domingo, 29 de abril de 2012

Arrumando as maquiagens na mala!

Não pode faltar na viagem!
Eu só viajo no fim da semana e já estou numa correria louca! Uma das questões é: quais maquiagens devo levar, considerando que vou comprar muita coisa por lá. Não podemos exagerar, porque depois precisamos de espaço físico para trazer as novidades.
O problema é que precisamos estar poderosas até o dia das compras chegar. E para isso acontecer, alguns ítens básicos me acompanharão desde o Brasil.

A começar pela base. Sempre escolho para levar, aquela mais velha, ou que eu não gosto tanto. De preferência, a que está quase acabando. Porque eu sempre compro base quando viajo, e na hora do desespero do espaço na mala, se alguma precisar ser "sacrificada", será essa.

Já em relação ao pó, sempre levo um com boa cobertura, e de preferência com FPS. Esse pó vai morar na minha bolsa, para eventuais reaplicações diurnas.
 Um blush pêssego, para dar aquela saúde, ou até mesmo um blush líquido (cuidado com possíveis acidentes).

Em relação a batons, vou levar somente dois (acredite em mim). Um cor de boca, para usar durante o dia, sozinho ou com um gloss rosinha por cima, e um vermelho-tentação, para quando eu quiser chamar a atenção. Por falar em gloss, eu quase nunca coloco, mas quando faço preenchimento de lábios, uso e abuso.

Corretivo também é essencial, e em viagens eu sempre levo um no formato de caneta. É mais fácil de carregar na bolsa, e como são líquidos, dificilmente ficam com um aspecto craquelado dentro do avião, quando nossa pele sempre se desidrata um pouco.

O lápis preto garante o look da noite, assim como o rímel mais intenso que a ciência consiga produzir. é uma questão de sovrevivência na selva das mulheres.

Em relação às sombras, eu sempre levo as de tons neutros. Com elas, eu dou uma melhorada nas falhas de sobrancelha, posso até afinar um pouco o nariz, e garanto visuais não muito carregados durante o dia.

Outro queridinho que nunca é deixado no Brasil são meus cílios postiços. A pessoa só precisa disso para se sentir uma diva. São chatos de se colocar, mas naqueles dias de exaustão total, conseguem fazer qualquer uma se parecer com uma estrela de cinema (tá bom, estou exagerando).

Para arrematar tudo, um esmalte. Depois de alguns dias, nossa unha vai pro brejo. Aí, dependendo do meu humor, ou eu tiro logo tudo com um removedor de esmalte, ou me aventuro a pintar eu mesma no hotel (e quase nunca dá certo).

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Um hotel muito LOUCO em Paris








Quem pensa que EU sou "meio fora da casinha", é porque não conheceu a pessoa que bolou esse hotel.
A criatividade desse ser não tem limites!
Porque nem eu teria pensado em fazer um hotel com:
* Cama que levita
* Banheira que levita também
* Estrelas no teto
* Banheira de vaca
* Jogo de xadrez no banheiro
* Quarto inspirado na Maria Antonieta 
(ok, eu teria sim pensado em fazer isso, aliás tanto pensei que descobri como e onde comprar coisas para montar um quarto inspirado nela...Clique aqui, ou melhor ainda, AQUI.)
* Quarto inspirado na Alice (do país das maravilhas)


* Quarto branco (que parece o do BBB)!!!
* Suite 007
* Entre outras!

Posso falar? Eu adoro gente criativa! Adoro hotéis temáticos! Acho que dentro de um quarto desses, a pessoa não consegue ficar indiferente. Particularmente, eu sou mais o estilo George V de hotel. Mas se eu fosse viajar com uma criança (algumas suítes são meio impróprias...), ou se eu quisesse muito surpreender alguém, certamente levaria essa indicação de hotel em consideração.

O hotel se chama Seven.




You Tube Moda - Já viram?

Estou apaixonada, tem vídeos ótimos!
Cliquem aqui:
http://www.youtube.com/moda

Saudades de vocês!
Em breve: post sobre creme feito a partir de uma biópsia da sua pele....Esse assunto vai render pano pra manga....
Aproveito também para postar uma foto do Gabriel para vocês matarem as saudades!
#bebêavatar


terça-feira, 24 de abril de 2012

Mala rima com Paris?


O que levar na mala para uma viagem a Paris (na primavera):

Aqui é um exemplo do que levar durante o inverno:

Aqui uma dica de onde comprar malas EM PARIS:

Vale a pena estar preparado para este problema com a mala:

Vamos ver alguns vídeos com dicas de como arrumar as malas?

E não vamos esquecer da bagagem de mão!

Gente, depois desse post dá pra fazer uma monografia sobre malas e bagagens. Espero que esses sites ajudem tanto as pessoas que estão com uma viagem programada para Paris, quanto a qualquer outro destino, pois mala é mala em qualquer parte do mundo!
Se der tempo, farei um post do que eu, especificamente, pretendo levar!

domingo, 22 de abril de 2012

Vale do Loire - dicas que pesquei por aí....

Sim, antes de viajar, eu faço o dever de casa! A região do Vale do Loire é muito rica, em termos históricos. Então, além de comprar da FNAC de Portugal alguns livros sobre as personalidades que moraram por lá (tipo, a Catarina de Médicis, Diana de Poitiers, Mary Stuart, etc...), também li muitas informações valiosas na Wikipedia e em blogs de pessoas que tiveram a felicidade de conhecer essa região mágica.

Na verdade, a maioria das minhas viagens começa assim, com informações que eu eventualmente encontro aqui e ali (revistas, blogs, amigos, propagandas). Quando aquilo me desperta o interesse, eu parto para a segunda etapa, que é pesquisar mais sobre o local. Uma pesquisa superficial mesmo.

Daí, quando a vontade explode mesmo no meu coração, eu parto para a pesquisa de preços e a organização da viagem propriamente dita (melhor época de se ir, roteiro, quanto $$$ levar, quanto as coisas custam, como conciliar uma época boa que não atrapalhe meu trabalho e o do meu marido, estudar a cultura local, etc). Essa fase de preparação pode levar até um ano, acreditem ou não.
Para vocês terem uma idéia, as nossas próximas duas grandes viagens já estão sendo planejadas por nós (leste europeu e Las Vegas novamente, que estou morrendo de saudades de lá).

Durante a preparação dessa viagem, eu me encantei tanto com os castelos que irei visitar, que tive uma idéia genial! Não sei se conseguirei coloca-la em prática, mas vou tentar, pelo menos para alguns principais.
Resolvi que vou usar roupas temáticas, inspiradas nos locais que vamos visitar. Não vou vestida de princesa (lamentavelmente), mas cada traje terá uma referência relacionada a quem viveu no castelo.

Dessa forma, em Versailles, minha roupa será inspirada na Maria Antonieta, na fase em que ela gostava de fingir que era uma pastorinha, e usava um vestido branco com chapéu de palha. Resolvi usar o vestido branco de rendas que comprei para o batizado do Gabriel, com um chapéu que trouxe de Paris há alguns anos.

Para o castelo de Ussé, que inspirou o castelo da Bela Adormecida, resolvi me inspirar no principe Felipe, e usar uma legging marrom, botas curtinhas, trench coat com blusa preta por dentro, e chapéu Fedora. Na foto abaixo, os passarinhos já haviam roubado o chapéu do príncipe.



No castelo Chenonceau, onde viveu Catarina de Médicis, resolvi optar por uma blusa linda toda trabalhada com pérolas e de mangas bufantes e uma calça preta. Vejo muitas fotos dela de preto e usando pérolas.


Entenderam o espírito da coisa? Se eu fosse passear no Coliseu, colocaria sandálias gladiadoras. E talvez uma sainha plissada prateada (ainda bem que não vou para a Itália, essa roupa não é confortável).

Aqui estão alguns sites que podem ajudar a te inspirar a ir ao Vale do Loire, ou até mesmo auxiliar nos preparativos da viagem que você já decidiu realizar:

http://www.viajarpelomundo.com/2009/04/poesia-do-vale-do-loire.html

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Meu Roteiro de Comprinhas em Paris


Em primeiro lugar, o óbvio. Um dia é muito pouco para se deleitar com compras em Paris. O ideal seria ter no mínimo três dias para essa tarefa. Mas Paris é um lugar tão fantástico, e com tantas coisas para se ver e fazer, que fica difícil abrir mão das outras atrações para dar lugar às compras.

Dito isso, como eu só tenho um dia, vou fazer assim:

6:30 - Estarei pronta, arrumada e maquiada, saindo do hotel, explodindo de felicidade e energia. Não tenho hora de voltar, que fique bem claro.

7:30 - Primeiro preciso me alimentar para conseguir chegar ao fim do dia sem desmaiar. Escolhi tomar o café da manhã no Café de Flore, que fica pertinho da farmácia que preciso vesculhar, na Rue du Four. Como a farmácia só abre às 8:30Hs, tenho ainda uma hora inteira para me acabar nas guloseimas do lugar.
O café de Flore fica no 172 Blvd Saint Germain.


8:30 - Agora estou com energia de sobra para fazer uma varredura nesta farmácia, cheia de promoções, que fica na 26 Rue du four. Como só tenho um dia, não será dessa vez que farei uma visita a uma outra farmácia fantástica, a La Generale de Pharmacie (58 Rue Saint Placide).

10:00 - Como eu sou rápida (e se eu não fosse, meu roteiro seria impossível de ser seguido), tentarei chegar por volta desse horário numa loja que é a meca dos produtos para cabelos (entre outras coisas), que muita gente não conhece, a Cyra Lydo.
Eu vou na da Rue de Rivoli, 22 (metrô linha 4 estação Saint Paul)

12:30 - Agora vou investir no Gabriel. Adoraria comprar uma roupinha de marinheiro para ele. Existe uma espécie de galeria, cheia de lojas de crianças, que se chama Le Passage des Princes. Olha que lugar lindo!!!! E o melhor é que este lugar é pertinho do próximo...


14:00 - Agora sim, vou me esbaldar nas Galerias Lafayette, e várias lojas de departamento que existem na Boulevard Haussmann. Vou tentar comer uma besteirinha rápida por lá mesmo, mas nada que me faça perder muito tempo. Afinal, comer eu como todos os dias.

17:00 - Pertinho da Haussmann, é a Rue du Faubourg Saint Honoré... É aqui que vocês vão encontrar todas as lojas mais caras e maravilhosas de Paris. Mas eu só vou atrás de duas. A loja de Michael Kors francesa, que fica no número 279, e a loja de perfumes de rainha, que se chama Penhaligons, e fica no número 209 (metrô Louvre Rivoli). Sabem cheiro de gente rica? Pois é, aqui vocês encontram. Comprem eau de verveine e depois venham me contar. Se sobrar um tempinho, entrarei na Colette, uma loja ótima para comprar roupas, que fica no 213.


19:00 - Acredito que a essa altura o meu estômago esteja totalmente colado, e como eu tenho medo de desmaiar por hipoglicemia, vou fazer uma paradinha no restaurante do George V para reabastecer as baterias. Ou não, dependendo de como estiver minha adrenalina. E meu tempo.


20:30 - Pretendo terminar a noite passeando pela Champs Elysées. Sim, lá mesmo ende eu chorei. Vou passar umas boas horas dentro da Sephora. Também pretendo dar um pulinho na loja da Disney para comprar coisinhas para as crianças. O bom desse lugar é que as lojas fecham beeeeem tarde, por isso optei por terminar o dia aqui. Porque eu não quero ter hora para ir embora. Acho que os seguranças vão me arrastar algemada de lá.
Um lugar que não deixarei de dar o ar da graça é a lojinha Ladurée, no número 75. Vocês já viram as maquiagens lindíssimas que eles estão vendendo? Olha aqui!!!!
Pre-ci-so.

Se eu tivesse mais dois dias, passaria um inteiro no shopping Les 4 Temps e o outro no outlet pertinho da Eurodisney, o la Vallée Village.

ATUALIZAÇÃO: Neste blog aqui também encontramos ótimas dicas para compras em Paris!!!!

terça-feira, 17 de abril de 2012

Notícias!


Queridos e queridas!
Sumi, acho que todos perceberam...
Vocês não vão acreditar, mas minha babá sumiu também. Sim, a saga continua. Aceito indicações, caso conheçam alguma boa (não estou brincando). E como estou nessa fase pré-viagem, imaginem como a vida está corrida!
Não esqueci dos outros posts da festa do Gabriel e nem da rota de compras em Paris. Aguardem, acho que amanhã consigo postar um deles.
Hoje foi dia de "faxina". Sequestrei minha mãe e fiz o pacote completo: botox, lábios, sulcos, retirei alguns miliozinhos, fiz uma certa escova que não vou nem dizer o nome... enfim! Estou um monstro. E daqui a pouco vou atender uma paciente de primeira vez, que, COM CERTEZA vai se decepcionar com a minha aparência... Ela espera uma princesa e vai encontrar uma sobrevivente de guerra.
#guerradabeleza
#belezaédor
Também quero aproveitar para agradecer às shamballas, que a amiga Daniela, lá de Salvador, me enviou pelo correio. Bem que eu estava precisando (por diversos motivos). Espero que você tenha enviado todas as boas energias da sua terra. Liguei para os seus dois telefones para te fazer uma surpresa, mas você não atendeu, por isso deixei um recadinho no seu celular. Muito obrigada!
Então é isso, gente! Aguardem novidades!

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Dê uma geral no seu banheiro!


Outro dia senti uma forte dor no estômago. Como eu não sinto isso frequentemente, fui procurar no banheiro meus comprimidos para esse fim.
Encontrei! Porém... eles tinham vencido em novembro de 2011...

Fico imaginando se a vigilância sanitária pudesse entrar em nossos banheiros para nos multar, como faz em nossos consultórios quando existe alguma amostra ou medicamento vencido. Muita gente iria à falência, pois quem é que tem tempo para verificar a validade de cada medicamento no banheiro? E também de cada creme e maquiagem?

Mas vale a pena organizar um tempinho para mais essa tarefa. Afinal, tomar medicamentos vencidos pode, na melhor das hipóteses, não te aliviar dos seus sintomas, e na pior, causar outros problemas (principalmente gastrointestinais) e te fazer sofrer mais tempo com a sua doença.

Vai por mim, quem avisa, amigo é!

ATUALIZAÇÃO: Minha enfermeira é esperta e para não perder tempo procurando os números do prazo de validade toda vez que vai checa-los, marca logo tudo com uma caneta marca-texto. Ela faz isso até nas amostras, e facilita bastante todo o processo.

sábado, 7 de abril de 2012

Um rosto bonito


Eu comecei a paquerar este livro, e não resisti: comprei! Estou guardando para ler na viagem, mas, sendo como sou, li os dois primeiros capítulos.
Bom, a história é sobre obesidade mórbida. Uma esposa, prestes a completar 25 anos de casada, e pesando 151 Kg, vê a sua vida dar uma reviravolta quando o suposto marido some no dia das bodas de prata do casal.

Ela começa a repensar a vida, como ela chegou até este ponto e o que pode fazer para tentar reverter tudo, e esta é a beleza do livro.
Um pouco poético demais, delicadamente cruel, quem lê este livro até pensa que é auto-biográfico, porque para uma autora escrever assim de forma tão verdadeira, só pode ter passado por isso na vida. O que não é o caso, a autora é gatinha.

Não sei como termina a história, e nem poderia contar o final aqui. Mas dá a maior vontade de aplicar um corretivo neste marido fujão, pois é muito mais fácil fugir do que ajudar alguém.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

"Cenas" das próximas comprinhas em Paris...



Vou ser direta. Dessa vez eu não vou chorar em Paris. Me recuso!
Vocês se lembram daquela viagem, quando eu chorei em frente à Sephora? Apoiada naquela árvore? Não estou encontrando o link com o relato daquele dia ridículo, mas posso garantir que não vai mais acontecer.

E também não vou chorar na Galeria Lafayette (esse dia eu não contei aqui, mas aconteceu em outra viagem, foi humilhante). Odeio esse lugar! Quer dizer, amo. Mas amo com raiva, entende?

Negociei com meu marido um dia de atividades independentes. Vou fazer um roteiro de compras alucinadas em Paris, que vai durar um dia inteiro. Depois vou socializar esse roteiro com vocês, mas aviso desde já que o dia vai começar cedo. E terminar tarde.

Primeiro, preparei uma lista (lembram das pré-listas que faço antes das viagens?) preliminar, para eu ter uma idéia do que preciso no momento. Preciso, quero, é tudo a mesma coisa. Outra noite, até sonhei com esse dia.

Vocês conhcem o conceito de dia de atividades independentes? Ah, eu acho super válido. Tem gente que não curte, quer fazer tudo junto, o tempo todo. Pra quem consegue, acho legal. Invejável, inclusive.

Mas eu não consigo. preciso ter um tempo só pra mim. Andar no meu ritmo. Entrar em contato com os meus pensamentos. curtir os meus segredos. Incorporar minha pessoa à atmosfera local (de compras). Não, falando sério. Todo mundo deveria ter um dia para si, para fazer o que quiser. Tomar um sorvete. Se perder. Esquecer o tempo. Esquecer que tem alguém te esperando. Tão bom isso. Solidão voluntária. Aliás, solidão só é legal assim, de livre escolha.

No fim do dia, quando você reencontra quem te ama, é maravilhoso. O papo se renova, um contando para o outro sobre as experiências do dia (nunca conte sobre as compras, quanto custaram, e tal), as novidades, as descobertas.

Sim, acho super válido. E meu dia está chegando.
Sem lágrimas!

terça-feira, 3 de abril de 2012

Dica prática para a sua consulta!


Gente sensata é tudo nessa vida!
Semana passada, eu tive o prazer de conhecer uma. Aliás, duas, porque ela foi ao consultório acompanhada de sua digníssima mãe. Ambas muito simpáticas e inteligentes.

Vocês que me conhecem, sabem que eu sempre peço que os pacientes façam uma listinha com todos os produtinhos que andam usando, para que eu possa entender como está a pele dele no momento e até tentar usar algo na hora de fazer o esquema de pele, para evitar da pessoa gastar dinheiro desnecessário.

Coisa mais antiga, meu Deus! Listinha! Onde eu estava com a cabeça?

A paciente foi muito mais prática e tratou logo de tirar uma foto com o celular, ao invés de perder tempo escrevendo o nome de cada produto. Está certíssima! Coisa tão simples, porque não pensei nisso antes?

Independente de tirar foto ou fazer lista, o que você não deve deixar de fazer, é chegar lá "com as mãos abanando". Ou dizer, "estou usando aquela pomadinha branca com o rótulo amarelo". Aliás, isso serve para consultas com todas as especialidades médicas. Não vale dizer que toma "aquele comprimido achatadinho azul", porque serão grandes as chances de seu médico achar que você está tomando Viagra, rs. Existe uma infinidade de comprimidos azuis.
(Aliás, nada contra, rapazes! Se a coisa existe, aproveitem! Pena que não existe um para as mulheres.)

Aí fiquei pensando se a Dinha, dona da foto que eu usei, fosse ao meu consultório... Bem, só posso dizer que eu faria uma festa com uma foto dessas! A alegria seria a mesma de um cabeleireiro escutar de uma cliente, que ele pode fazer o que quiser com ela! O blog que a Dinha escreve é este aqui.

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???