assim tão lúcida, com um câncer de fígado inoperável, já metastizado para o corpo todo.

E daí comecei a pensar em outra questão crucial. E se fosse comigo? Eu ia querer saber? 
E você? Gostaria de saber? O que você faria se fosse seu parente?

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Festinha do Gabriel (animação)

A festa quase não aconteceu, tudo anda tão caro!!! Mas foi chegando a data do aniversário, e morri de pena de não comemorar o segundo aninho do Gabriel.
Decidi fazer um café da manhã, bem simples, só para os amiguinhos do condomínio. Que são 21. Sem contar com os avós, tios e primos. E só.
Nesse ponto, decidi investir somente na animação, já que o foco eram as crianças. 
Contratamos o "Panos Pra Manga", muito bom, que eu conheci numa festa de um dos amiguinhos. Eles são ótimos! Super educados, animados, promovem diversão e música de verdade tocada com violão, um sonho de consumo!!!!
Não fazem um mero trabalho de animação infantil. Trabalham com criatividade, todas as brincadeiras são planejadas pedagogicamente. Usam materiais diversos como tintas, potes, madeiras, cubos, espaguetes, panos (óbvio...daí o nome deles...), instrumentos...
Fizeram brincadeiras dentro do salão de festas e depois tiveram a brilhante idéia de levar a galerinha para brincar ao ar livre.
Pontualidade nota 1.000.
Algumas fotos:











Esse foi o primeiro post de uma série de outros que dão todos os contatos de profissionais contratados para a festa do Gabriel. Achei melhor fazer vários posts para não cansa-los com um post gigante.
A animação foi o ponto de partida para todo o resto da festa.
Depois de pagarmos a animação, cheguei a conclusão de que organizar sozinha um café da manhã para 21 crianças + seus pais + nossa família, seria muito exaustivo.
Daí, resolvi contratar um buffet, tema para o próximo post....

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Dicas de passeios em Buenos Aires

Hoje não vou falar de compras, embora Buenos seja um ótimo local para torrar o seu rico dinheirinho. Na minha última viagem, o foco foi passear, descansar e curtir essa cidade tão charmosa.
Um dos lugares que muitos brasileiros não conhecem é o Jardim Japonês. Eu sabia que existia, mas nunca havia me interessado. Grande burrice a minha. O lugar é lindo, parece um sonho.


Durante o passeio, vi uma noiva tirando fotos lá. Escolha certeira, pois o visual é de tirar o fôlego! Também é um lugar legal para levar crianças. Tem muitos caminhos onde eles podem explorar. Fiquei triste por não estar com o Gabriel.


Essa ponte vermelha é um dos locais mais disputados para tirar fotos, e aqui a criatividade "dos fotografados" voa longe. Chega a fazer fila!!! 


Pegar esse solzinho no frio de Buenos Aires, faz com que eu me sinta na Europa....
Outro lugar bem gostosinho de se passear (mas esse está precisando de um pouco de manutenção), é o zoológico de Buenos Aires. Existem dois zoos lá. Um é mais afastado, e eu com certeza vou levar o Gabriel lá um dia, pois as pessoas entram na jaula com os animais para tirar fotos, alimenta-los, e etc. Até com o leão, você tira foto!!! Só não sei se o animal fica dopado, ou entorpecido de alguma forma. 
Se alguem aqui souber como eles "amansam" os animais, me avise. Se fizerem maldade com os bichinhos, desisto do passeio.
O outro zoo, fica pertinho do Jardim Japonês, dá pra ir à pé.


Como vocês podem ver, o outro zoo também é grande, tem muito espaço para os pequeninos correrem.


Tem lugares onde as crianças podem desenvolver atividades artísticas, além de contar com um carrossel lindo, parecido com aqueles de filmes. novamente senti saudades do gordinho.


Nesse zoo, não podemos entrar nas jaulas, mas existe muita interação com os animais. Alguns andam soltos,  e algumas jaulas permitem que o visitante alimente os animais (através das grades). Mas você precisa comprar a comida no local.


Outro lugar que me dá muito prazer de passear, é o cemitério de Buenos Aires. Juro!! Sempre gostei de cemitérios, mas esse é muito especial. Não só porque a Evita está "enterrada" lá (os caixões ficam em prateleiras, expostos, e não enterrados), mas porque existem obras de arte em praticamente todas as "tumbalacatumbas".


E quando ele está bem deserto, dá um medinho de andar por lá... É fácil de se perder, eu mesma já me perdi algumas vezes.


O túmulo desta moça é o meu preferido. Eu tenho um interesse mórbido em anotar o nome dos falecidos, e quando chego no Brasil, eu pesquiso sobre a vida das pessoas (sim, sou a louca do cemitério). Existem visitas guiadas que contam a história dos falecidos mais interessantes, mas essa moça sempre me intrigou.

Ela morreu em sua lua de mel na suíça, houve uma avalanche. A roupa da estátua é uma réplica do seu vestido de casamento, e o cachorro era dela. Sempre tem uma rosa em sua mão, dizem que um homem misterioso vai quase todos os dias no cemitério e coloca a rosa lá.

Sobre o caixão dela, existia um sari que ela comprou na índia, uma de suas viagens preferidas. Quando você se espreme do lado da porta que dá para onde o caixão está guardado, dá pra ver que tem uma cortiça na parede com algumas fotos. Eu nunca consegui ver uma foto real dela, mas morro de curiosidade...

terça-feira, 9 de julho de 2013

Um hidratante facial para quem odeia hidratante facial!

Quando se trata de hidratante facial, as pessoas se dividem em dois grupos, basicamente.
Tem o grupo que ama esse produto, e alguns até abusam dele, a ponto de causar acne (principalmente se a pele for oleosa, e a escolha acontecer sobre um produto que não seja ideal para esse tipo de pele).
E tem um povo que odeia hidratar a face! Essas pessoas se sentem incomodadas, lambrescadas, o rosto brilha, a pele sensível arde, os cabelos da barba não deixam a substância penetrar direito, enfim... a lista do muro das lamentações é grande!
Para esses pacientes, a única solução que costuma agradar a todos, é o hidratante da Skinceuticals, o Hydrating B5.
Ele é quase uma água, de tão fininho. Ideal para áreas pilosas (barba), e peles oleosas.
Ele não arde. Ideal para peles sensíveis e após procedimentos.
Ele rende. Uma gota se espalha pelo rosto todo.
Ele tem cara de remédio. E isso gera credibilidade. Os homens não ficam com vergonha de compra-lo.
Ele não tem cheiro. Coisa boa para os "enjoados de plantão". E melhor ainda para os alérgicos.
Ele tem ativos poderosos. E isso basta, não é verdade?
O único defeito:
ELE É CARO. Mas o preço não é muito discrepante em relação ao exterior, o que não acontece com outras marcas importadas. Ele é caro no Brasil E LÁ FORA também. Mas vale cada centavo.
Recentemente, fiz um peeling, e ele foi o meu companheiro salvador, daí eu ter escrito este post sobre um produto que não é um lançamento.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Dicas de Viagem


Comprei um livro tão genial!!! Chama-se "O Guia do Viajante Inteligente". São 400 dicas reunidas sobre a arte de viajar. Como julho é mês de férias, achei que poderia ajudar muitas pessoas com algumas dicas que separei do livro.

1) Se viajar com outra pessoa, coloque metade de suas roupas e objetos pessoais na mala do seu companheiro. Desse modo, se alguma mala se extraviar, ambos terão o que vestir.

2) Corte  quadradinhos de sacos plásticos de supermercado e coloque-os sob a tampa de frascos de líquidos. Isso vai evitar vazamentos inesperados na sua mala.

3) As companias aéreas pedem uma lista detalhada de tudo o que existe dentro da sua mala, caso seja necessário te reembolsar por extravio. Mas na hora de lembrar o que havia dentro, é complicado. Seja prático, fotografe tudo antes de fechar as malas e torça para não precisar usar essas fotos...

4) Colocar chaveiros no zíper da mala, ajudam na hora de abri-la e no reconhecimento da esteira de bagagens.

5) Compre vários sacos Ziploc e guarde neles meias, lenços, bijuterias, etc. Quando chegar ao seu destino, faça um furo em cada, e pendure nos cabides. Dessa forma, as coisas ficam organizadas, não embolam.

6) Para evitar que seus botões se descosturem durante a viagem, coloque um pinguinho de cola sobre as costuras. Isso evita o rompimento.

7) Leve sacos que se fecham a vácuo e ao longo da viagem, coloque roupa suja dentro deles. Quando você fecha-los, o milagre da multiplicação do espaço acontecerá.

8) Coloque uma cópia do seu itinerário da viagem (contendo endereço de hotel, etc), dentro da sua mala. Assim, caso ela se perca (isola!), será mais fácil a empresa te encontrar para devolve-la.

9) Sabe aqueles formulários de imigração chatíssimos, que precisamos preencher? Para evitar de ficar se levantando da poltrona para apanha-lo, anote tudo (número do passaporte, validade, do hotel, e etc) no seu MARCADOR DE LIVROS. E leve sempre o mesmo marcador. escreva a lápis para poder mudar os endereços dos hotéis.

10) Certifique-se de que seu passaporte tenha páginas em branco em número suficiente. Tem que ter no mínimo duas. 

11) Em viagens de carro com crianças, pendurar uma sapateira na janela traseira, ajuda a organizar livrinhos, carrinhos, DVDs, etc.

12) Se o lugar para onde está indo não inspira confiança, coloque um tapete de borracha grosso na base da porta, do lado de dentro, quando estiver no quarto. Será muito difícil alguém abri-la estando do lado de fora.

13) Se resolver fazer câmbio fora do horário comercial, saiba que mu itos lugares oferecem uma taxa mais alta. Troque o mínimo necessário e volte no dia seguinte. Aos domingos isso também acontece. Eu vivi isso na última viagem a Buenos Aires.

14) Se tiver alergia, e for para algum país de língua diferente, pesquise no Google Translator como se escreve essas palavras. Quando você precisar delas, pode não conseguir se comunicar (em restaurantes, SPAs, etc).

15) Em lugares lotados, dê um apito para seus filhos (prenda numa fita). Se vocês se perderem, ajuda muito.

Gostaram das dicas????
Essa semana, posto mais!!!

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Eu e meu aplicativo emagrecedor!


Como foi dito ontem, eu me larguei no meio de tanta confusão. E quando a pessoa não malha, ela come muito mais besteiras, já repararam? Pelo menos comigo é assim. Quando eu me acabo na academia, penso mil vezes antes de detonar um bolo de chocolate (inteiro).
E, se querem saber, não adianta esperar a vida entrar nos eixos para se exercitar. Simplesmente porque ela não vai entrar nos eixos nunca. Nós sempre teremos surpresas na nossa rotina. Um filho que fica doente, um emprego que se perde, uma empregada que não se tem, um carro que se bate...

Parei para analisar a minha vida, e percebi que com um pouquinho mais de organização (e de ajuda do marido), daria para todos na família perderem um pesinho. Sim, porque meu marido também deu uma bela engordada e também precisa emagrecer.
Nós vamos nos revezar para ficar com o Gabriel enquanto cada um malha, e esse esquema inclui os finais de semana, pois só quem trabalha sabe o quanto esses dois dias a mais de academia fazem uma enorme diferença.

No meio desse processo de rever a vida, avaliar escolhas e etc, descobri um aplicativo muito legal chamado MY FITNESS PAL. O mais legal é que ele é gratuito, pode ser usado em português, e pode ser usado também pela internet, e não só pelo celular. O site dele é esse AQUI.
O que esse aplicativo faz?

Você preenche um cadastro com todos os seus dados. Peso, altura, estilo de vida, quanto peso deseja perder, quantas vezes na semana faz atividade física...
De posse desses dados, ele calcula quantas calorias você deve consumir por dia para chegar ao seu objetivo.
Daí, todos os dias (e essa é a parte chata), você anota nele tudo o que você comer e todas as atividades físicas que realizar. Tudinho mesmo. Até aquele bombonzinho aparentemente inocente que você devora no meio da tarde.
Cada vez que comer qualquer coisa, você vai perceber que sua cota diária de calorias vai diminuindo. E pior, vai ver que ela diminui mais rápido que a sua conta bancária. E no meio disso tudo, vai ficar horrorizada em chegar a conclusão de que as mini ou mega besteirinhas que come durante o dia todo, são suficientes para fazer o ponteiro da balança não descer.
Ontem mesmo eu fui dormir com fome, porque já tinha consumido tudo o que podia.

Com isso, você aprende a fazer escolhas mais saudáveis, para não precisar passar fome durante o dia como eu. E percebe como os exercícios físicos são importantes.
No final do dia, ele faz todos os cálculos e mostra a seguinte mensagem:

"Se todos os dias fossem como hoje, em cinco semanas você estaria pesando 65 Kg".

Isso é um baita incentivo, pois quem faz dieta quer ver resultados. Você come o pão que o diabo amassou e não sabe quando o ponteiro da balança vai despencar.
Espero que este aplicativo te ajude como tem me ajudado. Já perdi 1 Kg, faltam outros 6. Depois me contem se acharam legal.
Beijão!!!

terça-feira, 2 de julho de 2013

Obrigada pela paciência!!!

Queridas e queridos,
Sabe quando a vida dá um nó??
Pois é, a minha anda assim. Os últimos meses têm sido agradavelmente conturbados. Estou novamente sem ajuda em casa (a pessoa ótima que demorei pra arrumar precisou sair por doença na família), e agora Gabriel está na escola e precisa ter um braço que o apanhe quando chega da escola. E esse braço é o meu.

Ele fez dois anos, meu povo. E só agora eu fui entender a expressão "os terríveis dois anos". Meu bebê calmo e tranquilo, foi abduzido por um alienígena que não me deixa sentar no computador para escrever no blog, que sobe na mesa de jantar, que faz pirraça, aprendeu a gritar igual a um dinossauro, virou um devorador de Danoninho, e está tão meu amigo que todas essas coisas juntas não são capazes de me fazer perder a cabeça. Mesmo quando ele tenta escalar o assento do avião.



Pelo contrário. Estou exausta, de cabelo em pé, há três semanas sem fazer as unhas, mas com um sorriso bobo nos lábios, que teima em não sair do lugar.
Precisei reduzir um pouco o consultório para dar conta de tudo. 
Engordei muito, pois a ginástica também foi negligenciada (junto com a dieta). Sem contar a ansiedade, que me faz devorar muito chocolate.

Estou cheia de posts atrasados que pre-ci-so escrever!!! É uma necessidade psicológica mesmo, vocês me preenchem os dias com carinho e se eu não tenho conseguido escrever no blog (e ir ao cinema, ao salão de beleza, ler um livro, e etc), podem ter certeza de que me lembro diariamente de vocês.

Mas eu estou feliz no meio desse furacão. Me acostumei. Estou apaixonada pelo gordinho,e se o preço para ficar com ele nessa vida, é eu reduzir um pouco minha vida pessoal e profissional, que seja. Desde que eu possa me divertir com a carinha linda que ele faz. Desde que eu ganhe sorrisos de derreter o coração de qualquer mortal diariamente.



Preciso contar os detalhes da festa dele de dois anos. E dar os contatos!
Preciso dar mais dicas de Buenos Aires. Passeios e restaurantes!
Quero dividir um restaurante ótimo para se levar crianças em Recife.
Falar um pouco dos aplicativos do meu celular que não consigo viver sem (inclusive um que vai me ajudar a emagrecer).
Contar sobre um aparelho derretedor de gordura localizada que estamos quaaaaaase comprando (e que não congela a gordura de ninguém).
Etc, etc, etc...
"Eu tenho tanto... pra te falaaaaaaar..."
Mas pra isso acontecer, vou precisar da sua paciência ligada na velocidade 5 do créu! 
Beijos no coração!!!
Não me abandonem!

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Usei e Amei: Linha Dercos Nutrirreparadora


Em primeiro lugar, saudades! Quase um mês sem postar, pelos mesmos motivos de sempre (trabalho, filho, viagens, falta de internet, etc, etc, etc).
Esse produto nem é mais uma novidade, ó vida!
Demorei um pouco para falar dele, porque é uma coisa complexa. O objetivo é cuidar dos cabelos secos e danificados. Até aí, nenhuma novidade. Mas a Vichy conseguiu chegar a uma molécula, que se chama Filloxane, que é tão fina, que consegue penetrar em todas as camadas da cutícula capilar. E ela tem uma espécie de tropismo, que consegue rastrear os locais onde o cabelo esta danificado. Por fim, ela se deposita neste local, mal comparando, como se fosse um cimento em uma parede quebrada.
Legal, né?
Agora, um detalhe. existe dentro dessa linha o shampoo, a máscara, o condicionador e o sérum. Todos são ótimos, e tal, todos possuem "superativos" tais como cistina, prolina, arginina, ácido glutâmico, ômega 3, 6 e 9, mas SÓ o sérum possui o tal do Filloxane, a molécula inteligente.

E os detalhes não param por aí. Você, que é uma pessoa inteligente, deve ter chegado a mesma conclusão que eu.
" Legal, basta comprar o serum!"
Ledo engano. Em primeiro lugar, este serum é para ser usado durante o banho, e não após, como se fosse um leave-in.
Em segundo lugar, se o ser humano usar só o serum, o cabelo fica duro pra chuchu. Fica U-Ó.
Então como é que usa? Eu te explico. Mas primeiro, prepare o bolso, pois você vai ter que comprar no mínimo três produtinhos...


1) Lave o cabelo com o shampoo Dercos nutrirreparador, para abrir a cutícula do fio. Enxague.
2) Agora passe o serum, mecha por mecha, e não enxague. Aplique a máscara por cima do serum, e deixe agir por 5 minutos.
3) Agora sim, enxague tudo (serum + máscara).

Adorei o resultado, vale a pena!
Outro detalhe. O resultado dura várias lavagens. Quando usei pela primeira vez, fiquei tão empolgada, que no dia seguinte, repeti tudo novamente. Grande erro! O cabelo ficou pesado, oleoso, não gostei nada!
Por isso, use no máximo duas vezes na semana. Nos outros dias, pode usar o shampoo Dercos + Condiconador Dercos, sem problemas!

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???