quarta-feira, 17 de abril de 2013

Sim, eu ainda existo!

video

Oi, pessoal!
Quantas saudades!!!
Penso diariamente em vocês e no blog. Me sinto muito triste quando não tenho tempo ou inspiração para escrever. E nos últimos dias eu não tive nem uma coisa e nem outra, mas isso não necessariamente foi uma coisa ruim.

Eu explico. Desde que o Gabriel teve o pseudo-diagnóstico de espectro autista, muita coisa mudou aqui em casa. Quase tudo mudou. E, a cada profissional que nos avaliava, tudo mudava radicalmente novamente. Parece besteira, mas não é. Por exemplo. A terapeuta ocupacional me disse que eu tinha que tomar banho com o Gabriel. Entrar no chuveiro junto. Todos os dias. Pensem na logística disso, não é algo simples. Pensem na zona que fica o banheiro, na inundação do corredor e do quarto, quando se sai de um banho toda molhada, respingando, com uma criança no colo. Mesmo que a pessoa use um robe, ainda assim molha tudo.

Outra recomendação. Me disseram para tirar os brinquedos do Gabriel de circulação, só podendo deixar míseros cinco para ele brincar. Aí eu te pergunto. Se você mora em um apartamento pequeno, onde é que você enfia praticamente todos os brinquedos do seu filho, num lugar onde ele não encontre? Sendo que o seu filho é quase um Sherlock Holmes?



Teve também a questão da alimentação. Ele tinha (tem) muita dificuldade para engolir alimentos sólidos. Ele não come um biscoito, só lambe. Então eu, erradamente, acabava triturando a comida, que ficava sempre com cara de sopa. E para piorar, ele comia no carrinho, vendo televisão. O processo de alimentação não levava 20 minutos. Hoje, ele leva mais de uma hora para comer comida de verdade, sentado na mesinha dele, como um rapazinho.



Eu poderia me alongar contando mil outras recomendações, como a de fotografar toda a rotina dele e conversar sobre o que ele vai fazer durante o dia, ao acordar, e fazer a mesma coisa à noite, lembrando o que fez, antes de ir dormir.

E a cada profissional visitado, algumas recomendação mudavam, outras não. E nós tivemos que nos adaptar a cada uma delas. E isso cansa, principalmente emocionalmente. 
E não vamos entrar na questão da "culpa materna", pois percebi que sim, estava fazendo algumas coisas erradas (essa foi uma das piores partes). Diminuir computador (ele não pode me ver sentada que "me expulsa" da cadeira para ver vídeos no You Tube), televisão, mudar brincadeiras,...


Tive que readaptar minha agenda e a do Gabriel diversas vezes, para poder encaixar cada uma das terapias recomendadas. Portanto, quando eu tinha tempo de escrever, honestamente? Não tinha vontade. 

Depois que a poeira abaixou e a nova e definitiva rotina finalmente se instalou, um novo susto aconteceu. Gabriel pegou pneumonia!
Depois que iniciamos o antibiótico, rapidinho ele ficou bom.



O mais interessante de toda essa jornada, é que tudo valeu a pena. Gabriel em menos de dois meses evoluiu de um modo astronômico. Está contando até 11, em português e inglês, e falando muitas palavras novas (ele só falava "caraca", acreditam?). Está pedindo as coisas, e estou ficando até assustada com a inteligência dele.
Espero poder retomar o blog com mais regularidade, pois amo muito o nosso espaço.
Vocês são pessoas muito queridas! Obrigada por tudo!



41 comentários:

Anônimo disse...

Doutora linda, que bom que sobrou um tempinho pra dar um pulinho aqui e nos contar as novidades. Estou muito feliz por saber dos progressos que o Gabriel tem feito. Voce é muito especial e torço muito pela sua família. Beijos

Patricia Mel disse...

Ah!! Dra Princesa!!! Nó mães sofremos, né??!!! É cada susto que essas crianças nos dão....a minha menina de 2 anos, quase me matou do coração há 2 semanas, qdo depois de uma super virose, ficar um dia bem e acordar no outro se recusando a ficar e pé e andar.....foi um dia difícil e assustador, mas passou, porque no outro ela estava bem, foi só uma miosite, graças a Deus!!!
Que maravilha que seu principe está cada dia mais esperto, essas alegrias são maiores que qualquer sofrimento que passamos, não é???
beijos grande, com carinho!!!
Que Deus continue derramando bençãos sobre vcs!!!

Anônimo disse...

Fico feliz pelas evoluções do Gabriel.
Desculpe me intrometer, mas vc já ouviu falar das crianças cristal? Bj, paz e luz!

Carla Pontes - BH disse...

Deus abençoe vc sua família e seu lindo filho! "Caraca" que delícia de sorriso o dele, e que vontade de agarrar na foto dele brincando no rack!!!! Dra. Princesa nós sempre estaremos por aqui, esperando suas ótimas dicas, mas nestes momentos de tumulto por aí, entendemos sua dedicação integral, e torcemos muito que tudo melhore o mais rápido possível. Obrigado por não esquecer de nós leitoras e um grande abraço!!!

Amanda Taline disse...

huum quanta coisa gostosa, adorei seu blog
http://femininaoficial.blogspot.com.br/

Carlinha disse...

Dra Lu!!! Acompanho seu blog há tempos mas confesso que fazia alguns meses que não passava por aqui! Me surpreendi com o tamanho e o charme do Gabriel!!! Parabéns pelo seu pequeno. Que DEUS te ilumine sempre e tenho certeza que tudo isso não passou de um susto. Tudo tem um motivo em nossas vidas. Fiquem bem. beijos

ADRIA disse...

Luciana, acompanho seu blog faz um tempo...acompanhei toda a chegada do Gabriel. Gosto muito de vocês e passei por um problema bem parecido com meu filho, sei o quanto é dificil, mas graças a um bom trabalho de equipe e toda uma comunhão de atitudes, revertemos o quadro e hoje ele está com 10 anos e é uma criança maravilhosa. Caso você precise queira saber detalhes do tratamento(houve tratamento espiritual inclusive, que foi fundamental no processo), pode me escrever...adria.correia@gmail.com...beijos e fico na torcida!

Silvana Correia disse...

Olá Luciana, parabéns pelo filho lindo que você tem! Tenho uma dica para a hora do banho. Sei que não é muito ecológico gastar muita água, mas quando estou com pressa, entro no chuveiro com minha filha de 5 anos. Deixo ela se molhar um pouco, enquanto passo sabonete no meu corpo, enquanto estou me enxaguando passo sabonete do corpo dela. Saio do chuveiro e me visto enquanto ela se enxágua e brinca um pouquinho. Depois desligo o chuveiro e a levo para o quarto para vesti-la. Quando está muito frio (aqui em SP já começou a esfriar à noite) também levo a roupa dela para o banheiro e já saímos as 2 de pijama do banheiro. O banheiro fica um pouco molhado, mas gosto daqueles tapetinhos (toalha). Coloco no varal e reponho com outro. No dia seguinte pego o tapete do dia anterior e assim até chegar o dia de trocar os tapetes. Beijos

Anônimo disse...

Lu, admiro muito sua coragem de expor a sua preocupação e os novos cuidados com o pequeno Gabriel. Estamos na torcida!!! Não se sinta pressionada a escrever tão frequentemente, somos normais, temos uma rotina e uma vida real, bem diferente daquela fabricação de blogs que pipocam de notícias e fatos diariamente, é tanta informação que não conseguimos filtrar nada... eu nem leio. Mas o seu blog leio sempre :-)

Anônimo disse...

Luciana, priorize o seu filho e família, e se sobrar um tempinho, estaremos por aqui, ansiosas por suas dicas bacanas. Bj

jackeline patricia alcântara disse...

Com uma mãe tão esperta, é claro que ele seria tão esperto quanto, né?
Filhos vem para isso mesmo, mostrar que não somos donas e controladoras de tudo ao nosso redor. Que bom, não é mesmo?! O que seria da vida sem as surpresas? Tudo passa, sempre aprendemos algo novo com isso. E, no final, tudo dá certo.

Bj enorme em sua surpresa

Ana Maria disse...

Draª Luciana, agradeça a Deus pela evolução do seu filho! que bom né?
As vezes as pessoas acham pq vc ou qq pessoa da área médica sabe tudo de cor e salteado e qdo se trata de um filho, é diferente. A superproteção atrapalha demais. Eu me surpreendi com você, pelo fato de dar a comida pastosa como sopa ao seu filho, nossaaa, que erro!!! mas são coisas de mãe mesmo, errar e reaprender. Pq hoje é o que os pediatras abominam, "jamais faça isso", antigamente se via muito isso. tha casos até da criança tomar sopa na mamadeira e muitas vezes até dormindo e nunca aprederiam a mastigas, a movimtentar a musculatura da boca, enfim, graças a Deus que você tem visto tudo isso agora e esta corrigindo. Deus proteja vocês!

Ana disse...

Dra. Princesa, como o Gabriel está FOFO!!!
Que Deus continue abençoando a sua família linda!
Beijos!

Anônimo disse...

Ah, é tão lindo ver o desenvolvimento de uma criança! E como eles surpreendem! É muito gratificante, ainda não tenho filhos, mas cada dia fico mais boba quando vejo uma criança com tão pouca idade já surpreendendo. Parabéns pelo esforço e pela sua dedicação! Um beijo, Lorena Carvalho.

Anônimo disse...

De uma Luciana para outra: CORAGEM! Tenho dois filhos, a gente sempre leva alguns sustos, mas compensa muito. De tudo que sou, meu lado preferido é o de ser mãe, e olha que eu amo ser advogada e mulher do meu marido. Seu filho é fofo demais. Tudo vai dar certo!

Luciana Leal & Luiz Felipe disse...

A cada dia eu me surpreendo mais com as leitoras do blog! Vocês são demais mesmo!!!
Teve gente me mandando e-mails sobre autismo e choveram mensagens graciosas!
Não sei o que faria sem vocês!
Beijos mil!!!

Anônimo disse...

Como ele cresceu!!!
Desejo sempre tudo de bom pra sua linda família!
Beijossss

Myla

Beatriz disse...

O Gabriel é pura fofura! Que otimo que ele esta evoluindo dessa maneira, fico feliz!!

Fique firme que as mudancas sao necessarias, mas estao surtindo efeito! Nós esperamos!!

Um beijo carinhoso

Claris disse...

Entendemos toda a situação! sabemos q além de uma princesa, excelente profissional e linda, vc é uma mulher real, mãe e com problemas reais!

Estamos na torcida para que toda a rotina funcione perfeitamente e todos evoluam bem!

Beijos carinhosos!

Kelly Gama disse...

Lu, nós entendemos o que está passando, afinal é mortal e tem problemas como nós. Ficamos, por tabela, felizes com a evolução do Gabriel. Torcemos por vocês!

Um beijo grande,

Kelly Gama

Neusa Fontana disse...

Não é fácil ser mãe!!!!!! Porém é muito prazeroso.... Tenho 46 anos, uma filha de 26- Fisioterapeuta, uma de 21 anos que estuda na FGV, uma de 13 que é meia avoadinha para os estudos e um menino de 6 anos..... Olha a situação eu com as meninas criadas, fiquei grávida, entrei em desespero..... Tive um parto difícil, ele aos 2 anos não falava praticamente nada,coloquei na escola, ele batia nos amiguinhos porque não coneseguia falar, eu ficava desesperada, porque nunca tive problemas semelhantes com as menias!!!!! Pra piorar a situação ele tomou uma injeção e deram no lugar errado, e ficou sem andar por mais de 1 mês!!!!! Imagina meu desespero!!! Por isso digo que o melhor remédio é o tempo... Precisa agora o de ver meu orgulho,ele é muito inteligente, conversa sobre tudo o que falamos com ele, é falante,extrovertido, joga futebol faz natação, fala corretamente, exceto "praneta" e "trabret".... rs....mas passei grandes apuros que achei que não passaria nunca. Tenha FÉ!!!!!!!!

Anônimo disse...

Muito feliz por seu filho estar bem!!!! Foi ótimo vc ter contado suas experiencias,podem alertar outras mães. Bjo Marcia

Kelly disse...

oi Querida... Em meio a isso tudo,vejo como vc é mãe dedicada, como está se saindo bem neste papel!Vai valer a pena sim, toda sua dedicação, suas renúncias, em nome do desenvolvimento desse anjinho.Estou orando por vocês.
Beijinhos!

www.amenidadesdekelly.blogspot.com

Katia disse...

Fiquei comovida com o seu relato. Acompanho o seu blog e aproveito muitas dicas dele. Imagino como vc deve ter passado estes dias de aflição. Mas pelo que parece tudo vai chegando ao normal. Torço por vocês. Que vc tenha força para acompanhar todas estas transformações do Gabriel.

Gabi Garrido disse...

Morrendo de saudades de seus posts. Mas, nosso príncipe sempre vem em primeiro lugar. Se ele está bem estamos felizes!!!!!!!!!

Gabi Garrido disse...

Morrendo de saudades dos posts. Mas, o nosso príncipe sempre vem em primeiro lugar. Se ele está bem estamos felizes!

Solange Lopes disse...

Querida Luciana, as tempestades sempre passam e deixam ensinamentos para a vida toda. Os amigos estarão sempre por aqui, sem pressa nem cobranças, esperando a hora que voce possa voltar.
Beijo Grande,
Solange

Carla disse...

E o nosso querido Dr. Luiz Felipe, cadê ?

Anônimo disse...

Q saudade! Q bom q tudo tem melhorado. Deus abençoe seu lindo príncipe!

Anônimo disse...

CRM positivo ne Dra!
Tb sou medica e acontecem coisas inacreditaveis...que bom que esta tudo certo com o fofucho!
Abs

Ana Beh disse...

Dra. Lu,

fiquei com saudades, mas também tenho um pequeno de 1a e 7m e sei que quando viramos mães todas as nossas prioridades são para eles!

Tenho um vizinho que tem trantorno do espectro autista, ele tem 5 anos é muito esperto, estuda em escola comum, brinca muito, desce todos os dias para o play. Ele não fala com as outras crianças e nem olha muito no olho, mas ele aceita brincar ao lado, sorri e empresta os brinquedos dele. Ele é uma criança feliz e alegre e a mãe dele passou momentos difíceis, mas hoje ela é sempre sorridente, eles parecem ser uma família feliz.

Desejo tuuuuuuudo de bom para vocês, que Deus ilumine o caminho e tudo vai dar super certo!

P.S. Adorei o video do Gabriel e o achei super esperto e muito fofo!!!

Blog Tips and Trends disse...

Que maravilha essa evolução!!! Parabens pela força e perseverança!!!
Foça e fé que tudo caminha para o melhor!
beijos
Ma Amorim - Blog Tips and Trends
http://blogtipsandtrends.blogspot.com
Instagram: @maamorim2

Anônimo disse...

Eu já cheguei a pensar: "poxa, que falta de respeito, ninguem atualiza esse blog..."
Mas que egoísmo o meu. Você tem que priorizar seu filhote,sua familia, você. A vida é linda, curta e acontece mesmo fora da internet.
E nós vamos ficar torcendo pra tudo ficar tão bom que você tenha tempo de novo pro blog, rs.
E eu, continuarei sonhando com uma consulta de uma hora com vc (juro, é sonho)!

Beijos p vc e pro fofo do Gabriel

Dani

Luciana Leal & Luiz Felipe disse...

Notícias do Luiz Felipe: ele está se mudando e está com obras no apartamento novo. Se a minha vida está complicada, a dele está um caos!
Rs

Daniele disse...

Lu,
Fiquei muito feliz vendo o Gabriel contar e brincar.Também sou mãe de um Gabriel ( de 10 anos ) e sei que a cada vitória de um filho o coração da mãe se enche de alegria e paz e você deve tr sentido isso na hora em que ele chegou ao topo do brinquedo sozinho e se superando.Ele é um doce e desejos muito felicidade e saúde pra vc e sua família.
Acompanho o blog desde de 2009 e adoro!
bj
Daniele

Kary disse...

Que maravilha! você conseguiu ajuda e esta percebendo nitidamente a evolução do seu pequeno! muitas mães acham que estão fazendo td certo... mas em pequenas coisas (q são cruciais) elas acabam pecando! que Deus abençoe sua família... me alegro de verdade em ver as fotos do seu gabriel feliz... !

Diana disse...

Luciana,

Não se culpe. Adoramos o blog e gostamos de te ver por aqui. Obrigada por dividir coisas tão ímtimas. Beijos e boa sorte com tudo. Adorei a dica do creme da La Roche...

beijos

Diana















Camilla disse...

Oi Luciana. Imagino seu cansaço!!! Tb já segui algumas dessas recomendações citadas rs rs. Tenho inclusive como dever de casa ir a festinhas, eventos infantis, apresentações que envolvam crianças e tb receber meus amigos adultos em casa para meu filho aprender como eu super interajo com as pessoas hahaha. Meu "fiote" já foi pseudo-diagnosticado autista, asperger e superdotado. Hoje, aos 3 anos e meio, está cada dia mais autônomo, falante, inteligente e criativo. Ele era muito passivo e tinha um pouco de ecolalia. Depois passou a ficar muito focado em letras e números... Não sei se por causa da intervenção precoce ou do passar do tempo mesmo, aprendeu a pedir as coisas, a me chamar, a comer sozinho, se vestir (exceto blusa) e está aprendendo a interagir cada vez mais, adora os amiguinhos, ama ir a escola (optei por tirar da creche e colocar em uma escola com mais experiência). Ele tb me expulsa do computador para assistir o youtube, principalmente aulinhas de línguas. Continua adorando letras e números. Uma fono chamada Renata Mousinho me foi muito útil. Beijos e parabéns, pela sua "princesisse", pelo blog e pela família perfeita. Camilla (camilla.lossio@gmail.com)

Camilla disse...

Oi Luciana! Meu filhote foi pseudodiagnosticado autista, asperger e superdotado. Desde novinho, ficávamos juntos assistindo vídeos no youtube... Ele sempre adorou letras, números e outras línguas. Interagia com adultos mas era muito passivo com crianças e tinha um pouco de ecolalia, ou seja, repetia muito algumas frase, mas tudo dentro de um contexto. Tb segui algumas recomendações que vc citou ( talvez tenhamos passado pelos mesmos profissionais) e entendo seu cansaço... Hoje, aos 3 anos e meio, além de super inteligente, aprendeu com intervenção a fazer coisas que não conseguia, como me chamar, pedir ajuda, não tem mais ecolalia. Tirei da creche e coloquei em uma escola que fez toda a diferença. Está mais comunicativo, adora os amiguinhos, ama a escola . Fala super bem, se expressa, pede ajuda. Continua adorando letras e números e as vezes cisma com algumas coisas diferentes, tipo mamonas assassinas, ele tem um gosto excêntrico. Come sozinho, se veste (exceto blusa). Tem uma ótima coordenação motora fina (inclusive aprendeu a escrever!), a ampla ainda deixa a desejar. Ah, e sempre foi MUITO medroso, mas está cada dia menos. Ganhou uma irmãzinha, o que tb o ajudou muito. Deixou um pouco essa coisa de aprender de lado e agora o hobbie é implicar com a irmã de 1 ano e meio. É isso. Parabéns pelo blog, vc além de princesa é musa inspiradora. Parabéns tb pela família perfeita!

Camilla disse...

Oi Luciana! Meu filhote foi pseudodiagnosticado autista, asperger e superdotado. Desde novinho, ficávamos juntos assistindo vídeos no youtube... Ele sempre adorou letras, números e outras línguas. Interagia com adultos mas era muito passivo com crianças e tinha um pouco de ecolalia, ou seja, repetia muito algumas frase, mas tudo dentro de um contexto. Tb segui algumas recomendações que vc citou ( talvez tenhamos passado pelos mesmos profissionais) e entendo seu cansaço... Hoje, aos 3 anos e meio, além de super inteligente, aprendeu com intervenção a fazer coisas que não conseguia, como me chamar, pedir ajuda, não tem mais ecolalia. Tirei da creche e coloquei em uma escola que fez toda a diferença. Está mais comunicativo, adora os amiguinhos, ama a escola . Fala super bem, se expressa, pede ajuda. Continua adorando letras e números e as vezes cisma com algumas coisas diferentes, tipo mamonas assassinas, ele tem um gosto excêntrico. Come sozinho, se veste (exceto blusa). Tem uma ótima coordenação motora fina (inclusive aprendeu a escrever!), a ampla ainda deixa a desejar. Ah, e sempre foi MUITO medroso, mas está cada dia menos. Ganhou uma irmãzinha, o que tb o ajudou muito. Deixou um pouco essa coisa de aprender de lado e agora o hobbie é implicar com a irmã de 1 ano e meio. É isso. Parabéns pelo blog, vc além de princesa é musa inspiradora. Parabéns tb pela família perfeita! Beijos

Leticia disse...

Olá Dra. Comecei a acompanhar seu blog há pouco tempo. Meu sobrinho que agora está com três anos tb foi "pseudo"diagnosticado como spectro autista. Até dois anos tinha um desenvolvimento normal, mas depois parou de desenvolver a fala e td mudou. Minha irmã iniciou as terapias e ele vem apresentando grandes avanços. Dá uma olhadinha no google em crianças cristais, pois acho que a fé e a ciência podem caminhar juntas. Tb faz tratamento no Frei Luiz.

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???