segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Camarão, só no seu prato...


Voltei do carnaval, passei dias maravilhosos em Cancun, e estou com muitas dicas para dividir com vocês sobre o lugar. Mas uma coisa me deixou de queixo caído! Algo que não costumo ver com tanta frequencia aqui no Brasil.
A quantidade de pessoas com queimaduras solares sérias me espantou! Claro que os camarões de Cancun, eram, na sua imensa maioria, pessoas européias nórdicas. Gente muito branca mesmo! Mas mesmo assim! Se a criatura é quase um clone do Gasparzinho, deveria triplicar os cuidados com a pele.
Durante o dia, eu via uma fila de pessoas com o fototipo bem baixo, esquecendo da vida, deitadas em espreguiçadeiras, bebendo pinas coladas, sem passar protetor solar, sem usar chapéu, nada, nada, nada. E fugiam das sombras.
Não vejo muito isso no Rio de Janeiro. Tudo bem que temos um fototipo mais alto no Brasil. Mesmo as pessoas mais claras, e descendentes de europeus, não costumam se queimar tanto quanto os europeus de férias em Cancun.
Acho que, por morarmos em um país tropical, sabemos melhor como lidar com o sol. Sabemos nos proteger melhor. E, claro, a melanina ajuda.
Obviamente, o bronzeamento também é nocivo. O perigo não se encontra somente na queimadura solar. Mas a queimadura é mais perigosa e está mais relacionada ao surgimento de diversos tipos de cânceres de pele.
Digamos que você tenha se descuidado, e eventualmente esteja numa situação "camarão-pós-carnaval".
Em primeiro lugar, nunca conte para as pessoas que você lê esse blog ou que é meu paciente. Ok? Não me mate de vergonha. Eu gosto de pensar que cumpro minha obrigação social de alertar a população sobre os riscos da exposição solar excessiva.
Dito isso, vamos aos fatos.
As queimaduras solares mais comuns são as de primeiro e segundo graus.


Nas de primeiro grau, você só encontra o eritema, ou seja, a vermelhidão. Essa pode ser leve ou bastante intensa. Costuma doer bastante. Quanto mais superficial for a queimadura, mais ela dói. Nas de segundo grau, ocorrem bolhas, e neste caso é importante consultar um médico para ele indicar como deve ser o tratamento medicamentoso destas bolhas.
Em ambos os casos, pode haver descamação da pele alguns dias após a exposição solar.

Aconteceu. E Agora???

Em primeiro lugar, a hidratação é fundamental, em todos os casos de queimadura solar. Existe um edema da pele, mesmo que discreto. esse edema sequestra a água de dentro dos vasos do seu corpo e você pode se desidratar mesmo que não perceba.
Coloque compressas geladas no local da queimadura. Importante: não coloque gêlo em contato direto com uma pele queimada. Você pode colocar gêlo numa bacia e molhar uma compressa nessa água e depois aplicar à pele, mas nunca colocar o gêlo propriamente dito.
Borrifar água thermal na pele lesada ajuda no processo de cicatrização. Pode guardar essa água na geladeira.
Costumo comprar nos Estados Unidos, um spray com lidocaína, que é alívio rápido e certeiro. Aqui no Brasil vende também, mas por algum motivo, o daqui não funciona tão bem.
(antes que vocês pensem que eu me queimo ao sol, quero dizer que uso esses sprays quando tenho minhas crises de urticária, eles aliviam bastante a coceira)
Dependendo do caso, seu médico pode prescrever cremes com um corticóide leve.Eles precisam ter uma potência leve, porque em caso de queimaduras, usamos numa grande área de superfície corporal. E em caso de bolhas, pode ser necessário usar antibióticos conjuntamente.
Para a dor, utilizamos antinflamatórios orais, geralmente durante uns dois dias.
Enfim, pra quê arriscar, não é verdade?
É tão bom poder desfrutar das férias e das sensações agradáveis da nossa pele!

OBS nada a ver com o post:
Gente, estive viajando e antes disso fiquei sem internet. Estou cheia de novidades para contar! 
acreditam que eu nadei com os golfinhos? Nossa, foi emocionante, mas depois eu conto com mais calma. 
E hoje foi o primeiro dia de aula do Gabriel! Estou adorando 2013!!!

14 comentários:

Débora disse...

Dr. Princesa, já estava me descabelando de saudades do seu post!!! Que bom que você voltou!!!!

Débora disse...

Dr. Princesa, já estava me descabelando de saudades dos seus posts! Que bom que você voltou!!

Débora disse...

Dr. Princesa, já estava ficando descabelada com saudades dos seus posts! Que bom que você voltou!

Vi disse...

Dra Lu ( possio chamar assim? )
Eu detesto ficar bronzeada..sou do tipo que fica com otem da pele mais escuro, invés de vermelhinha..
Esses dias viajei com as amigas e fui meio que "obrigada" a pegar sol..usp FPS 50, mas mesmo assim sempre me bronzeio.
Existe alguma maneira de fazer a minha pele voltar ao seu tom natural mais rapido?
Bjs

Rovênia disse...

Olá Luciana,

Amei as dicas. Evito o sol, mas meu marido é um teimoso e acha que precisa passar protetor só no primeiro e segundo dia de praia. Fui a Cancun no ano passado. É lindo, não? Também nadei com os golfinhos. É emocionante! Se quiser me visitar, estou no blog http://datilografe.blogspot.com.br/
Um grande abraço,

Rovênia

Todas Amam disse...

Oie!
estava morrendo de saudades das suas dicas ai aia ai não some assim
bejuzzz
Gi Almeida
www.todas-amam.blogspot.com.br

Todas Amam disse...

ai que saudades dos seus posts
Queremos fotos!
bejuzzz
Gi Almeida
www.todas-amam.blogspot.com.br

Carla disse...

Nem morta que eu me queimo embaixo do sol ! E aqui no Pará todo mundo adora ficar "preto"... meu apelido é Carla de Neve, porque tô sempre branquinha... se eu, que nunca peguei sol, já estou com linhas finas aos 33 anos, imagina eles !Com 40 estarão destruídos !

Lais Cristine disse...

Lu, sou loucaaaa pra conhecer Cancun, meu sonho é nadar com os golfinhosss!!!!!
Conta tudo quero ver várias fotos!!!!
Bjs

www.coisasdelaiscristine.blogspot.com

Luciana Leal & Luiz Felipe disse...

Oi, queridonas!!!
saudades tb!!!
Vou botar o post dos golfinhos agora!!!

Anônimo disse...

Lu, na verdade esta "queimadura" solar é uma espécie de troféu pra eles! Já morei na Europa em um país gelado e este bronzeado camarão (o único que eles conseguem, já que nunca se bronzeiam) é motivo de orgulho e sinônimo de férias em algum lugar bem quente... Vai entender... rs

Renata Cabral disse...

Amoooo seu blog, Dra!!!

Tenho uma dúvida há muito tempo sobre protetor solar facial: No dia a dia devemos reaplicar de quanto em quanto tempo o protetor facial? E qdo usamos maquiagem todos os dias pra trabalhar, como faz essa reaplicação? Tem que refazer toda a maquiagem??? Me responde, por favor!!! ;)

Anônimo disse...

Por favor, gelo não é uma palavra acentuada, pois é uma paroxítona terminada em o.

Vivi'i de Paula disse...

Bom dia!
Estou com uma dúvida enorme..... Me ajuda por favor!
No sábado(29/08), tive um acidente com botijão de gás e me queimei. Fui atendida no hospital e a médica diagnosticou queimaduras de primeiro grau, me prescreveu sulfadiazina de prata, me recomendou procurar um dermatologista(que farei em breve)e me orientou abusar do hidratante e do filtro solar, pois bem, comprei um filtro ontem, mas estou com receio de usar, o que vc me diz do ANTHELIOS XL - LA ROCHE-POSAY? E qual hidratante posso usar até ir ao médico?

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???