sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Um cirurgião plástico para chamar de NOSSO !


Desculpem o sumiço, mas essa semana foi uma loucura!!!
Bem, eu estava louca para dar uma ótima notícia para vocês, mas primeiro precisava acertar os últimos detalhes.
Quem lê o blog há um tempinho, sabe que meu irmão (o médico da direita) é cirurgião plástico. Ele já me fez uma lipo com o dr. Marcelo (o do meio) e uma rinoplastia. As duas ficaram ótimas!
Muitas leitoras me fazem muitas perguntas sobre cirurgia plástica, e não é de hoje que eu o convido para escrever o blog comigo (ele e minha mãe, mas essa está mais difícil de ser convencida).
Bom, agora ele aceitou!
Basicamente isso significa que o blog agora é meu e dele.
Dei minha senha, ensinei a escrever post, mostrei tudo e dei total liberdade de escrita, liberação de comentários, tudo o que vocês puderem imaginar.
Não sei se ele vai gostar dessa vida de blogueiro, mas ele está com a faca e o queijo na mão.
Ou seria bisturi?

Atualização:
No meu afã de contar a novidade para vocês, esqueci de apresenta-lo!
O Dr.Luiz Felipe é especialista em cirurgia plástica pela SBCP, titular do colégio brasileiro de cirurgiões e preceptor da pós-graduação em cirurgia plástica do serviço do Prof.Ronaldo Pontes/ Hospital Niterói D´or.
Agora, o Luiz Felipe meu irmão, é faixa preta de judô, sabe tocar muitos instrumentos (alguns com as duas mãos! Que medo!), é pai da Lara e do Felipe e foi o melhor amigo que uma irmã poderia desejar!

sábado, 24 de novembro de 2012

Como aspirar o catarro do nariz do bebê



Acreditem em mim, eu já tentei de tudo, desde os aspiradores manuais, até os elétricos, passando pelas benzedeiras e o que mais vocês puderem imaginar. Bebê com catarro é algo que me deixa realmente angustiada, me dá a impressão de que eles vão morrer sufocados. 
Daí, pesquisando na Internet, descobri esse - artefato - por assim dizer. Que ajuda a mãe (ou qualquer outra pessoa predestinada a cuidar da criança nessas condições) a aspirar a secreção do bebê.
Em portugûes claro: é um sugador de melecas de bebê. Que funciona. Eu testei.

Antes de comprar, li muitas reviews sobre o produto, algumas boas outras nem tanto. Eu particularmente gostei, mas vi na prática, que a pessoa tem que botar a boca na botija com vontade, senão não sai nada.
À primeira vista, parece ser o cúmulo da nojeira, mas a secreção não ultrapassa o filtro azul que fica dentro da seringa. Aliás, é bom comprar junto com o NoseFrieda, alguns filtros sobressalentes (eu já garanti os meus). Foi baratinho, uns $8, se não me engano, e comprei na Buy Buy Baby. 
Esse sugador veio em boa hora, pois o Gabriel pegou a maior gripe na terça-feira, quando cheguei.
Tadinho!


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Unhas Natalinas com Essie


Amanheci com vontade de ficar brilhante.
E como ontem foi quinta-feira, com o fim de semana chegando, resolvi testar esses dois esmaltes que trouxe da viagem.
A base foi feita com uma cor dourado-prateada, número 217A (que na minha opinião, se usada sozinha, te deixa com unha de robô), e os flocos prateados com a linha Lux Effects, número 958.
Claro, não é uma cor para ser usada no dia-a-dia, a não ser que você trabalhe com moda, ou que tenha um trabalho informal. Mas é uma boa opção para as festas de fim de ano. Ou o carnaval...

Obs. Eu, crente que ia abafar com essas unhas de periguete, perguntei se meu marido havia gostado da cor... E precisei escutar dele que esse esmalte era bom pra ser usado por crianças (melhor escutar isso do que ser surda).
Posso estar errada, mas de uma maneira geral, acredito que a maioria (não todos, a maioria) dos homens ainda prefere o bom e velho esmalte vermelho. Existe também a turma do branquinho básico. Eu jamais poderia me apaixonar por um homem que só goste de branquinho básico. Eu nem me lembro quando foi a última vez que usei um branquinho básico. É mais fácil vocês me encontrarem sem esmalte...

terça-feira, 13 de novembro de 2012

E eu que achava ser a "rainha das tranças"...



Oi, pessoal!
Este vídeo está em inglês, mas nem precisa saber falar inglês para tentar entender como essa moça faz essa trança, meu penteado favorito de todos os tempos.
Vocês que lêem o blog sabem que eu inclusive me casei de tranças, e que a D. Beija é minha ídola. Sendo assim, sempre que me deparo com uma nova maneira de fazer tranças, eu me arrepio toda.
Ainda não entendi completamente como se faz essa trança, mas pretendo assistir a esse vídeo mais algumas vezes....

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Vitamina D X Proteção solar

Tema polêmico.
Aliás, muitos assuntos na medicina provocam polêmica, porque o nosso corpo não é uma ciência exata. Além disso, o que é considerado certo hoje, pode ser o maior erro de amanhã.
Enfim.
Vocês já devem saber que a vitamina D é importante pra caramba. Serve para inúmeras funções, entre elas regular o metabolismo do cálcio, participar do genoma humano, participar do metabolismo da insulina, auxiliar na hipertrofia muscular, participar da homeostase do organismo, da modulação do sistema imunológico, auxilia na perda de peso, na supressão tumoral, na espermatogênese, no controle da pressão arterial, protege o cérebro, entre muitas outras funções. Ou seja, é essencial para o bom funcionamento de nossos órgãos vitais.
Ocorre que a população anda com os níveis de vitamina D abaixo do que seria considerado ideal (30 ng/ml).
CULPA DE QUEM?
Existem várias hipóteses, mas a que mais me chateia é a que implica o uso de protetores solares nessa questão. Ainda volto a falar sobre isso. Mas antes, vocês precisam conhecer os grupos de risco para desenvolver deficiência de vitamina D.

Como vocês podem observar, existem diversas causas para se desenvolver a deficiência de vitamina D, que são extremamente complexas.
Mas o que as pessoas podem fazer para não ter essa deficiência ?
Como vocês podem perceber, o sol não é a única fonte de vitamina D. Ela também pode ser obtida através da dieta e de suplementos orais.
A recomendação de sol ideal para se obter doses ideais de vitamina D seria expôr 15% da superfície corporal (braços ou pernas SOMENTE) ao sol, durante 15 minutos, três vezes na semana.
Juro-juradinho, é só isso.
Para que o protetor solar pudesse ser culpado por esse déficit, ele teria que oferecer uma proteção solar de 100%, e isso nenhum protetor é capaz de fazer, mesmo os com FPS altíssimo, tipo 100.
Além disso, as pessoas não passam a quantidade correta de protetor solar e não reaplicam a cada três horas, principalmente durante a semana, quando estão envolvidas em seus afazeres. E a aplicação não é uniforme.

 Poucos são aqueles que reaplicam pelo menos na hora do almoço, e quando o fazem,  isso não acontece no corpo todo.
Portanto, existem muitas áreas corporais que não recebem o protetor solar, mesmo quando a pessoa reaplica. Pense na palma da sua mão, ninguém coloca o protetor na palma. E no entanto, a pele dessa região é capaz de absorver a luz solar.

E não se esqueçam de fatores como a sudorese, que vai eliminando a presença do protetor solar ao longo das horas.
Não daria pra culpar o protetor solar por esse déficit, mesmo que ele bloqueasse 100% dos raios solares.
Porque você ainda teria a opção de fazer essa reposição através de uma alimentação saudável  e em casos necessários, pela suplementação alimentar. Consulte seu endócrino, o geriatra ou um nutricionista para saber se a sua vitamina D está ok. Não se deve fazer uso indiscriminado de vitamina D, porque o seu excesso causa problemas.



Outro dado que poucas pessoas desconhecem é o fato de a produção cutânea de vitamina D ter um limite. Sim, ela é como o meu cartão de crédito. Não adianta torrar ao sol, achando que você vai virar uma máquina produtora de vitamina D porque isso não vai acontecer.

Em resumo;
1) Um pouco de sol é recomendado, faz bem. Um POUCO. Detesto radicalismos, todo ser vivo precisa de sol.
2) Você deve usar o protetor solar sem medo de ser feliz. O risco de ter um câncer cutâneo é mais grave do que ter deficiência de vitamina D, que você pode obter de outras formas.
Aqui tem um artigo científico ótimo sobre vitamina D.
E AQUI tem uma reportagem que saiu na revista Isto é sobre o assunto.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Dica de protetor solar BBB

Eu aprendo muuuuuito com os meus pacientes!
Essa semana, por exemplo. 
Chegou uma mulher para fazer um peeling e me perguntou o que eu achava desse protetor solar, Banana Boat Ultra Defense FPS 99.
Vou ser sincera com vocês como fui com ela.
Claro que eu sei que existe a marca Banana Boat, inclusive já comprei o protetor solar deles para bebês, que eu adoro e uso no Gabriel.
Mas eu nunca tinha experimentado os de adultos. Porque eles não visitam dermatologistas, e nós já ganhamos produtos originais de vários laboratórios. 
Ocorre que a paciente comprou esse produto pela internet e o levou para que eu experimentasse.
E eu...ADOREI.
É incrívelmente seco, só pra início de conversa. Tem pouquíssimo cheiro. Não é oleoso. O FPS é 99, coisa rara de se encontrar. Vem muita quantidade, 50ml. 
E o preço? Quase desmaiei! Vocês não vão acreditar!
Custa em média R$28,00 !!!!! Não, eu não esqueci nenhum número. Ele não custa R$128,00!!!
Atualmente, o difícil está sendo encontra-lo. 
Ela comprou no site do Walmart, mas fui checar e está indisponível no momento, assim como no site da Época Cosméticos.
Só fui encontrar para vender AQUI, e custa R$27,49.
E vale cada centavo!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Irritando Luciana: "É débito ou crédito?"


Cena 1: Posto de Gasolina

Luciana estaciona e pede para o frentista completar com álcool, embora seu marido tenha dito que a gasolina está valendo mais a pena.
Tanque cheio, chega a hora de pagar. Luciana pega o cartão, e entrega para o moço, dizendo:
"É débito, tá?" 
O mesmo assente e sai para buscar a maquininha. Quando volta, pergunta:
"É débito ou crédito?"

Cena 2: Farmácia

Luciana sai para comprar o Aptamil 3 e o Cetrilan do Gabriel. Aproveita e compra também seus remédios de asma.
Chega ao caixa para pagar, saca o cartão e o entrega para a caixa, dizendo:
"É débito, tá?"
A moça enfia o cartão na máquina e pergunta:
"É débito ou crédito?"

Cena 3: Hortifruti

Luciana precisa comprar bananas, mamão e laranja lima para o Gabriel. Depois de separar o que precisa, dirige-se para a fila para efetuar o pagamento. Novamente, pega o cartão e coloca, ela mesma, o objeto na maquininha (Luciana é "safa").
Suspira e diz;
"Débito, ok?"
E a atendente, acreditem ou não, devolve a pergunta:
"É débito ou crédito?"

Conclusões:
1) Devo estar precisando de uma fonoaudióloga, porque claramente as pessoas não estão entendendo / escutando o que eu falo.
2) Ou então elas combinaram entre si de me enlouquecer.
3) Posso estar na TPM  (desde a semana passada).
4) Esse povo anda muito distraído e não prestam atenção no cliente. E fazem isso numa hora crucial do atendimento, que é a hora do pagamento.
5) Me contem, isso acontece só comigo? As pessoas escutam o que vocês falam? 
6) Vocês acham que eu devia mandar fazer um boné escrito em letras garrafais É DÉBITO, e simplesmente entregar o cartão na hora de pagar, e ficar muda, não falar nadica de nada? E, ao ser perguntada, apontar para a minha cabeça, com cara de paisagem?

#prontodesabafei

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Necessaire compacta para viagem - o que eu levo


A vida ensina.
Estou tentando viver com mais simplicidade e acho que evoluí muito. Ainda tenho uma longa estrada para percorrer, mas um dia eu chego lá.
Para vocês terem uma idéia, a necessaire que eu levava em viagens, era a rosa, da direita. E atualmente é a roxa, da esquerda.
Olha a diferença de tamanho, quando elas ficam abertas:


Mas não se enganem, a bolsa pequena é compacta, mas cabe um mundo dentro dela. Pelo menos, um mundo de miniaturas. Devido a minha profissão, eu tenho muita facilidade em adquirir amostras de produtos variados, mas isso é algo que vocês também conseguem com os seus médicos. Eu sempre falei aqui que é super importante marcar uma consulta antes de viajar, para você ter noção do que comprar e receber algumas amostras, principalmente de protetor solar, que você vai usando e jogando fora.
Vou contar (e mostrar) para vocês o que eu costumo levar em viagens longas.


No bolso maior:
1) Rímel
2) Hidratante Detaphil Restoraderm (amostra do consultório)
3 e 4) Shampoo e Condicionador
5) Desodorante Stress Resist Vichy
6) Demaquilante Vichy (amostra de congresso)
7) Gel de Banho (amostra de hotel)
8) Sabonete Facial Normaderm (amostra de consultório)
9) Lenços removedores de esmalte Oceane
10 e 11) Blush líquido e iluminador da marca Benefit (amostra da Sephora)
12) Lápis de sobrancelha Bobbi Brown
13) Serum CE Ferulic Skinceuticals (amostra de consultório)
14) Escova de dentes dobrável (falta a mini pasta de dentes, que ainda não comprei)


No bolso menorzinho, eu coloquei;
1) Mini lixas de unha
2) Corretivo Bobbi Brown
3) Batom (sim, um só!)
4) Ao invés de base, pó e protetor solar, levo meu Heliocare Compacto com cor de base e FPS 50.
5) Amostras de perfumes


Por fim, ainda tem mini-bolso na parte superior da necessaire. Não cabe muita coisa aí. Mas eu tenho umas amostras de base Dermablend, que decidi colocar neste bolsinho, para quando eu resolver fazer uma maquiagem mais caprichada. Tambem coloquei um mini-lápis marrom escuro da Sephora. Também faltou eu colocar uma tesourinha dobrável, que eu "herdei" da minha avó, super útil em viagens, para cortar etiquetas, etc. Ela é tão pequena que cabe nesse bolsinho.

Essa necessaire eu ganhei de presente de aniversário (foi no mês passado) e é da loja Mr. Cat. Existe a versão verdinha, que também é linda!
Adorei!


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Drug Delivery em Dermatologia

Já ouviram falar em "drug delivery"?
Não, não se trata de pedir drogas pelo telefone.
Drug delivery é tentar facilitar o caminho para que determinadas substâncias encntrem o seu alvo, tornando sua ação mais eficaz.
No caso da dermatologia, trabalhamos com princípios ativos.
 
Há muito tempo que a indústria farmacêutica cada vez se torna mais específica em termos de drug delivery. Tenho certeza de que você já ouviu falar em nanotecnologia, partículas mínimas, tão pequenas que conseguem chegar no âmago do nosso ser.
Atualmente fala-se em bioeletricidade. É a última novidade em termos de creme. A bioeletricidade muda a polaridade de alguns canais da nossa membrana celular, que se abrem, permitindo que o ativo penetre mais fundo.
Um bom exemplo disso é o creme Sublime Energy da Roc, que já no mercado há um tempinho.

 
Uma outra forma de drug delivery é usar o aparelhinho Clarisonic Opal. Ele também permite que os princípios ativos penetrem fundo na epiderme. Não confundam este Clarisonic, com o Clarisonic escovinha, que ajuda a esfoliar o rosto. Pensando bem, a esfoliação acaba ajudando na penetração dos ativos, por remover as células mortas, que acabam agindo como uma barreira, que dificulta a ação dos produtos.
 
O que temos estudado intensamente em congressos, é a ajuda que o Dermaroller promove no drug delivery. Tem sido publicado muitos artigos científicos a respeito disso.
O Dermaroller, para quem não conhece, parece um mini-aparelho de tortura medieval. Trata-se de um rolinho cheio de pequenas agulhas. Existem aparelhos com agulhas de tamanhos diferentes, e até um para uso caseiro, que eu, particularmente, não recomendo.
 
Essas micro-perfurações na pele formam canais que carregam a droga eficientemente até as profudendezas da pele. Podemos usar vitamina C, DMAE, fatores de crescimento, e uma infinidade de outras substâncias.
Com isso, há uma menor necessidade de volume do princípio ativo. E um outro fator maravilhoso, é o fato de estas micro-perfurações estimularem a formação de colágeno e liberarem uma série de mediadores químicos, importantes para a pele.
 
Basicamente, qualquer aparelho que promova a perda da integridade da epiderme, é capaz de promover o drug delivery. É o caso, por exemplo, dos lasers ablativos. Imediatamente após uma sesão daqueles lasers que te deixam com a pele bem vermelha, é importante fazer uso de substâncias como os fatores de crescimento, obtidas do seu próprio sangue, do seu próprio plasma.
 
 
Em resumo, um resultado parecido pode ser obtido, de diversas formas diferentes, empregando-se tecnologias distintas, e, ainda bem, acessível a todos os bolsos e necessidades.

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???