terça-feira, 31 de maio de 2011

Irritando Felipe: "A Chegada do Gabriel"



Meus sobrinhos e afilhados são meus filhos do coração. Disso todo mundo que lê o meu blog já sabe. E assim como alguns filhos morrem de ciúmes quando chega um novo irmão, o Felipe (2 anos) está na maior crise comigo, desde que minha barriga começou a ficar bastante aparente.

A Lara (4 anos) não está assim, muito pelo contrário. Diz que vai ser mãe dele, vive me beijando, me fazendo carinho, pedindo para eu ensinar o Gabriel a chama-la de"Tia Lara", diz que vai me ajudar a cuidar dele... até separou uma chupeta dela pra dar de presente ao priminho. Sem contar os desenhos que ela faz. Estou com a bolsa repleta deles.

(claro, como ela vai continuar a ser a única menina, não vai perder a hegemonia do trono)

Agora, o Felipe... Ele diz que não vai ser amigo do Gabriel porque "o Gabriel é muito mau".
Me ignora solenemente quando me encontra.
Quando chora por algum motivo, não me deixa acudi-lo (prefere que qualquer outra pessoa o pegue no colo).
Diz que não vai emprestar os brinquedos dele para o primo.
Não quer mais falar comigo pelo telefone.
Desconfio que ele vá tentar sufocar o Gabriel se tiver oportunidade.
Essa foto que está ilustrando o post é uma farsa. Na verdade, ele está rindo no colo da mãe. Quando eu percebi que a foto dos dois ia ser tirada, encostei nele mais rapida que um raio, e a fotógrafa Amanda foi suficientemente ninja para clicar o momento antes de ele fazer cara feia pra mim.

Então, pessoal, me respondam. Vocês que já tiveram mais de um filho e precisaram aprender a lidar com ciúmes entre irmãos. O que mais eu posso fazer?

Eu já prometi que o Gabriel vai trazer para ele um dinossauro do Além (que é onde o Gabriel morava antes de vir parar na minha barriga).
Já garantimos que o Gabriel não vai dormir na caminha que ele tem lá na casa da minha mãe (segundo meu irmão, o quarto da minha mãe vai ficar igual à casa da Branca de Neve, cheia de caminhas para os anões, que no caso são os netos).
Prometemos que cada um vai ter o seu apelido, o Gabriel não vai roubar o de ninguem (a Lara é o Denguinho, Felipe é o Príncipe e o Gabriel será o Xodó da Vovó).
E jurei de pés juntos que o Gabriel vai emprestar todos os brinquedos dele.

Agradeço de coração se pudermos trocar umas dicas de como agir neste momento ciúme-descontrol da criançada.

O QUE FUNCIONOU PRA VOCÊS????

(além de colocar um pastor alemão ao lado do berço do recém-nascido para evitar acidentes com primos mais velhos?)


Ops! Os últimos segundos deste vídeo são impróprios para menores...

26 comentários:

Munique disse...

Seja lá o que for fazer, não exagere na chantagem emocional. Minha mãe exagerou nessa técnica comigo e me lembro até hoje, foi terrível. Bem.. reza a lenda que eu sapateei na barriga da minha irmã quando ela tinha poucos meses (sorte que ela era gordinha), que enfiei uma agulha no braço dela, entre outras ruindades. Eu sou um ano e pouco mais velha que ela. Minha mãe começou a falar coisas como: "o que vai ser da sua irmã sem você? Como sua irmã vai sobreviver, se defender dos coleguinhas, como ela vai aprender a dançar, etc, etc, etc?" Bem... funcionou para eu passar a me sentir responsável pela minha irmã e troquei a atitude de 8 para 80... passei a protegê-la de tudo, a querer ser a mãe dela. Te garanto, foi bem ruim pra mim e pra ela também... rsrsrsr
Mas dizer que o bebê depende dele de alguma forma é uma tática, só não acho recomendável, a não ser que você consiga maneirar na dose.

Anônimo disse...

hahahaa que figura esse Felipe!

Luciana Leal disse...

Bom, que depende dele eu nunca falei, mas que vai ser amigo dele sim...
Munique, sua mãe não comprou o pastor alemão não??? (risos)
Olha quanta ruindade ela teria evitado!!!

Bom, a Lara "quer ser mãe" do Gabriel, mas essa vontade partiu dela...então acho que está tudo bem, não é?
Só me falta ela começar a desandar também...

pri disse...

Oi Lu,
Com as minhas filhas foi tranquilo, só uma coisa engraçada, depois de uma semana com a Ana em casa, a Clara me vira e pergunta qdo é q a irmã ia embora, pq já tava bom, kkkk. Mas o importante é fazer ele participar das coisas, qdo o Gabriel começar a interagir com ele, ele vai adorar. Aqui foi asssim, por enquanto as duas se amam, as vezes rola um estresse, mas é sempre sem querer.

Renata disse...

Uma dica, que ajudou quando uma amiga minha teve nenem, ao invéd de dar à nenem um presente de boas vindas, eu dei para a irmã mais velha uma cesta cheia de giz de cera, bloquinho, cola colorida, gliter, brinquedinhos, etc.
Ela adorou!

Anônimo disse...

ai é uma delícia, né!! rs a minha nasceu qdo minhas sobrinhas uma tinha 2 anos e outra um ano e oito meses... No fim vc vai saber como agir, todo mundo vai achar q ele pode fazer algo errado, mas vc vai sabe se isso vai realmente acontecer... é engraçado, os choros e gritarias vão ser inevitáveis, mas seu filho vai tirar de letra, acostuma rapidinho... tem q vigiar o pequeno sem dar muito na cara... e daqui aqui a pouco os dois vão estar brincando juntos! A minha fez um ano e a minha próxima chega em novembro... espero q dê tdo certo de novo! Boa sorte!!! beijos, Carol G.

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkk

te garanto ,,com toda propriedade que essa ciumeira acabará tão logo nasça o Gabriel.
pode confiar.

vou contar um segredo que minha avó sempre falava:

quando se está grávida de menino,sempre acontece de meninos da família não querer se aproximar da grávida.Tipo aversão mesmo.Mas logo após o nascimento tudo passa.


*quando a mulher está gravida de menina, os meninos da familia se aproximam,e as meninas se afastam.

coisa de gente antiga.........


Agora,quando Gabriel chegar tudo será felicidade.

Que Nossa Senhora do Bom Parto lhe abençoe nessa hora tão especial.

Grazi disse...

Oi Lu sou psiquiatra e sei o que tu estas passando, ou melhor entendo o que o Felipe esta passando, perder o lugar dói muito e mesmo com todas as promessas, ele sabiamente percebe q esta perdendo o posto! Faz ele se achar grande, responsável e diz o quanto vai precisar da ajuda dele! E cumpre! Assim q ele for Te visitar diz Felipe cuida do Gabi p a tia Lu pq tu és grande a tia vai fazer... E tu vais fazer algo claro q fica ali de olho! Acredita e o primeiro passo para o ciúmes se dissipar!depois diz q esqueceu o xampu no banho pede p ele pegar.... Enfim de ao Felipe responsabilidades! Ele vai de achar importantíssimo! Bjos Grazi

Fernanda Santos disse...

Lu, você deve mostrar ao Felipe que você vai precisar dele quando o Gabriel nascer, tem que fazer o primo se sentir importante na vida de vocês. Dizer a ele que se ele não te ajudar você não sabe como vai fazer alguma coisa, pedir a opinião dele, essas coisas. Quando o Gabriel nascer ele pode dar um presentinho p/ felipe, lá na maternidade mesmo, se ele for visitá-la.
tem crianças que ficam com raiva mesmo, mas outras são protetoras até demais: Uma filha de uma paciente (5 anos) colocou a irmã de 2 meses dentro da geladeira por pelo menos 30 min! porque estava com medo que a amiguinha que estava na casa dela em uma visita fosse levar a irmã embora...

Anônimo disse...

Tenho 3 filhos e quando o caçula chegou rolou ciúmes da minha filha do meio que era a princesinha da casa. Uma noite fomos dormir na minha mãe e ela deu uma mordida nele quando nós viramos as costas. O ciúme é muito ruim mas é natural(ô sentimento besta). Ela sentiu ali que tinha perdido o trono até na casa da avó. A partir daí ela mesmo mudou a postura, ficou meio mãe dele, mas de maneira sutil, natural, e até hoje eles tem uma relação muito linda. Não dê muita ênfase que as coisas se ajeitam, mas não deixe de ficar de olho. bjs. Vera

Professora Lu disse...

O que lembro da minha infância, é que quando minha irmã nasceu, simplesmente o trono foi tirado. Minha mãe tinha dois filhos:eu e meu irmão, os únicos, mas após a chegada da minha irmã, o bicho pegou.
Amava muito a pequena, mas eu sofria quando os adultos chegavam perto dela, cobrindo-a de elogios (claro, era uma bebezinha, e eu uma macaca velha de 5 anos, quem ia dar bola?) e deixando-me de lado.
Minha mãe, tinha uma sensibilidade danada, e sempre me colocava à frente dela.
Acredito que o pequeno irá sofrer mais pelos "filmes de amor" que irá assistir quando o Gabriel chegar. Observe se ele está sendo posto de lado, e o faça ser o protagonista.
Amor quanto mais nós damos, mais ele se multiplica. Um dia o pequeno irá entender isso....
Felicidades!!

Renata disse...

hehehe acontece...minha mãe disse q meu primo, q era o caçula de td parte paterna da família qd eu nasci se recusou a entrar no quarto da maternidade pra me conhecer rs...mas acho q isso passa rápido depois q nasce, lembro q ele me emprestava um monte d coisas qd eu era criança :P

acho q não dá pra entrar em mt parafuso, essas coisas são normais e passam...tente fazer o básico: compre um presente pra ele, diga q a barriga mexeu qd vc passou na frente, q devia ser o Gabriel q queria q vc comprasse pra ele :) tente, como as meninas disseram, despertar algum sentimento d responsabilidade sobre o bebê para ele...e também não o deixem de lado...apesar dos derretimentos inevitáveis com um bebê na família, lembrem de elogiá-lo sempre q ele estiver presente...dizer q ele está bonito, procurar dar alguma atenção para q ele não associe novo bebê = perda total d atenção comigo :)

tentem essas táticas mas não se preocupe tanto, isso faz parte e já já ele estará adorando ser primo :)

Luciana Leal disse...

Obrigada pelas dicas!!!!
Vamos ver se o dinossauro que o Gabriel vai trazer para o Felipe do Além, ajuda um pouco....
De resto vou seguir as dicas de vocês em termos de faze-lo se sentir importante....

Beijinhos!!!!

Atelier Ana Morales disse...

Oi, Lu
Minha filha mais velha ganhou muitos presentes da irmã quando ela nasceu ;)
E além dessa tática mais materialista, funciona pedir ajuda para cuidar do bebê. Tipo pedir para pegar a fralda, a pomada, agradecer muito, mostrar como é importante a ajuda.
E a outra, que talvez seja a que mais funcione, é mostrar o quanto é bom crescer. Tipo: "olha, Felipe, você já pode comer sorvete, o Gabriel só toma leite" "Você já anda e fala, o Gabriel é banguela e não consegue nem segurar um chocalho. A gente precisa cuidar dele"
Eu também mostrava o albúm de fotografias com fotos da barriga, fotos dela bem pequenininha, mamando,...)
Mas, com certeza, quando o Gabriel crescer um pouquinho e começar a interagir vai ser um grude só.
E pode deixar que os pequenos sobrevivem às travesseuras dos maiores e o mais incrível é que esquecem todas as "maldades" e são apaixonados pelos irmãos/primos mais velhos.
Muito carinho para vc e o Gabriel!
beijos,
Julia

Nutri Bobagens disse...

hahaha adorei a foto fake, vc está parecendo a Felícia!

bjoS2

Carla disse...

Vc precisa ler a matéria de capa da revista "Crescer" desse mês. É exatamente sobre isso! São mães contando como fizeram pra solucionar diversos problemas, incluindo ciúmes. Dá uma olhada !
Bjs.

Anônimo disse...

Hahaha, adorei!
Quando eu ia nascer meu irmão teve até febre de ciúmes. kkkkkkk
BeijO* grande,
Priscila

Alexandra W. disse...

Oi Luciana, eu acho que sou o tipo de leitora que se eu tivesse um blog não seria meu tipo preferido, pois, embora leia seu blog regularmente há alguns meses, é a primeira vez que faço um comentário. Então, primeiramente parabéns pelo Gabriel, que ele nasça cheio de saúde e que vc tenha um parto do jeito que vc planeja. Quanto aos ciumes do Felipe eu gostaria de sugerir terapia floral. Eu gosto dos resultados obtidos com a terapia floral, e, além do mais, não há contra-indicação (ainda tem hífen?). Boa sorte. Bj.

Jéssica disse...

Lu, sou filha única mas fui criada em meio a muitos primos! Só tenho uma coisa a dizer: pode até ter situações de ciúme agora (quem não tem medo da novidade, né?) mas ter primos é a melhor coisa do mundo. Espere só o Gabriel ser crescidinho pra ver a união que vai ser entre ele e o priminho (que daqui a pouco, quando perceber que ganhou o melhor presente que poderia vir de ti: um amigo quase irmão, nem vai lembrar que chegou a sentir ciúmes do Gabriel.) Me lembro até hoje do meu primeiro dia de escola, passei a primeira parte da aula com muito frio na barriga, mas no intervalo minha prima - que tem a mesma diferença de idade comigo que o Felipe e o Gabriel tem, e estudava no mesmo colégio - foi me buscar na sala e andou de mãos dadas comigo me apresentando a escola e PRINCIPALMENTE me dando o conforto, a segurança e o gesto de carinho que eu precisava naquele momento (tanto que eu lembro como se fosse hoje mesmo depois de 15 anos). A dica que eu dou é que você deixe tudo caminhar naturalmente (e pelo visto é o que tais fazendo) porque eles vão se entender sozinhos. Em um segundo vão se amar e não querer se desgrudar (Mããe, por que eu não posso dormir na casa do Felipe hoje?vaii..deixa!deixa! kkkk), já no outro segundo vão jurar que não são mais amiguinhos..até o próximo segundo em que esquecerão do último e estarão brincando de novo. Ahhh, só evitem fazer muitos elogios ao Gabriel (como..nunca vi um bebê tão lindo, um bebê tão inteligente....) na frente do Felipe, porque ele pode começar a se questionar "e eu?"..isso aconteceu comigo quando ganhei uma priminha mais nova, mas mesmo o ciúme que senti não me impediu de sentir por ela um amor de irmã.

Anônimo disse...

No começo tenha cuidado! Quando minha irmã caçula nasceu, minha prima (tinha 2 anos) mordeu as costas dela que sangrou. Foi horrível! Ela não mordeu, digamos, por maldade, acho que foi um reflexo. Mas a culpa cai sempre sobre a mãe.

Anônimo disse...

É uma fase do aprendizado do Felipe e tua.
Cuida da segurança do Gabriel por precaução e busca o equilibrio desta relação de amor com o Felipe.
Tudo indica que apesar de pequenos e eventuais desgastes todos sairão fortalecidos.
Quantas lições a vinda do Gabriel, tem oportunizado para os pais, familiares e para nós...

Cláudia

Déia disse...

hahaha, adorei o post, mas infelizmente nao posso ajudar... meu bebe acabou de nascer agora 28/5 (meu Deusssssssss que felicidade, que amor é esse???) e os priminhos estavam esperando ansiosamente, pois o mais novo tem 14 anos de diferença..mas boa sorte pra vc..

Já Testei disse...

Olá!

Sei que vc já teve o Gabriel e eu não tenho filhos, mas vou falar o que a minha mãe passou.
Somos 3 irmãs e quando a minha mãe engravidou da minha irmã do meio(eu sou a mais velha), minha mãe conta que eu não falava com ela, não aceitava dengo, afago e nem um copo d'água. Só aceitava falar com meu pai. Ela tentou de tudo, mas nada deu jeito. Sabe o que funcionou? A minha irmã nasceu e eu descobri que a amava. Continuava sem falar com a minha mãe, mas dava mamadeira para minha irmã quando minha mãe não conseguia. Não era pedido que o fizesse, mas gostava de bebês.
Acredito que seu sobrinho vai vencer esse ciúme porque criancinhas geralmente adoram bebês. A convivência vai gerar a cumplicidade e a curiosidade adorável que eles tem também!

Boa sorte! =**

Anônimo disse...

Oi Luciana, sou mãe de 3 e sei bem do que está falando. Tenho uma irmã psicóloga e vou te repassar o que ela me orientou quando passei por isso. Bom, como já sabe, o Felipe tem ciúmes de toda essa atenção voltada à chegada do bebê, o Gabriel, e tem medo de perder o espaço conquistado dele na família. O fato de ser um outro menino ajuda, já que pelo visto ele era o ùnico "homenzinho". O que se tem a fazer é ter calma e explicar a ele o que representa a chegada do Gabriel para vocês e o porquê dessa atenção toda. Falar sobre a fragilidade do bebê, mostrar que ele é maiorzinho e mais "independente", não precisa mais mamar, ser trocado as fraldas e essas coisas, diferente do Gabriel. Também é legal aproximar ele do Gabriel, falar que eles vão poder brincar juntos quando o Gabriel tiver a idade dele, jogar bola, será um amiguinho...E procurar não deixá-lo se sentir abandonado, fazendo eligios a ele, carinho, que é oq tem sido feito como o que vc descreveu.É importante também demonstrar que esse comportamento dele não te deixa feliz, para que fique claro a ele que não é um comportamento a ser mantido, porque ele pode entender, que agindo assim, ele recebe atenção. Estão no caminho, o importante é ter paciência, que ele com certeza vai curtir muito o priminho. Só uma coisinha, não deixe com que presentes, como o dinossauro, se tornem comuns ok? Senão o Felipe vai chantagear. ;)

Apple Smith disse...

Thank you! I have to thank you for the efforts you’ve put in penning this site.I really hope to check out the same high-grade blog posts by you later on as well. In truth, your creative writing abilities has motivated me to get my own website now !
unblocked games |
unblockedgames
unblocked games
friv4school |
friv 4 school
cops and robbers
top tetris games
monster high games
kizi2
kizi 2

Friv4 Games Online disse...

Great! Thanks for sharing the information. I like this information. Keep posting
happy wheels demo | friv4school | happy wheels game | girls go games | games 2 girls | happy wheels 2

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???