sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010



Semana


Organização de maquiagem!

Hoje quero dar umas dicas de organização, para aproveitar essa minha "vibe Amelia".Eu tirei tantas coisas do meu armário, que estou com várias prateleiras vazias (estou louca para enche-las novamente, se é que vocês me entendem).

Como vocês podem ver, eu gosto muito de usar caixas no meu closet. Todas estão devidamente etiquetadas, porque ninguem merece ter que abrir cada caixa, para poder se lembrar do que tem dentro dela.

Também procurei separar as roupas por cores e estampas: camisas brancas, pretas, listradas, etc... E só porque estava realmente dentro do espírito bata borralheira, separei ás camisas até pelo comprimento da manga. Agora, quanto tempo isso vai durar, eu não sei.

A arrumação ocorreu em doses homeopáticas: um dia uma gaveta, outro dia uma prateleira... Isso porque encarar um armário inteiro de uma vez só é de desanimar qualquer cristão.




Daí eu passei para as maquiagens e copiei essa idéia do Koren (procurem no You Tube "Encore Makeup").

Ele está usando esses cabides porta-bijoux como porta-cílios postiços. Só que ele tem zilhares e eu não. Como sobraram vários bolsinhos, adaptei outras miudezas como pinças, tesourinhas, tattoo de pele, pigmentos, sachets de amostras grátis, cotonetes... Depois eu pendurei no meu banheiro. As coisas ficam organizadas, protegidas e à mão.




Do outro lado, existem bolsinhos maiores. Eles acomodam absorventes muito bem. Neste local é possível encaixar também palhetas finas de sombras ou remédios (você pode etiquetar os bolsos da frente e colocar seus remédios lá também. Escreva: analgésicos, anti-histamínicos, antibióticos, etc...).




E você tem a opção de dobrar e colocar dentro da mala, se quiser viajar. É super prática. Fica bem fina e quase não ocupa lugar na mala. Ou então também pode dobrar e guardar numa gaveta, caso não queira pendurar no banheiro. Mas aí começa a dar trabalho.




Tem também a dica da caixa do bombom Ferreiro Rocher. Aproveitem que a Páscoa está chegando. Como a caixa é bem fininha, cabe na maioria das gavetas. Você pode guarda-las fechadas para empilhar, ou abertas. Nesse caso você ganha dois compartimentos.




Outra dica óbvia é usar o organizador de talheres (esse de acrílico eu comprei na Tok & Stock) para colocar seus lápis, máscaras ou até mesmo pincéis.

Esse é bom porque tem tampa, o que me permite aproveitar o espaço sobre ele.

Cada compartimento tem uma função: lápis de boca, de olhos...









Por fim, uma coisa que muitas de nós usamos é o bom e velho gaveteiro plástico. Os meus, eu coloco numa prateleira, um ao lado do outro.


Dessa forma, a maquiagem fica razoavelmente protegida da umidade. Eu escolhi guardar meus pincéis na primeira gaveta e as bases e corretivos na segunda.
Eu tenho vários gaveteiros desses e guardo de tudo neles: Bobs de cabelo, arcos, grampos, elásticos, presilhas...
E no escritório, eles são muito úteis também.
Só acho que devemos escolher um modelo e comprar vários iguais, para que visualmente, o local fique uniforme e bonito.



Ganhamos 67 novos leitores REAIS


Aqui no "Minha Pele" todo mundo é importante!
Portanto, sejam todos muito bem vindos!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Usei e amei: Mousse Vital Care


Marina me perguntou:
"Lú!
Você tá linda e seu cabelo mais ainda. Você se importa em dizer qual o produto que você usou para fixar o efeito dos bobs após retirá-los. É que nada pega no meu cabelo...
Beijos "
Marina, seu problema é parecido com o meu. Como o meu cabelo é muito fino, quando resolvo fazer rolinho, os cachos (ou ondulados, dependendo do efeito desejado) não duram duas horas. O cabelo fica todo murcho. U-Ó
Então eu descobri essa mousse Vital Care, que promete uma fixação de 18Hs. Bom, eu não fiquei esse tempo todo com o produto no cabelo, mas umas dez horas ele segurou sim.
Outra coisa: vocês sabem que eu sou chata com os cheiros das coisas. Oreciso dizer que essa mousse tem um perfume delicioso. O cabelo não fica com aquele aroma de laquê, de produto químico. Vale a pena usar essa mousse, tanto é que decidi transformar sua pergunta em post.
Acho realmente que vai ajudar a muitas pessoas.
Minha mousse custou R$30,50 (ainda está com a etiqueta) e foi comprada na farmácia Top Quality, mas você encontra pesquisando na Internet.
Tomara que funcione para você como foi para mim.
Beijos!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Para onde eu fui? Camarote na sapucaí!

Eu só ia colocar este post no ar amanhã, mas não aguentei!!!!

É que meu sábado foi tão maravilhoso, que eu pre-ci-sa-va compartilhar com vocês.

CHEGA DE ARRUMAR ARMÁRIO, GENTE!

Quase todos os anos sou presenteada por pacientes e/ou amigos com entradas para alguns dos camarotes mais badalados do Rio.
Eu adoro, porque não sambo e nem bebo, mas tenho olhos que adoram assistir a um bom espetáculo.
E também não acho nada ruim a boa vida que levo nesses camarotes.
É tão bom ter um banheiro limpo à disposição, bebidas geladas, ar condicionado, cadeiras com almofadas...

Quando tive o desprazer de acompanhar meu marido à um bloco lá em Ipanema, nem andar eu conseguia.

E conseguir ver essas maravilhas bem de pertinho nos deixa com muito orgulho de sermos brasileiros. E cariocas!






Quanta saúde!
Benza Deus!



Aqui, uma foto do camarote de uma maneira geral. Tudo gostosinho, limpo e confortável.










Essa foto eu tirei para as minhas leitoras do blog para mostrar que nós mulheres também temos nosso momento-colírio na avenida!





Eu e meu marido.








Minha família.






Tive até um momento "Dra.Princesa da Bateria" ("Rainha da bateria" seria pedir demais, não é?).
Fiz amizade com o porteiro que tomava conta do acesso ao recuo das baterias e várias vezes tirei fotos com os músicos. Amey!


















Eu e a bateria da Grande Rio! Pena que eu precisei colocar essa camisa amarela horrorosa escrito "SERVIÇO".
Minha realeza caiu por terra.
Meu marido não estava por perto nessa hora e eu caí na gandaia.











Nesta foto vocês conseguem ver melhor os detalhes do cabelo.



























Tirei o sapato para que ele não caísse sobre as cabeças das pessoas que estavam nas frisas.
Foi muito bom!













Quem fez?

Quase acertou quem imaginou que o Gilles teria feito a minha maquiagem. Estou com saudades dele, e como ele sempre acertou comigo, eu não teria motivos de procurar outra pessoa. Se não fosse por um pequeno detalhe: ele está de férias!
Fiquei chateada ao constatar o fato e me tornei uma órfã de maquiagem, por assim dizer. Precisei encontrar uma outra pessoa talentosa e simpática. Fazer isso normalmente já não é fácil. E pagar por isso, menos ainda.

Marquei uma hora em um salão badalado, mas algo estava me incomodando. O salão tratava o tal novo maquiador com uma reverência que só chefes de estado recebem.
E vamos combinar, eu não suporto gente besta.
Precisei passar na MAC para comprar um presente e me veio a luz: perguntei se alguma das vendedoras conhecia alguma maquiadora que fosse em casa. Para minha sorte, a Marcella (essa moça simpática da foto) estava lá e gentilmente se ofereceu.

Eu senti uma energia boa vindo dela e resolvi me arriscar. Claro que fiquei com mil grilos na cabeça: será que ela vai me dar o cano? Vai ser pontual? A maquiagem ficará legal?

Para início de conversa, ela foi completamente pontual! Eu sou muito chata com isso. Nota 10!
Enquanto fazíamos a maquiagem, batemos papo e nem senti a hora passar.
Fica essa dica para as cariocas que precisem de uma personal-maquiadora da MAC.
A Marcella trabalha na MAC do Fashion Mall e me cobrou R$150,00
Recomendo!

O cabelo: fiz uma escova no salão do meu prédio mesmo. Depois da escova (usando uma mousse para dar textura ao cabelo), coloquei rolinhos (e fiquei a cara da D.Florinda).
Mas quem penteou o meu cabelo e fez esse topetinho, foi minha amada mãe. Como diz a Lara, "a vovó é especialista em fazer penteados". Difícil foi fazer a Lara desgrudar do penacho da minha cabeça que comprei na Fizpan (gastei os tubos!).
Meu vestido, eu comprei na Zara.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Amanhã eu conto...



... quem fez minha maquiagem, para onde eu fui, como ficou meu cabelo, qual era minha roupa, com quem eu estava e o mais importante: SE EU ME DIVERTI HORRORES!!!
Beijos!

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Eu recomendo: Invictus


Tive uma adorável surpresa com esse filme que, admito, inicialmente não me deu muita vontade de assistir. Falei para o meu marido que Invictus era nome de desodorante e não de filme.
Bem, eu não vou contar o filme aqui para não estragar a surpresa de ninguem, mas vou postar o poema lindo que o Mandela lia na prisão e que serviu de estímulo para ele prosseguir.
Espero que gostem!
INVICTUS
por William Ernest Henley, tradução por Matheus Sukar
"Noite à fora que me cobre
Negra como um Breu de ponta a ponta,
Eu agradeço, a sejam quais forem os deuses
Por minha alma inconquistável.
Nas crueis garras da circunstância
Eu não fiz cara feia ou sequer gritei.
Sob as pauladas da sorte
Minha cabeça está sangrenta, mas não abaixada.
Além deste lugar de raiva e lágrimas
É iminente o Horror da escuridão,
E ainda o avançar dos anos
Encontra, e deve me encontrar, sem medo
Não importa o quão estreito seja o portão,
O quão carregado com castigos esteja o pergaminho,
Eu sou o mestre de meu destino;
Eu sou o capitão de minha alma."
BOM SÁBADO PARA TODOS!!!!!!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Como eu passei o carnaval:


Marido trabalhando, Lara viajando... sobrei!!!
Só precisei sofrer um dia na folia e nem deu tempo de fazer aquela maquiagem prometida. Fui de cara lavada mesmo e quase enfartei (mais pela falta de maquiagem do que pela muvuca propriamente dita). Nos outros dias, me dediquei a arrumar o armário. Odeioooo!!!!
Ainda não acabei de arrumar tuuudo, mas estou quase lá!
Dá uma sensação de leveza limpar o armário e retirar tudo aquilo que não usamos há séculos! Eu ainda tinha roupas de adolescentes por puro apego. Enfim, agora vou iniciar a distribuição.
Carnaval mesmo eu vou curtir no sábado, e nem vai ser sacrifício. Depois eu conto mais! Beijos e bom restinho de preguiça!

Atendendo a pedidos: manchas na virilha e axila


Meninas, o recado de hoje é para todas as meninas que pediram que eu desse uma continuação ao post da assadura das virilhas. Muitas pessoas se queixaram da existência de manchas escuras na virilha e axila.
Gente, o caso é o seguinte. Só o médico ao vivo poderá determinar a causa exata das suas manchas, isso porque existe uma patologia chamada acantose nigricans (na foto, reparem que a lesão pode ter aparência aveludada), que está associada à obesidade, diabetes, resistência à insulina, uso de determinados medicamentos (como corticóides e estrógenos), carcinoma gástrico e outras síndromes.
Agora, se a causa da mancha escura for realmente o atrito, seja por conta de se ter coxas ou braços grossos ou por atrito com métodos de depilação (cêra, lâmina ou cremes depilatórios), independente do tratamento empregado (e podem ser vários), a mancha não vai sumir enquanto não for retirado o fator causal, ou seja, o atrito.
Você pode investir uma grana preta em lasers (o de depilação ajuda MUITO, luz pulsada também), peelings (eu não recomendo no caso de manchas por atrito, pois vai deixar a pele ainda mais sensível), cremes clareadores, etc, que não verá resultados se não mudar seus hábitos: emagrecer, mudar o estilo de vestuário, o método de depilação (que deverá ser ou por linha ou por laser)... No caso da acantose nigricans, ela também pode melhorar bastante, mas se não houver um controle da causa, você verá poucos resultados.
Por último, um aviso importante. Estive lendo pela internet o que as pessoas andam "receitando" para manchas entre coxas. Tem uma receita com vinagre, bicarbonato e limão circulando por aí.
NÃO FAÇAM ESSA RECEITA NEM PARA TIRAR O PAI DA FORCA.
O limão pode causar um tipo de mancha chamado fitofotodermatose, já falado aqui no blog. Mesmo que a pessoa use a mistura à noite, tome um banho e retire pela manhã, mesmo que não se exponha diretamente ao sol, ainda assim pode vir a desenvolver a fitofoto.
E então você ganhar outro problema que demora um tempão pra sair...

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Alopécia areata


Essa é uma das doenças mais cruéis da dermatologia, na minha opinião. Não dói, não arde, e tirando as possíveis associações com outras doenças auto-imunes, não acarreta risco de vida para o paciente.
Porém, apresentar uma placa de alopécia no meio da cabeça, e algumas vezes em todos os pêlos do corpo, limita a pessoa psicologicamente e algumas vezes socialmente. Existem vários subtipos da alopécia areata. Tive uma paciente adolescente com um subtipo chamado "alopécia areata ofiásica", que é a alopécia acometendo a área marginal da cabeça e presenciei a tortura psicológica que essa menina passou porque não queria usar peruca na festa de casamento da irmã. Na opinião dela, o uso da peruca seria admitir o fracasso do tratamento. Expliquei que a peruca seria algo temporário, pois o tratamento da alopécia areata pode ser longo.
Falando assim, a falta de cabelos parece um problema insignificante perto de outras doenças como câncer, diabetes, aids, etc... mas só quem sofre de alopécia areata sabe como é difícil. Até porque, as modalidades de tratamento nem sempre surtem o efeito esperado.
"A doença se caracteriza pela queda repentina dos pêlos formando placas circulares de alopécia ("pelada"), sem alteração da pele no local, que se apresenta sem qualquer sinal inflamatório. Pode atingir o couro cabeludo e também outras regiões como a área da barba, supercílios, cílios ou qualquer outra região pilosa.
A "pelada" pode ter remissão espontânea ou tornar-se crônica, com o surgimento de novas lesões e evolução para a alopécia total, que atinge todo o couro cabeludo e até mesmo para a alopécia universal, quando caem todos os pêlos do corpo. Estes casos são de controle mais difícil.
Geralmente, a doença não se acompanha de nenhum outro sintoma. A repilação pode ocorrer totalmente em semanas ou meses e, algumas vezes, os pêlos nascem brancos para depois repigmentarem. É comum ocorrer a recidiva das lesões. "
FONTE: DERMATOLOGIA.NET
A alopécia areata acomete aproximadamente 1% a 2% da população e afeta ambos os sexos, todos os grupos raciais e pode surgir em qualquer idade. Quando existe algum outro sintoma, geralmente as pessoas se queixam de prurido ou queimação que precedem o aparecimento das placas.
"Em 10% a 42% dos casos, há outras pessoas na família com o mesmo problema. Diversos genes têm sido implicados na suscetibilidade à alopecia areata; eles provavelmente interagem com fatores ambientais, como o estresse ou a presença de microorganismos, para disparar uma resposta imunológica anômala que lesa o folículo piloso.Em 20% a 30% dos casos a alopecia está associada com outras enfermidades de natureza imunológica: tireoidites, diabetes, lúpus, vitiligo, etc. Rinites e outras condições alérgicas são encontradas em mais de 40% dos pacientes.
A história natural da doença é extremamente variável. Durante a vida, podem ocorrer diversos episódios de queda, seguidos de recuperação parcial ou total do cabelo perdido. Pode haver queda num local e crescimento em outros; mas, a perda também pode ser irreversível.Quando o cabelo volta a crescer, geralmente é branco e fino para depois adquirir cor e consistência normais. Com ou sem tratamento, crescimento parcial ou completo deve ser esperado dentro de um ano, nos casos de alopecia em placas."
FONTE: DR. DRAUZIO VARELLA (AMO!)
"Alguns estudos sugerem que o estresse emocional contribua para o surgimento da alopecia areata, dada a observação de que traumas emocionais precedem o processo e da ocorrência de alta prevalência de alterações de ordem psíquica nos doentes. Por outro lado, existem estudos demonstrando não haver qualquer participação dos fenômenos emocionais no desenvolvimento da alopecia areata(...).
Nas alopecias areatas, particularmente nas formas mais graves, podem ocorrer vários tipos de alterações ungueais sendo a forma mais freqüente de onicopatia a presença de depressões cupuliformes que podem ser tão intensas, que produzem verdadeira traquioníquia. Podem ainda ocorrer sulcos longitudinais e transversos, coiloníquia, onicólise, onicomadese, onicorrexis, paquioníquia, leuconíquia puntacta ou transversa e lúnula avermelhada. As alterações ungueais são mais freqüentes em crianças (12%) em relação aos adultos (3,3%). A prevalência das alterações ungueais é maior nas formas mais graves, 15,4% na alopecia areata universal, 3,7% na alopecia areata total e 2,25% na alopecia areata em placas. As alterações ungueais podem preceder, acompanhar ou suceder as lesões de alopecia (...)"
FONTE: ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA / Evandro A. Rivitti (amo também!)
"São vários os tratamentos utilizados na alopécia areata e a característica clínica de cada caso é que determinará qual deles deve ser utilizado. As medicações utilizadas podem ser de uso local ou sistêmico e a duração do tratamento vai depender da resposta de cada paciente. O diagnóstico e o tratamento da alopécia areata deve ser feito por um médico."
FONTE: DERMATOLOGIA.NET

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Blog é contagiante!


Uma ex-aluna minha fez um blog! Está fofo e estou super orgulhosa. A saber:
Renata, dona do http://chosesdepeau.wordpress.com/ (nome phyno, repararam?)
Achei legal também o fato de que poderemos manter contato uma com a outra.
Boa sorte, Renata!
MOMENTO-MICO: pessoal, confundi as Renatas. A Renata dona do blog Choses de Peau foi minha amiga da turma de dermato. A Renata que eu pensava que ela era, foi uma ótima aluna minha que terminou o curso no ano passado. Acontece muito isso comigo, muito provavelmente pelo volume de pessoas que conheço ("ou por ter memória de pombo", como diria meu irmão).
Enfim, independente de qualquer coisa, o blog está ótimo!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Ainda não usei, mas tenho fortes suspeitas de que vou amar: Heliocare Silk Gel FPS 30


Outro dia, eu estava na farmácia (adoro!) e olha que surpresa eu tive: um novo protetor solar para peles oleosas!!! Só Deus sabe o quanto precisamos disso!
O caso é que nossos representantes de laboratórios estavam de férias, e só começaram a retornar aos consultórios no fim de janeiro, início de fevereiro. Como lá na clínica atendemos aos representantes com horário marcado, ainda não chegou o dia de eu conhecer pessoalmente o Heliocare Silk Gel da Melora. Mas a paquera começou.
Estou louca para sentir o cheiro (uma das melhores características do Heliocare é o cheiro), a textura (hello?? SILK?? Deve ser muito bom!), a espalhabilidade, enfim... estou querendo sair da paquera e partir para a ação. E ver se ele vale os R$130,00 em média que as farmácias estão cobrando. Os outros protetores Heliocare valem cada centavo.
E você, usou antes de mim? Se usou, me conta!
Informações do produto retiradas do site da Melora:
"Descrição: Fotoproteção que reduz e controla a oleosidade da pele.Indicado para peles oleosas e com tendência à acne.
Composição: Filtros químicos e físicos (Z-Cote, Uvinul), Extrato de Polypodium Leucotomos (EPL), Chá verde, Fitoesfingosina."
TEM UM POST ÓTIMO NO TRENDY TWINS SOBRE O HELIOCARE!!!

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Dica para evitar assaduras nas coxas durante o carnaval!

Quem tem as coxas grossas (independente da "grossura" acontecer por excesso de músculos ou gostosura) sabe como esse problema é chato. No carnaval, é uma situação muito frequente, porque as pessoas frequentam blocos, têm tempo de dar longos passeios, tudo isso usando pouca roupa e suando bastante.
O resultado dessa soma: fricção + suor = assadura, e em alguns casos ocorre até uma queimadura. Arde muito! E compromete o carnaval de quem gosta de curtir uma folia. Para evitar entrar nessa cilada, anote essas dicas: # Se possível, evite camilhar longas distâncias com roupas muito curtas como saias, shorts e até biquine. Precisa existir uma "parede" entre as duas coxas para não haver atrito.
# Se usar uma roupa curta realmente for muito importante (eu sou mulher e conheço a necessidade desse tipo de vestuário), você pode usar aqueles talcos antitranspirantes para os pés (isso mesmo, pés!) entre as coxas. Elas vão deslizar que é uma beleza! Aí você pode me dizer: ah, mas vai ficar tudo branco e eu vou me sentir uma vovó!
Na hora da aplicação, fica tudo branco mesmo, não vou mentir. Mas à medida que você espalha o produto, ele vai sumindo. E você sente essa sensação de bem estar durante um tempão! Mas se a sua pele for mais morena, e você realmente achar que o local está mais branco que o resto das pernas, pode e deve usar um pó bronzeador com um pincel por cima do talco.
Você não deve usar base, nem nenhum produto cremoso, porque o talco vai perder o efeito.
# Outra coisa que você pode tentar, é usar um shortinho de cotton por baixo da roupa. É legal porque até permite uma proteção extra contra mãos exploradoras que brotam no nosso corpo durante a passagem de um bloco. E estiver menstruada, ajuda a segurar o absorvente no lugar.
# Ventilação e umidade. A região entre coxas precisa estar seca e ventilada. Dê umas pausas para se ventilar de vez em quando. Vá a um banheiro, seque as coxas com papel higiênico, reaplique seu talco, dê uma abanadinha e volte para o bloco!
# Quando o estrago estiver instalado, geralmente uma pomada para assaduras de bebê já alivia bastante. Mas se a região tiver bolhas, coçar intensamente ou existir lesões satélites fora da área principal da assadura, procure o seu médico.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Hoje eu vou assim...


Eu detesto carnaval. Não sambo, não bebo, não gosto de gente suada encostando em mim... enfim, sou um pé no saquinho.

Mas meu marido ama. E fica frenético com carnaval. Resultado: eu tento acompanha-lo para não dar chance para as periguetes de plantão. Como nada nessa vida é completamente bom ou ruim, eu tento aproveitar o carnaval para colocar em ação minha sede de peruagem ilimitada. E procuro sair com maquiagens e penachos no cabelo que eu jamais usaria em outra época do ano. A não ser, claro, numa festa à fantasia.

Hoje de manhã, eu estava dando uma olhada no You Tube para ver se a inspiração chegava e encontrei o vídeo dessa moça, em português, com uma maquiagem que deverei fazer mais tarde na minha pessoa. Depois mostro as fotos para vocês!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Vida pink: meu primeiro esmalte rosa chiclete!


Gostei da cor, achei alegre, diferente, boa para fugir do vermelho de sempre.
Mas cansa, sabe?
Dois dias depois, eu não aguentava mais olhar para as unhas. Foi uma boa pedida para o carnaval, mas para o consultório achei despojada demais. Durou uma semana e o brilho manteve-se intenso. Bom esmalte.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

O Luto e o Problema




Mudando de assunto...

Estou com um problema. Talvez vocês possam "nos" ajudar.
Tenho uma paciente idosa, que, sem querer, manipula algumas lesões em seu tórax com as suas unhas. Resultado: as unhas acabam infectando o local. Ela repete o processo várias vezes por dia, e não coloca a mão lá de propósito. Algumas vezes, ela põe a mão no tórax ao mesmo tempo em que me promete nunca mais repetir a ação. Com isso, precisa ficar usando antibiótico o tempo todo.
Claro que ela está também com leve déficit neurológico. Enfim, o que fazer? Engessar a mão dela? Colocar uma luva de boxe, uma camisa de força? Eu jamais tomaria alguma dessas decisões drásticas e desumanas. Se fosse uma lesão somente, eu faria um curativo que permitisse a lesão "respirar", mas ela tem várias espalhadas, uma longe da outra.
Uma pessoa sugeriu usarmos nela uma blusa de gola rolê. Mas nesse verão... tadinha! Outra sugeriu que ela fique apertando aquelas bolas anti-stress, o que seria uma boa opção se ela fizesse essa manipulação intencionalmente.
Ontem à noite passei umas boas horas pensando na solução do problema. Claro que já pedi que cortassem as unhas dela bem curtinhas, "no sabugo", para evitar que ela se machuque muito. Será que existe no Brasil dedeiras de silicone para os dedos das mãos? (eu sei que existem para os pés)

Eu percebi que existe também um componente psicológico no meio de toda essa confusão. Já sugeri mil atividades para distraí-la (todas foram recusadas), a família dela é presente, amorosa, atuante e ela tem um time de médicos (incluindo eu) tomando conta.
Por favor, se tiverem alguma idéia, vou agradecer imensamente!
obs. Deviam incluir um capítulo chamado: "Como fazer seu paciente parar de se cutucar" nos livros de dermatologia.

Maquiagem "bom-dia"


Essa eu nunca tinha visto. como diz minha amiga Bárbara, "morro e não vejo tudo"! Super legal a idéia dessa moça de usar uma espécie de estêncil para fazer um risco perfeito nos olhos, nas pálpebras superior e inferior. Adorei! E é super fácil copiar. Como? Todo mundo tem uma velha radiografia em casa. Desenhe o formato de seu olho com uma caneta que escreve em CD, recorte e use conforme o vídeo mostra.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Maquiagem de carnaval:


Separei esse vídeo porque achei uma boa opção para quem não está com tempo/ paciência / dinheiro de comprar ou fazer uma fantasia de carnaval. Coloque um short e uma camiseta branca, faça essa maquiagem e pronto! Vai chamar muita atenção. Lembrem-se, no carnaval pode tuuuudo. Essa maquiagem é boa para ser feita também em crianças.

Giulia & sua escova-cópia


Só consegui entregar a escova da Giulia neste último fim de semana, porque a agenda social dela é mais atribulada que a da Carla Bruni e do Obama.
Ela adorou, lógico (foi treinada para isso), e resolvemos tirar essa foto porque, por acaso, ela também estava com um laço de bolinhas. Não foi combinado, juro! Pena que o da Giulia era preto.
Também esqueci de tirar uma foto dos cílios maravilhosos dela. Fica para a próxima!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Vida pink: kit Cristal da Mundial


Encontrei por acaso na Renner e me apaixonei! Não foi nada barato, mas esse kit é muito fofo.
O alicate (ainda preciso mandar amolar, porque não vem bem amolado) tem um cristal rosa fofo, que dá o maior charme! A lixa toda poderosa, com certeza vai chamar a maior atenção! E mais: é aquela lixa de polir unhas, já falada aqui no blog. Agora, não gostei da espátula de empurrar a cutícula.
Parece ser de metal, mas é de plástico. Além disso, na minha opinião, deveria ser no mínimo rosa, para dar o toque final ao conjuntinho. Enfim, nada é perfeito. Agora, só estou com medo que esses cristais resolvam cair. Aparentemente, parecem ser resistentes. Veremos.
Em tempo, a Mundial inventou vários outros kits fofos: todo dourado, com bolinhas...
É bom saber que estamos aprendendo agradar às consumidoras brasileiras!

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???