quinta-feira, 12 de agosto de 2010

"Irritando Luciana"... no prédio onde ela mora


Tudo bem, eu não posso reclamar. Meu prédio é legal e meus vizinhos de porta são ótimos (do tipo que oferecem o bolo de chocolate que acabaram de assar; eu jamais faria isso, pois sou muito egoísta quando se trata de bolos de chocolate).

Mas essa semana aconteceram três eventos independentes que me motivaram a escrever este post.

Tudo começou na segunda-feira. Chego em casa, cansada, louca para me deitar na cama, quando me deparo com um carro marrom-diarréia (nunca vi uma cor de carro mais feia na minha vida, era quase um caramelo) na minha vaga da garagem. Vaga essa, que conseguimos a duras penas, participando de um sorteio que se estendeu para além da meia-noite numa reunião de condomínio.

(Você odeia essas reuniões? Eu adoro. Me divirto horrores vendo as pessoas discutirem por tão pouco. É como assistir ao programa do Ratinho. Só que ao vivo.)

Voltando ao assunto. Dentro da minha ingenuidade, nem cogitei que algum vizinho sem noção tivesse deliberadamente estacionado na vaga principesca alheia. Achei que meu marido havia trocado de carro, após um surto psicótico. Subi para nosso apartamento decidida a brigar com ele. Foi quando eu descobri o que tinha acontecido.

Agora me respondam: porque uma pessoa faz isso? Pedimos educadamente para que nosso porteiro interfonasse para o infeliz alertando-o sobre o fato. Na verdade, minha vontade era de fazer o cara descer imediatamente para tirar o carro-alegórico da minha vaga, mas era tarde da noite e lamentavelmente, eu tenho um pouco de educação.

Na terça, bem na hora em que estava escovando os meus dentes, começo a escutar uma gritaria, com detalhes picantes da vida de um casal. Esses prédios tem umas colunas de circulação de ar que funcionam como verdadeiros telefones sem fio. Ok, fui fofoqueira, mas ainda que eu tapasse os ouvidos, não tinha como não ouvir. Parecia que a mulher estava do meu lado.

Isso já aconteceu outras vezes, numa delas achei que eles estavam trocando sopapos, pois eventualmente escutava um pleft. Em outra, meus vizinhos de varanda tiveram uma briga tão feia, que rolou malinha na porta e tudo. Meu marido disse "ele está blefando, duvido que vá embora". E, de fato, depois os dois fizeram as pazes e hoje nasceu até um filhinho. Que já está andando.

Fico pensando em outros tipos de ruídos que as pessoas escutam. Impressionante como se perde a privacidade quando se mora em prédios. O que me leva diretamente ao que aconteceu na quarta-feira.

Cheguei em casa, ainda era dia. Minha secretária do lar havia faxinado o quarto e abriu as cortinas e janelas para arejar o ambiente. Adoro luz ambiente. Deitei na cama e logo quando fui me espreguiçar, olho para a janela e tomo um mega-blaster susto! Tinha uma espécie de homem-aranha pendurado na minha janela, fazendo consertos na fachada do prédio. Agora, pensem comigo: já imaginaram se eu tivesse fazendo coisa pior? Não pensem besteira, estou falando de, sei lá, arrumar a gaveta de calcinhas. São coisas que fazemos quando ninguém está pregado na sua janela espiando!
Imediatamente fechei a cortina na cara do homem, que ainda me deu um tchauzinho!

Era para ter um aviso sobre esse tipo de conserto pregado em letras garrafais no elevador!

Outras coisas que me irritam em condomínios:

# Pessoas que trazem toda a família, incluindo sogras, cunhados, etc, para fazer "farofada" na piscina do prédio.

# Crianças que batem na sua porta querendo fazer abaixo-assinado. Ou pedindo dinheiro pra fazer algo que só interessa a elas.

# Vizinhos barulhentos, mal-educados, que pegam o elevador três segundos na sua frente e apertam o botão para fechar a porta e te impedir de entrar.

# Gente que tem cachorro, onde o canino: a) fede; b) late como um desesperado; c) anda de elevador social babando na sua perna; d) faz suas necessidades dentro do prédio e o dono não limpa imediatamente; e) tem um dono que não se manca (Uma vez, eu estava cheia de compras num elevador de serviço, incluindo carnes, muitas carnes. O elevador parou no térreo e um cara com um cão enorme, de sei lá que raça, resolveu subir junto. Preciso contar o desfecho da historia? E a culpada ainda fui eu, que não avisei sobre o conteúdo das sacolas. Ex-sacolas.)

# Tem um cachorro que mora no apartamento em cima do que eu moro. Quando ele corre, parece que tem um monte de caranguejos invadindo a minha casa.

# Fofoca. Tudo bem, eu escuto a gritaria. Mas não passo adiante. A não ser, claro, para os leitores do meu blog.

# Síndico mala, ou ausente, ou pior: participativo demais. E as brigas na hora da votação do novo síndico? Eles fazem chapa e tudo, parece eleição para presidente da república!

# E o porteiro que entrega suas multas sempre com um sorriso no rosto? Já repararam?

# Para terminar, o golpe de misericórdia: a caixinha de final de ano, onde você tem que deixar uma grana e ainda escrever ao lado quanto deu e o número do seu apartamento. Acho isso o fim da picada. Dá quem quer, quem pode, o quanto pode e de preferência, sem fazer alarde sobre o fato.

67 comentários:

Íris disse...

Moro em apartamento desde que nasci e posso ser sincera???

Me identifiquei com tudoooooooo

Adicionaria + um ítem na lista de coisas que odeio!!!

Gente de papo segurando porta do elevador aberta enquanto você está hiper atrasada!

Não sei se é pior quando fazem isso quando você ainda está no seu andar esperando, ou quando você já está dentro do elevador! Afeeeeeeeeeeeee

Vicky disse...

E eu passei a vida reclamando porque sempre morei em casa. Até o prédio onde moro agora, meu apartamento nao é "no prédio", mas ao lado, no mesmo terreno do condomínio, só que totalmente independente. Meu marido sempre diz que dá para tocar guitarra sem os vizinhos reclamarem. Por precaucao, quando me mudei pra cá, barrei a entrada da guitarra.

Léa Daltio disse...

Eu sempre morei emcasa, com quintal grande, acho que nao me adaptaria a prédio. Apesar de ser bem mais seguro que casa, eu ainda prefiro cas com quintal.
adorei o post.
beijos

Nathalia disse...

é exatamente isso, Luciana!! impressionante. no apt acima do meu tem uma família muuito esquisita. Pelo menos 1 vez por semana é um tal de puxar moveis depois da meia noite que ninguém consegue dormir (fico me perguntando pq eles arrastam tantos moveis de madrugada, meu deus!) e a filha adolescente ainda toca piano as 3h da manhã!..tem tanta gente desprovida de bom senso nesse mundo...

Sol disse...

hahaha .. no apto acima do meu tem uma criança de 3 anos, senhor, não sei o que ele tanto derruba, mas as vezes penso ser um bujão de gás (sendo que temos gás encanado)...kkk
Tenho uma bulldog, a Theodora, mas sou uma "mãe" consciente: não entro no elevador qdo tem outras pessoas carregando algo (se bem que ela é educada), e sempre pergunto se a pessoa se importa se entro com ela! Procuro fazer o máximo para não encher o saco alheio (BULLDOG NÃO LATE!!!) Afinal se todos pensassem assim, o convívio seria ótimo!!

Anônimo disse...

Ei Lu!

Descobri o seu blog há pouco tempo e desde então dou uma passada aqui todos os dias... viciei.. rsrsrs

Gostaria de saber para q serve a substância "green tea" (se puder responder)...

Lidiane Rezende disse...

Princesa, ainda bem que moro em casa!!!
Que coisa horrível, hein. Agora imagina quem mora no Edifício Copan em São Paulo que tem "somente" 1.160 apartamentos. No freaking way!!!

Paula disse...

Hahahaha
Moro em apartamento desde que nasci. E é assim mesmo...todos os dias, na hora do almoço, escuto dois irmaos gritando o tempo todo e a mãe junto: "fulano vai tomar banho!!" "mae fulana me bateu!!" "entra no banho agoraaaa"... Meu Deus, ja pensei ate a chamar o conselho tutelar de tanto que as crianças gritam e choram... eu hein...
E o pior é, alem de umas pessoas nao segurarem a porta do elevador, essas coisas, é : voce entra no elevador, da bom dia/tarde/noite e a pessoa vira a cara, é como se nao tivesse ninguem ali. Que falta de educação!!! Ou entao voce segura a porta do elevador/portao para seu vizinho entrar/sair e ele passa como se fosse sua obrigação ficar abrindo portas, é mole??!! Digo logo um DE NADA bem aaallto para todo mundo ouvir e a pessoa ficar sem graça mesmo! Minha mãe quase morre coitadinha, mas ué, se ninguem usa a educação que seus pais supostamente deram, porque eu tenho que ficar indiferente, nao é??!!
Mas adorei o post, ri bastante e me vi em quase todas as situações haha
Bjss

Chris Luchini disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk... Vc é muito engraçada!!!!
Já passei por o tudo isso, inclusive a inundação de carangueijos e por algo pior, o apto era alugado e o dono colocou à venda, vc pode imaginar pessoas estranhas entrando da sua casa? Pior ainda foi que o apto foi vendido e o novo dono passou a levar pintor, encanador e outras pessoas sem noção que adoravam falar alto quando minha filha de 5 meses estava dormindo e eu é que fiquei de inquilina chata!!!
Hoje moro na MINHA tão sonhada casa!!! ufa!!!

taisatencio disse...

Luciana de Deus! Esse seu post teve a minha cara! rs
Semana passada cheguei no meu predio e a vizinha tbm havia estacionado na minha vaga! Educadamente eu mesma interfonei e bem irônica disse: "olha, só estou interfonando porque, caso vc veja o meu carro na sua vaga, é pq vc estacionou na vaga errada mas, nao tem problema. Trocamos amanha!"
Ah gente!!! Vizinhos são muito abusantes as vezes ne?!? rsrs
Um ótimo dia!
Bjão!

ni disse...

Nossa, que coisa! Eu sempre morei em apartamento também, agora estou morando, sozinha, no quinto apartamento da minha vida, e não posso reclamar muito. Meu vizinho de cima nem de longe é dos piores, só faz uma batucada de martelo TODO SANTO DIA, lá pras 19h, 20h da noite, e depois pára. Fora isso, só quedas eventuais de objetos, alguns passos... mas não me incomoda muito. O que é uma bênção, porque vizinho de cima barulhento é uma PRAGA!!! Cachorro também não tem aqui, pelo menos nunca vi.
Essa história do carro eu não ia querer nem saber, mandava interfonar MESMO, e se não atendesse ia lá tocar na campanhia!! Eu é que nao ia colocar nmeu carro na rua porque um FILHO DA ***** colocou o carro na MINHA vaga!
Ah, aqui tbm tem essas colunas de ar que dá praouvir tudo do ap vizinho... hahaha.. nunca tinha visto isso, achei mto estranho. A daqui fica no banheiro, então é só fechar a porta que tá tudo certo.
Agora, essa do elevador, do vizinho entrar e fechar a porta é tenso... eu tento ao máximo não fazer isso, sempre que dá espero a pessoa vir, mas e quando a pessoa está muito longe? Tipo, vc tá entrando no elevador e a porta do vizinho abre (o hall aqui é bem grande), oq fazer? Esperar uma cara ele fechar a porta, trancar, até o elevador, ou fechar logo? Quando acho que vai demorar eu fecho logo... sou mal educada?

Rafaela disse...

Lu, eu amo crianças desde que não sejam as do meu prédio. Nunca vi seres tão mal educados. Não aguento a gritaria, ele ficam segurando o elevador, são super mal educados com os adultos, saem apertado a campanhia dos apartamentos. Sério mesmo! Muita criança mal educada no mundo e parece que todas elas moram no meu prédio.

Fazendo arte disse...

Concordo com tudo em gênero, número e grau! E ainda tenho duas reclamações a acrescentar: pessoas que no andar de cima correm de salto alto pela casa nos horários mais impróprios e crianças jogando bolinhas de gude, tb em cima das nossas cabeças! Céus! Como tem gente mal educada por aí! Bjos, Lu

Tay disse...

Sempre passo aqui para dar uma conferida no blog, mas acho que nunca comentei, então o assunto foi tão engraçado que aqui estou para contar de minhas experiencias.
Tambem ja morei em apartamentos, mas hoje temos nossa própria casa, mas meu namorado mora em um apartamento em frente ao corpo de bombeiro, então das vezes que lembro de dormir lá, além de achar muito estranho ouvir pessoas andando e arrastando coisas a noite toda, ainda tem volte e meia a sirene dos bombeiros para dar aquele susto, fora que lá parece um canil, tirando meu namorado, acho que todos os outros moradores ou tem cachorros ou crianças e a maioria os dois.
Outro dia estava lá eu sentada no hall, esperando meu namorado subir para buscar algo que ele esqueceu, quando ouço aquele latido alto, abri a porta do elevador, um daquele cachorros que usam até fuçanheira de tão mal, querendo vir em minha direção mais patinando no piso e preso na coleira, levei um susto, fico imaginando quem teria coragem de descer o elevador com aquele mostro dentro.
Mais é isso ai
Bjuss

Lucia disse...

A questão é "morar", é "vizinhança". Não importa o lugar, talvez seja menos pior numa montanha no Tibet, sei lá...

Moro em uma casa, mas neste exato momento estou com todas as janelas e portas fechadas porque um filho da ... infeliz botou fogo em um terreno aqui perto. A fumaça está insuportável, E AS ROUPAS QUE ACABEI DE TIRAR DA MÁQUINA VOLTARAM PRÁ MÁQUINA, é mole? Odeio quem põe fogo em tudo, até em lixo, brincadeira! Outro dia "fui defumada" para entrar em casa porque outro filho da ... (é impressionante como eles aparecem de todos os buracos, parecem ratos!)resolveu varrer a pracinha em frente à minha casa. Lindo! Tem um baita latão de lixo lá, o lixeiro passa todas as manhãs, mas o filho da ... preferiu por fogo no lixo. AFFFF!

Sempre tem um "aquele que não deve ser nomeado" que adora falar ao celular, aos gritos, em frente à minha casa, às duas horas da manhã.

Tem também aquela vizinha que parece que só funciona quando o Calipso, ou coisa que o valha, está esgoelando no som a todo o volume.

Pra piorar sou vizinha de um buteco desclassificado cujos frequentadores não tem um pingo de educação e desconfiômetro.

O inferno é aqui. E aí. E acolá. Em toda parte, infelizmente...

Luciana disse...

Oi Lu, nunca morei em apartamento mas sempre ouvia histórias de quem morava em um, parecidas com as suas. Agora vou morar em um,My God, e tenho 2 meninas uma de 9 e outra de 2 meio, agora me ví no comemt. da Paula "vai tomar banhoo", "Para com isso, não bate na sua irmã" affffff

Sol disse...

GENTE.. TÔ ME MATANDO DE RIR!!! MEU PRÉDIO É BEM TRANQUILO, POIS É UMA TORRE E 18 APTOS, PORÉM TEM A ADORAVEL CRIANÇA DO BUJÃO DE GÁS (QUE CITEI NO OUTRO COMENTÁRIO). MAS O RELATO DO DEMAIS ME DEIXARAM MAIS TRANQUILA.. VIZINHO É QUE NEM FAMÍLIA, A GENTE SEMPRE ACHA QUE SÓ A NOSSA É MALUCA.. KKKKK

Sandra disse...

Luciana

Adoro seu blog! Entro aqui sempre que dá.

Durante muitos anos morei em casa, mas atualmente moro em apartamento. Identifiquei-me com tudo que você escreveu, e acrescentaria:

* crianças que ficam brincando nos elevadores (cadê os pais?);

* moradores sabidamente inadimplentes que, quando acionados na justiça para pagar o condomínio, comparecem às reuniões codominiais para reclamar e ser contra tudo;

* adultos que permitem que as crianças fiquem jogando brinquedos no chão;

* vizinha do andar superior desfilando de salto alto/tamanco pelo AP.

Tenho duas cachorrinhas (shih-tzu), mas tento ser o mais consciente possível para não incomodar os vizinhos:
* com elas, só elevador de serviço (vazio) ou escada;
* passeios diários para que elas fiquem calminhas;
* banho no pet toda semana;
* unhas sempre bem aparadas;
* se estou presente, não permito que latam (embora shih-tzu seja muito "calado");
* mantenho o ambiente delas sempre limpinho;
* recolho sempre a caca (saquinho biodegradável).

Passo os fins de semana numa casa com meu marido e as cachorras. Nunca dá vontade de voltar pro AP na segunda-feira, rsrsrs...

Anônimo disse...

O que eu mais detesto tanto faz no prédio onde moro, no prédio do trabalho ou em qualquer prédio é o ELEVADOR. Não suporte gente sem educação: tossindo em cima de você; segurando a porta p/ bater papo; falando bem alto no celular; te espremendo num canto até você sentir o cheiro de ranço da criatura. Bom, resumo da ópera, fico cansada mas desço e subo pelas escadas.

Luciana V. disse...

Deve ser sina de Luciana, mas você é muito melhor do que eu, no caso da garagem eu interfonava na mesma hora, e se não atendesse eu ia até o apartamento. Se a vaga é minha, é MINHA.

No caso do elevador, tinhamos acesso as câmeras do prédio na TV do apartamento, se o elevador demorava a subir eu olhava na TV, se tinham pessoas segurando, pode contar de eu batia forte na porta e eles ouviam e soltavam.

Outro problema com elevador: moro no mesmo prédio desde os 9 anos e minha mãe sempre disse pra sermos educados e segurar a porta e assim o fiz sempre. Até que cresci e percebi que a maioria não agradece, acha que é obrigação. Resultado: agora com esses vizinhos eu entro no elevador e puxo a porta pra subir sem eles. E se estamos saindo do elevador na portaria, eu saio e solto a porta.

Sou educada com quem merece isso sim. Se eles querem ser bem tratados, que tratem bem.

Luciana Leal disse...

Estou ROLANDO DE RIR com os comentários!!!!

Já vi que prédio é tudo igual mesmo, só muda o endereço...

g.marian disse...

Amo seu blog e na mesma condição que a sua. Na qual optei pela vida em comunidade..hahaha Comunidade
Essa não dá pra deixar passar ..pra quem mora em ap pelamor tem que cuidar com as intimidades de casal, porque simplesmente é o fim do mundo ouvir os outros fazendo aquilo que não sei se posso dizer o nome aqui..rsrs. Pq parte do principio se ouvimos barulho de salto alto tenha a plena certeza que gritos e gemidos tbm.

Haa mas isso tambem serve para nós mesmos se ouvimos os outros os outros nos ouvem..
Então bom senso e educação sempre.

Laura disse...

Eu sempre morei em apartamento e já passei por várias situações semelhantes.
O que mais me irrita atualmente é que a vizinha do apartamento de cima anda fazendo faxina no sábado. Detalhe: começa às 7 da manhã!
E para piorar eu tenho um vizinho que é policial e decidiu que a vaga dele é extensão do apartamento. Ele deixou umas cadeiras lá e ainda pendura o quimono quando chega da academia. Credo...

Camila disse...

Veja bem, se o cara não teve um pingo de educação de parar o carro impedindo que vc estacionasse e pudesse subir descansada, vc tb naum precisa ser.
Eu interfono pra ele tirar o carro pq eu estou esperando pra estacionar. Se não tirar, eu paro meu carro prendendo o dele, e quando ele acordar, ele tb não sai. Quites.

Teddy disse...

Super concordo!! Vc é muuito hilária!
Amei o blog, já to seguindo e adoraria se segui-se o meu tambem:
http://enteddyada.blogspot.com
Beijoos

Sandra - Suíça disse...

Gente!! Vizinho é igual em qualquer parte do mundo!! Eu moro em Zürich e não temos problemas com os vizinhos - até porque eu não os conheço... hahahah. Sério, só os vejo 3 vezes por ano no máximo. Aqui a cultura é muito diferente, não tem aquela facilidade de fazer "amizade" como no Brasil. Não sei onde o povo se esconde, sério a coisa mais difícil do mundo é eu cruzar com algum vizinho, mas quando acontece eles procuram ser educados. Os prédios no geral são antigos e não existe conceito de condomínio como no Brasil. Mas sei de prédios que a convivência é mais complicada, principalmente no verão quando as pessoas resolver fazer o grill (churrasquinho) na varanda e o suíço tem um olfato muito sensível...hehehe.
Abraços

Danielle disse...

Quem opta por morar em condomínio tem q estar preparado para essas situações mesmo. O problema de estacionarem na vaga da garagem e segurar a porta do elevador realmente me irritam profundamente, o resto eu tiro de letra, afinal, briga de casal é normal, e o q acontece da porta de entrada pra dentro do apartamento do meu vizinho, absolutamente, não é da minha conta, ele paga o condomínio q nem eu, então eu vou me incomodar??? Quanto à família (com direito a periquito e papagaio) fazer uma "farofa" na piscina, não vejo problema algum, é um direito q se tem, e reunir a família é TDB, não é?? Talvez vc se irrite mais pelo fato de morar sozinha com o seu marido, qdo sua família aumentar, é provável q vc seja mais condescendente com alguns fatos citados.
Bjos, relaxa, olha as rugas, heim??

Danielle disse...

P.S. Não estou falando isso em causa própria, pois não tenho mais crianças (meus filhos são rapazes), nem marido pra brigar, nem família pra reunir na piscina (meus pais são falecidos e só tenho um irmão q mora em outra cidade).
É só uma questão de saber lidar com as diferenças. Eu detesto vizinho q se incomoda com tudo, parece q só vive de mau humor e torce o nariz pra tu-do, se achando a perfeição em pessoa!!
;)

Amandinha disse...

ahahhha
ri mtoo!
eu tenho uns vizinhos barulhentos que dá vontade de bater lá na porta deles e fazer o maior aue!
bjs
amandinha

Renata disse...

oi lú... Bem morar em prédio tem dessas coisas e muito mais...beijos

Anônimo disse...

Amiga, desculpe mas vc mora num puleiro!

mcoral disse...

Lu do jeito que andam meus hormonios pre menopausa...entro em furia..iria largar o carro bem atras do carro cor de coco..e nao iria tirar mais.....iria deixar o dono se mordendo todo..
ja fiz isto certa feita...tirei o carro so na hora que me deu na telha...sou briguenta.....mas tem que conviver em harmonia....fazer o que!!????algumas coisas irritam...tal como moro no 2º andar..e tem babas berrando as 8da matina nao é mole nao.. mandei carta alertando q elas se comportem de modo adequado pois o som que propaga no meu ouvido.é irritante..e surtiu efeito.
prefiro escutar musica funk do que as babas...beijos

Luciana Leal disse...

Quando minha família aumentar, vou fazer das tripas coração para educar meus filhos e faze-los saber que o direito deles termina onde começa o do outro.

P!KeN@ disse...

Abaixo aos vizinhos sem noção! Merecemos o sossego do lar! Hehehe.

Paula disse...

Fala a verdade, Danielle, você deve estar com saudade de fazer farofada com sua familia na piscina.

Se as pessoas levassem poucos parentes, eu não veria mesmo problema.

Chato é quando reunem 20 pessoas que pegam todas as mesas e cadeiras do lugar, e nós, que PAGAMOS O CONDOMÍNIO, não podemos usufruir do laser.

Por isso que no meu prédio, cada apartamento só tem direito a levar 3 convidados para a piscina.

Já imaginaram se TODAS as famílias resolvem levar TODOS os parentes para a área de lazer do prédio?

Luciana Leal disse...

Dani:

Moro sozinha com meu marido, mas meus sobrinhos nos fins de semana costumam nos visitar (adoro!).

Nunca todos ao mesmo tempo (até porque, não daríamos conta).

Até hoje ninguem reclamou....

Luana disse...

Ola´Luciana, parabens pelo blog, lindo :D

O que vc me diz sobre vitamina C estabilizada para uso tópico,
será que funciona??

Bjao,

Drica disse...

Hahahhahahahaa...
O que eu mais detesto de toda essa realidade de morar em prédio é a saíde de ar dos banheiros!Pq através deles vc não só ouve o que o vizinho de cima está fazendo em seu apartamento como tb vc "participa" de todos os odores que possam infestar o seu banheiro como tb todo o seu apartamento.Explicando melhor...esses dias atrás um vizinho (não sei de que andar foi) resolveu renovar o sinteco dos pisos.Infelizmente o cretino não vedou a saída de ar de seus banheiros,de forma que aquele cheiro forte e insuportável infestou todo o meu apartamento.Eu não consegui ficar em casa,pq me deu dor de cabeça...e os dias que se seguiram????Affff...

bjaoooo...adoro os posts "Irritando Luciana".

Barbara disse...

Adorei o teu blog!
Tu escreve muito bem, de um jeito simples, mas com conteudo.
Acho que cheguei aqui depois da Chanel na Laje reclamar de blogueiras que escrevem sobre coisas femininas como se tudo fosse futilidade.
Tu escreve sobre quase as mesmas coisas, mas com fundamento.
Ah e a minha pele 'e mesmo melhor que a tua!! Juro que penso isso, mas tambem, cuido de monte....
Bem feito pra quem pegou sol no rosto, t'a velha!
beijo

Blog Consuma com Moderação disse...

Oi Luciana!
Dei risada com esse post, pois é a realiudade de quem mora em apartamento.
Passo por situações parecidas: vizinha do lado quase matando o marido, cães soltos, vizinha de cima andando de salto pra lá e pra cá e por aí vai.
Infelizmente as pessoas não sabem conviver, não tem respeito umas pelas outras.
É melhor rir das situações, senão ficamos malucos! rs
Beijos, bom final de semana!

Munique disse...

Moro em condomínio de casas, e aqui as pessoas não falam muito umas com as outras... cada um sai de sua garagem no seu carro e eu devo ser a pessoa que mais anda a pé pelo condomínio, e só vejo as crianças que brincam com as babás. Não há piscina nem nada disso aqui, cada casa tem a sua... uma vez ou outra escuto alguma coisa de uma vizinha do lado, mas é raro. Resultado: minha mãe odeia morar aqui porque ela se sente sozinha!

Simone Marques disse...

Adorei ter vc no meu blog!!! Obrigada!!!
O seu blog é mto legal
bjos

Priscila disse...

Luciana,
Você iria adorar esse apê da Nicole Kidman: http://juliapetit.com.br/home/luxo-15/. Foi só ler e ver o vídeo que me lembrei do seu post na hora hahaha
Bjos

Renata disse...

Eu moro em apartamento... e tinha um casal que morava no apê de cima (graças a Deus eles se mudaram!!), mas era um inferno, recém casados, acho que os móveis não eram novos ou não souberam montar porque toda vez que eles iam celebrar a "união", a cama ficava batendo na parede, no chão, cansei de acordar com os "barulhos"! E o saltinho alto dos infernos? toc toc toc toc pelo apartamento inteiro, arrastando cadeira, putz, o prédio é antigo, qualquer sopro se torna um barulho horrível! E o som alto? Tipo: ninguém mais podia assistir tv, ouvir uma música, ler um livro, só dava eles, só melhorou depois que a polícia apareceu umas três vezes!!! E era só os dois, imagina com filhos? Ai eu é que me mudaria! Mas tem gente que não tem noção!!! Fora sindica fofoqueira e por ai vai... realmente é um exercício de paciência!!! E no fim, o chato é vc! :/

Daniela M. da C. R. disse...

Muito bom! A escrita, claro! :)

Lidiane Rezende disse...

Lú, tô com uma dúvida. Acabei de receber o meu Biomedic Pigment Control e eu uso diariamente a loção Beatriz. Tem algum problema fazer uso comcomitante?

Bjin

Lara Rizzi disse...

Não moro em prédio e nem quero imaginar como é segundo a sua descrição, acho que não teria toda essa sua educação e paciência. rs

karollinne disse...

ol´,a adorei o seu blog, mas nao encontrei nada sobre rosacea ( eu tenho, bem leve,mais tenho) espero q possas fazer um post bem legal sobre. Abraços!!

Tha Turcatti disse...

Boa noite Dra. Lu!
Faz um tempinho que não comento aqui, mais sempre venho aqui ler o que vc escreve!
Mais morar em apartamento é dificil, imagina eu, que moro em um onde é umm sindico para 700 pessoas! é que são varios predios, mais um mesmo sindico só! é horrivel!
A reunião é quase uma CPI, rsrs.

Vi disse...

"Gente de papo segurando porta do elevador aberta enquanto você está hiper atrasada!" +1

sempre que to correndo pra dar tempo de pegar o onibus do condominio alguem segura a porta pra esperar o filho trancas 500x a porta, ou ficar de papo com o vizinho, ou esperar alguem dentro de casa se arrumando pra sair ainda...

agora, vida de sindico tbm nao é mole...meu pai virou subsindico do meu predio e vc nao acredita das coisas que as pessoas reclamam...

Linda Carioca disse...

Eu acho que se as pessoas se colocassem mais no lugar das outras (empatia) com certeza conseguiríamos viver em apartamentos sem termos aborrecimentos.

Pena que o egoísmo impera ! E isso independe da classe social ! Gostei demais do seu blog, beijo !

Luciana Leal disse...

Karolline: clique em "doenças" que você vai encontrar posts sobre rosácea.
Bjs!

Li disse...

Me add no meu novo blog?
O meu antigo foi denunciado e deletado =S toh num sufoco pra add novamente tdas as minhas seguidoras!

=*

Anônimo disse...

mas vc é muito chata heim

Cantinho da Beleza e Cia. disse...

Nossa, que horror isso Lu!!!
Ainda bem que moro em casa! rs

Passa lá no blog, ta rolando sorteio de um kit de maquiagens maraaaa!!!
Beijinhoss!

http://cantinhodabelezaecia.blogspot.com/2010/07/2-sorteio-do-blog-uhulllllllll.html

Visitante disse...

Eu achei q vc era mais simpática e agradável, mas vc agora me pareceu o tipo de pessoa q se acha superior aos vizinhos, perfeita nos mínimos detalhes e metida a chic. Pena!

Patrícia disse...

Nossa, moro em apartamentos há 10 anos e não tenho todos esses aborrecimentos. É tudo muito tranquilo aqui. Deve ser o número de apartamentos que influência, pois não tenho vizinho de porta, muito menos farofa na piscina, que horror!! Boa sorte!

Beijinhos!

Laíz disse...

E eu acho que quem achou a dra. Lu chata deve ter percebido que, em um momento ou outro, já fez exatamente essas mesmas coisas que ela está chamando a atenção. Já deve ter roubado a vaga dos outros, feito arruaça na piscina, não deve recolher o cocô do cachorro...e por aí vai.

Aí, quem é EDUCADO vira "CHATO".

Anônimo disse...

Concordo com a Laíz!!!!

O tal do VISITANTE deve ter tomado LSD!!!!!

Ou será que ele acha que quem rouba a vaga dos outros é simpático e agradável????

Se a Luciana não fosse essas duas coisas, ela teria acordado o vizinho que roubou a vaga dela, e feito o cara tirar o carro dali na hora!!!!!

É o que eu teria feito, mas EU nÂO SOU NEM SIMPÁTICA E MUITO MENOS AGRADÁVEL!!! HAHAHA!!!!!!!

Anônimo disse...

Ahuahauhahahah!
Luciana Floooor, mudou um casal de 'idosos' aqui para o andar de baixo que é tão intolerante que até dá pena.. eles reclamam de tudo e passamos inclusive modificar nossa rotina para não incomodá-los, tipo dia de faxina, tudo feito mais lentamente para não arrastar móveis, um vaso-pote-compartimento em que deixamos pantufas na entrada do apto para retirarmos nossos sapatos assim que entramos.. enfim, achávamos que eram velhos e doentes e assim explicávmos pra nossos filhos adolescentes quando finalmente viemos a conhecer o tal casal, que é meia-idade e aparentemente saudável! Resumo da ópera, é preciso ser mais tolerante, menos implicante e infinitamente mais educado nessa via que é de mão-dupla sempre. Aqui em casa, percebemos que já estávamos falando cochichndo e que nossos filhos estavam vivendo assustados em casa como se devessem alguma coisa aos vizinhos.. e sempre foram crianças elogiadas pelo bom comportamento! Decidimos não nos preocupar tanto com as reclamações ao tempo em que também colhemos algumas depoimentos no edifício sobre o comportamento de nossos filhos e nosso.. temos um álibe perfeito, estamos preparados para qualquer encrenca que vier a surgir e teremos como nos defender.

lu disse...

auhuhauhuh, noss, me perdoe mas eu ri horrores pq vc descreveu minha atual situacao!!!!a unica diferenca é ke no meu predio nao tem elevador e sao 5 andares, eu moro no 4o e meu vizinho de porta eh o diabo!!!!! sei da vida deles tdinhaaaaa ateh das coisas dos familiares, é cada barraco... esses dias, era 4 da manha comecou o show de horrores, a coisa foi tao ignorante ke ate o ar condicionado que é de janela caiu!!! eu achei que era terremoto ou explosao de algo... qdo eles abrem a porta da entrada é como se abrissem os portoes do lixao mas, ai lembrei, lixao nao tem portao!!!!!! o fedor que exala ate ao meu apato é de putrefacao!!!! soh um detalhe... moro no japao e meus vizinhos sao brasileiros!!!! é ou nao é vergonhoso dizer que vc é brasileiro num pais que nao eh seu lar??? onde vc vive pq elespermitem??sinceramente, a pessoan qdo nao tem educacao nao importa onde ela vive pq onde ela estiver, ela vai emporcalhar o nosso espaco a td custo!!!!!! lamentavel...

Anônimo disse...

LUCIANA, VC GOSTA DE REUNIÕES??? É PQ VC AINDA NÃO PARTICIPOU DE UMA NO CONDOMÍNIO DO ALFA, NA BARRA DA TIJUCA. PELOMAORDEDEUS, DE ONDE SAIU AQUELE POVO????RSRSRS TUDO BEM QUE É UMA APART HOTEL ALGUNS MORADORES MORAM EM BANDO NO APARTAMENTO E DEPOIS RESOLVEM IREM TODOS JUNTOS PARA REUNIÃO. NINGUÉM ME PAGA MAIS PARA ESSES PROGRAMAS DE ÍNDIO.RSRS

K disse...

Luciana, muda de prédio!! De preferência com elevador privativo, vc não tem vizinhos. A gente trabalha pra isso. Mas posso dar pitacos? 1)Funcionários mto mal treinados aí no seu condomínio. No meu prédio, quem esta na portaria, observa pela câmera, se a pessoa estacionou na vaga certa. Moro na praia, imagine a bagunça que ficaria em época de temporada, Ano-Novo e etc. Isso não é um assunto seu, é quem esta coordenando a entrada e saída de pessoas, bem como de carros que deve averiguar. E no mais, mesmo qdo é carro estranho que vai estacionar na sua propria vaga por um tempo, o morador informa e justifica. 2) Na piscina só morador, clarooo, ora, vira piscinão de Ramos, certo? 3) Esta da lista de fim de ano descriminando valores foi idéia de quem hein? Que coisa mais antitudo! Faça esta observação na prox reunião, quiçá outro dividam com vcs do mesmo desconforto.
Aqui no meu prédio, sabíamos do senhor pendurado na janela fazendo lavagem das pastilhas, mas ainda assim, com vidro e janelas fechadas, era duro ficar estudando escutando uma vitrola cantando sertanejo. Nunca tivemos problemas. Moro num prédio elegante, cheio de novos ricos insuportáveis, mas pra eles mostrarem que são chiques - haha - se mostram tbém educados e tudo funciona bem aqui, sem infringir regras, sem cobrar pelo uso do salão de festas por ex e tudo tem multa - o que funciona que é uma maravilha. Até para estacionar na garagem, pedem que se encoste o carro bem na parede, me refiro a trazeira, para facilitar a manobra do vizinho e todos cooperam. Só estamos com um problemão - o que conversando com amigos, me dei conta que a maioria faz isso e ainda me criticaram me achando "cri-cri". Mas eu só coloco o sapato na hora de sair de casa, sempre foi assim e aqui não temos aguentado a nova moradora do apto de cima que tanto de madrugada, como às 7 da matina do domingo - anda nos seus saltos altos martelando as nossas cabeças! Não vejo a hora do verão chegar: ela adora rasteiras e botas - só de salto alto, confidenciou a minha mãe numa sapataria da cidade, qdo se encontraram eventualmente ... afff!!
Um beijo, amo seu blog e vc!

K disse...

Luciana, muda de prédio!! De preferência com elevador privativo, vc não tem vizinhos. A gente trabalha pra isso. Mas posso dar pitacos? 1)Funcionários mto mal treinados aí no seu condomínio. No meu prédio, quem esta na portaria, observa pela câmera, se a pessoa estacionou na vaga certa. Moro na praia, imagine a bagunça que ficaria em época de temporada, Ano-Novo e etc. Isso não é um assunto seu, é quem esta coordenando a entrada e saída de pessoas, bem como de carros que deve averiguar. E no mais, mesmo qdo é carro estranho que vai estacionar na sua propria vaga por um tempo, o morador informa e justifica. 2) Na piscina só morador, clarooo, ora, vira piscinão de Ramos, certo? 3) Esta da lista de fim de ano descriminando valores foi idéia de quem hein? Que coisa mais antitudo! Faça esta observação na prox reunião, quiçá outro dividam com vcs do mesmo desconforto.
Aqui no meu prédio, sabíamos do senhor pendurado na janela fazendo lavagem das pastilhas, mas ainda assim, com vidro e janelas fechadas, era duro ficar estudando escutando uma vitrola cantando sertanejo. Nunca tivemos problemas. Moro num prédio elegante, cheio de novos ricos insuportáveis, mas pra eles mostrarem que são chiques - haha - se mostram tbém educados e tudo funciona bem aqui, sem infringir regras, sem cobrar pelo uso do salão de festas por ex e tudo tem multa - o que funciona que é uma maravilha. Até para estacionar na garagem, pedem que se encoste o carro bem na parede, me refiro a trazeira, para facilitar a manobra do vizinho e todos cooperam. Só estamos com um problemão - o que conversando com amigos, me dei conta que a maioria faz isso e ainda me criticaram me achando "cri-cri". Mas eu só coloco o sapato na hora de sair de casa, sempre foi assim e aqui não temos aguentado a nova moradora do apto de cima que tanto de madrugada, como às 7 da matina do domingo - anda nos seus saltos altos martelando as nossas cabeças! Não vejo a hora do verão chegar: ela adora rasteiras e botas - só de salto alto, confidenciou a minha mãe numa sapataria da cidade, qdo se encontraram eventualmente ... afff!!
Um beijo, amo seu blog e vc!

Anônimo disse...

Pior que no meu ap ninguem...
Vizinha do ape de frente fica tirando roupa e dançando sem roupa para chamar atenção dos homens...
Tenho vontade de dar um soco na cara dela

Anônimo disse...

Fui síndica aqui no meu condomínio, sei tudo o que vc falou. Minha vizinha de cima se acha a mais bela., só anda de salto alto, pode ser a hora que for. Caixinha pra porteiro, eles tem 13º igual todo mundo que trabalha. num dou, sou contra.

Auriane disse...

Luciana, chorei de rir com seu post. Me identifiquei mto. Tenho uma vizinha há exatos 2 anos me dispensou do despertador, por causa de seus saltos ou botas. Sempre me perguntei: "Deus do céu? será k a pessoa não percebe que estava fazendo barulho as 06h00? por melhor k seja a acústica do prédio, uma hora dessas escuta-se até uma pena caindo". Fiz reclamação no livro da portaria, falei com a síndica e nada. Até que uma bela manhã, depois de umas boas horas de insônia por causa da minha TPM, quando começo a pegar no sono, a "gata de botas" começou o sapateado. Ahhh!!! minha amiga não tive dúvidas, coloquei o roupão de banho, subi pelas escadas batendo as portas (que são pesadas, portas corta fogo) e peguei a vizinha na saída de seu apto. Claro k ela tomou um baita susto ao ver minha pessoa e meus trajes néammm?!! Olhei bem no rosto dela e do marido e disse: "Já percebi que por vias civilizadas na gente não se entende. Não adianta multa, reclamação e/ou intervenção da síndica. A pertubação ao sono alheio que vocês proporcionam diuturnamente terá que ser resolvida discando 190, Delegacia, no Judiciário. Uma coisa eu garanto: Vocês vão aprender a respeitar o sono dos outros e aprender a conviver em um condomínio e pra isso eu vou até as últimas instâncias. Pergunta-se Luciana: vc ouviu barulho de salto???? Never. Infelizmente vivemos em um país onde a conversa, a polidez pouquíssimas vezes funcionam. Via de regra, se faz necessário tratamentos de "choque". Um forte abço. Amô seu blog. ;-D

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???