terça-feira, 27 de julho de 2010

"Irritando Luciana"... no trânsito!!!!


Sinceramente, se eu pudesse andar de carruagem, meus problemas no trânsito acabariam.

Bom, para começar, eu não teria que dirigir, pois teria um cocheiro, que inclusive me abriria a porta e me daria a mão para saltar e subir na carruagem. Eu detesto dirigir e tenho a mais perfeita noção de que não dirijo muito bem.


Eu não sei fazer baliza e só estaciono meu carro de modo a sair de frente no shopping. Sair de ré é um exercício de fé para mim (até rimou). Eu tenho que acreditar que vou conseguir e suo frio até o fim.

Ah, e não vamos nem comentar, sobre pessoas que nasceram de uma chocadeira, e que roubam a vaga de quem chegou primeiro na maior cara de pau.


Dentro de uma carruagem, eu não precisaria ver a falta de educação (pra dizer o mínimo) da população, pois fecharia a cortininha da janela e poderia me concentrar em ler um livro, por exemplo. As pessoas quando estão dentro de um carro, devem imaginar que estão dentro de uma bolha, ou algo parecido, e que só elas importam (no Rio de Janeiro, bem que essa bolha poderia ser blindada).


O cúmulo do egoísmo, por exemplo, é você querer mudar de faixa, ver que existe uma boa distância do carro que vem vindo na faixa em que se quer entrar, e perceber que o desgraçado acelera só pra não te deixar passar. O que ele ganha com isso?


E o que dizer daqueles seres que furam filas??? Ai, que ódio que isso me dá! Eu não deixo passar, acho um absurdo. Quer dizer que eu, otária, fico parada que nem uma pastel por vários minutos e tenho que dar passagem a um descarado qualquer, que só ajuda a piorar o bom andamento da fila?


Por outro lado, sempre procuro ceder a vez em cruzamentos, ou quando uma pessoa deseja sair da garagem de seu prédio para mergulhar no caos do trânsito da rua.


E não são só os motoristas que ignoram seus colegas, mas os pedestres, vou te contar! Tem pedestre que pede pra morrer, só faltam andar com uma camisa escrito:"POR FAVOR, ME ATROPELE". São pessoas que atravessam a rua e nem olham se o sinal está aberto para elas, atravessam fora da faixa por pura preguiça de andar, e a coisa que mais me irrita vou contar a seguir.


No prédio comercial onde trabalho, tem estacionamento. Bom, para estacionar o carro, eu preciso fazer o quê? Adivinhe! Passar com o carro sobre a calçada. Ok. Mas quem disse que as pessoas param de andar por, digamos, três segundos, para deixar meu carro passar? Tem gente que aperta o passo ao invés de parar. E se você não for avançando com o carro devagarinho, nunca conseguirá chegar dentro do prédio. Ok, o pedestre tem prioridade, mas convenhamos, se todos os pedestres tiverem sempre prioridade, o carro não anda. Precisa-se de bom senso.


Numa carruagem, eu não precisaria ficar cansando o meu pé real na embreagem (porque poderia me recostar nas almofadas e esticar as pernas). Sim, meu marido e meu pai sempre tentam me convencer a comprar um carro automático, mas é um defeito meu: detesto fazer esforço pra mudar. Um dia, se Jacob Black quiser me ensinar, quem sabe?


Gente, e o tempo que se perde dentro de um carro??? É uma vida, praticamente. E olhem que eu procuro escutar CDs educativos, audio-livros, Cds para treinar inglês e francês...Tornar esse tempo desperdiçado útil de alguma forma. É muito chato, quase um castigo. Diversas vezes, mesmo tendo acabado de trabalhar no consultório, eu fiquei lá, lendo resvistas por umas duas horas, só pra "fugir" do trânsito.


Bater com o carro. É horrível, você sente um gelado que vai subindo lá das pernas e culmina congelando seu coração. Não desejo isso pra ninguem. Vou até parar de falar sobre isso.


Flanelinhas. Pode ser bem encarado, pode ser mal encarado, eu não dou dinheiro. Prefiro gastar mais dinheiro colocando meu carro num estacionamento ou num shopping do que dando R$1,00l para esse pessoal (R$1,00????Uma vez meu marido deu essa quantia pro cara e ele jogou a moeda longe, chamando meu marido de pobre).


Medo. Tenho muito medo daqueles caras que limpam o seu vidro, ainda que você não queira ou não precise. Eles praticamente deitam sobre o seu carro e olham tudo o que tem lá dentro. E são agressivos. Já escutei várias histórias sobre esses seres, desde borrifar ácido no seu carro até quebrar seu limpador de vidros. E a polícia nunca está por perto nessas horas.
Como carruagem não tem vidro (só cortininhas rendadas nas janelas), eu não precisaria me preocupar com isso.


Esse tema não tem fim, concordam? São tantos os absurdos que vemos por aí, tanto egoísmo, falta de delicadeza, agressividade, violência.


O trânsito é uma selva e muitos de nós se comportam como macacos dirigindo carros, ao invés de príncipes e princesas.


Para terminar, um último desabafo: existe coisa mais chata e insuportável que o Detran? Genteee, eles mudam as regras toda hora e não adianta nada. Para renovar carteira de motorista, por exemplo, eu dei sorte, porque tirei a minha numa época que me isentou de fazer novamente a prova, mas quem precisa fazer novamente, perde um tempo precioso na sua vida. Fora o dinheiro que se gasta!


E por falar em dinheiro, carro suga, literalmente, a nossa grana, não é? Odeio pavar IPVA, seguro do carro e principalmente, a gasolina que o bicho bebe. Eu preferia comprar ração para os cavalos brancos que puxariam minha carruagem...

33 comentários:

Letícia disse...

ahahah! é assim mesmo!!!
minha amiga tem uma tática incrível pra mudar de faixa!!! ela PRIMEIRO joga o carro, depois dá a seta! :) pq assim o cara de tras não acelera e se bater ela pode dizer que estava dando seta!!!! :)))
super funciona!!! :)

Vivi disse...

Oi Lu!
Ler seu post parecia que eram meus pensamentos escritos!
Aki no RJ é mesmo bem difícil ser motorista. Desde que tirei a minha carteira já passei muitos sufocos. Um carro 'levou' meu retrovisor na Av Perimetral e simplesmente foi embora. Eu não consegui ver a placa pois era de noite, então, prejuízo no bolso. Pior, eu estava indo ao aeroporto Santos Dummont buscar meu namorado.Imagina explicar o ocorrido sem q ele fizesse akela cara: 'pode falar a verdade...'
Nem liguei e paguei o conserto, afinal, o carro dele estava na minha responsabilidade.
São tantas outras coisas que ficaria horas escrevendo...risos
Bjão Lu!

Vivi disse...

Oi de novo.
Só queria completar dizendo que essa questão de trocar de faixa é complicado mesmo. Principalmente quando é preciso para entrar em uma rua à direita.ELES nunca deixam. Geralmente quando visualizam que é uma mulher ao volante, parece que fazem de propósito.
O que eu faço? Abro o vidro e dou uma leve buzinada, um sorriso e peço.Mesmo de cara feia, a maioria cede passagem.
Também sou contra os 'espertinhos' que adoram furar as filas. ÓBVIO que também não deixo. Capaz de deixar bater se a insistência for muita. Outro detalhe: Linha Amarela e vermelha tem limite de velocidade.É comum acontecer com vc de estar no limite da velocidade e ter um apressadinho atrás piscando o farol?? Q raiva!!!
Tem tantas outras coisas...
Acho que ainda dá prá mais uns 2 ou 3 posts!!!risos

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk...tbm preferiria comprar a ração pro Alazão !!!

Ótimo como sempre !!!
Renata

Patricia Pato disse...

Aff,gente q anda na rua ao inves de andar na calcada e pior que qndo vc buzina a pessoa faz cara feia ou ate te xinga! Posso com isso?
Mtas vezes buzino, peço desculpas, falo para nao se preocupar pq vou passar com o carro na calçada! rs
Eu poderia escrever 18864765465246 coisas que me irritam no transito!

Dai disse...

Ai menina, pior que é bem assim, MESMO! HAHAHAHA
Tirei minha carta com 19 anos, ganhei um carro e... tchanã, não comecei a dirigir, tinha medo, porque via cada coisa no trânsito que eu não queria ser condutora. Só comecei a dirigir mesmo quando, indo a pé para o trabalho, um cara me seguiu e eu fiquei morrendo de medo.
Agora já vou com o carro para qlqr lugar, mas tb n faço baliza! hahahhahaha
Adorei o post!

elizabetevl disse...

Você é realmente uma princesa tem a alma das princesas de contos de fadas. E as bicicletas? Eu que quando criança fui atropelada por uma até hoje elas me perseguem, seus condutores acham que não tem regras para eles. andam pela calçada, não param em semáfaro, por duas vezes já adulta quase fui atropelada por uma. Você tem razão em tudo que disse sobretudo em relação aos pedrestes que somos muito hoje nas grandes cidades como Rio de Janeiro, São Paulo onde moro nós pedrestes precisamos segui as regras também.

Pietra MA disse...

Nasci na época errada. Com certeza seria mais feliz se tivesse uma carruagem com cocheiro, cavalos lindos, vestidos bufantes e espartilhos!
Já imaginou que coisa maravilhosa?
Ir a bailes de máscaras levada por uma carruagem, num vestido maravilhoso e dançar com o príncipe? hahahahah
Infelizmente a realidade é bem outra: Vc trabalha que nem uma escrava, pega filho na escola, enfrenta o trânsito no horário de pico e chega em casa e ainda tem que fazer a janta! hahahahah É rir p/ não chorar!

Amanda Luna disse...

Adorei este post, não lembro se te falei mas, tá rolando sorteio da biodolce no meu blog, passe lá p/ participar!!!
beijão
sermulhereomaximo.blogspot.com

ni disse...

me identifico totalmente, principalmente com a parte de só estacionar pra sair de frente, não saber fazer baliza, e o ódio dos filhos da puta que tentam furar fila... eu nao deixo e ainda dou uma banana!!

ni disse...

"ahahah! é assim mesmo!!!
minha amiga tem uma tática incrível pra mudar de faixa!!! ela PRIMEIRO joga o carro, depois dá a seta! :) pq assim o cara de tras não acelera e se bater ela pode dizer que estava dando seta!!!! :)))
super funciona!!! :)"

Er, isso também é ser filho da puta, ou alguém gosta desses &¨%$ que enfiam o carro de repente na nossa frente?

ni disse...

Ah sim, e sobre os pedestres, e quando vc tá saindo de uma garagem que tem uma leve inclinação pra trás, e fica aquele pessoal passando atrás do carro raspando nele, aí quando vc sai obviamente o carro cai 1 cm pra trás, aí os traseuntes acham ruim e batem atrás do carro.
O mesmo quando vc tá parada na rua que é semi ladeirinha pra trás e alguém passa bem na hora q vc tá saindo com o carro. man, bota os neurônios pra funcionar e NÃO PASSE colando atrás de um carro se ele estiver em um declive, por menor q seja!

g.marian disse...

OI Lu..
Realmente estacionar de ré pelo menos para mim é um martirio,eu penso de que custa andar mais um piquitito para não precisar fazer as manobras de ré..rsrs economiza gasosa..rsrs
Carro automaticodepois que se acostuma. Amygha!! ele praticamente só falta fazer café..rsrs
Vale a pena vc vai ver..
Mil Bjus

Fazendo arte disse...

Luciana, concordo plenamente! Preferia uma carruagem ou no mínimo um carro com motorista. E o tempo que se perde?? Fico pensando nos preciosos minutos que vão e nunca mais a gente recupera. Porque não existe o teletransporte ainda??? Beijos, Lu

Dan disse...

Oi Lu,

Lendo seu post, parecia que estava lendo o meu dia-a-dia.
Gente, dirigir em São Paulo também é uma loucura, diria que uma corrida com obstáculo! Hunf!
Imagina um monte de motoqueiro, gente mal educada e pedestre folgado no mesmo lugar, pois é, eles estão todos os dias nas ruas de Sampa.....motoqueiro então, parece que brota do chão, porque se vc vai trocar de faixa, acabou de olhar no retrovisor e não vinha ninguém, pode olhar de novo amiga......pq algum acabou de brotar rsrsrsrs
E eu também me recuso a fazer baliza, não tenho a menor habilidade, só deixo o carro no estacionamento com manobrista e no shopping eu me viro né, já que não tem opção e o VIP é uma fortuna.
É isso ai mulherada....sorte e paciência para todas nós nesse trânsito de cada dia!

Beijos, Dan
http://devaneiosfemininos-dan.blogspot.com

Anônimo disse...

Essas coisas realmente devem ser complicadas, irritar bastante mesmo mais so não concordei com a perda de tempo dentro carro, pois eu não tenho um e fico imaginando como chegaria mais rapido com mais conforto sem me molhar no dia de chuva num ponto de onibus sem ter que encarar onibus lotado que as vezes vc chega aficar pendurada na porta arriscando a meter a cabeça num poste, gente te pisando o pe quando vc consegue ficar expremida dentro do onibus, canalhas tendo ereção atrás de vc e vc querendo matar mais sem nem mesmo pode se mexer, gente com mau halito gente com axilas levantadas e vc verde roxa passando mal com o ce ce sem falar na demora 2 horas pra chegar no trabalho mais 2 horas pra chegar em casa gente tudo isso que descrevi aqui e verdade pq infelizmente ja passei por todas elas quando estiverem achando o carro de vcs um da uma perda de tempo lembre-se uma perda de tempo dentro de onibus e uma verdadeira tortura ai da olhadinha pro onibus super lotado e lembre de tudo que contei pra vcs, vocês vão dar um valor danando a condição de ter um carro pra dirigir. um beijo
Talita

Isabella Rabello disse...

Flanelinha aí no RJ é sem-educação, hein? Aqui em BH dou algumas moedas e eles agradecem sorrindo (tá, alguns fecham a cara, mas não reclamam).

Quase sempre sou pedestre e mesmo assim acho horrível esse tipo que vc falou. Em porta de estacionamento, então, é péssimo.

Eles não deixam o carro entrar daí forma fila na porta, atrapalhando o trânsito atrás, daí alguns fecham o sinal e daí por diante.

Drika disse...

Não tente dirigir em Curitiba um dia!!! Você não consegue passar de faixa, parece que fazendo isso você esta mexendo com a integridade de um motorista por aqui!!rsrs
E eu também, não faço baliza, porque eu não sei fazer e penso nos outros, me irrita aquelas pessoas que fecham a rua tentando fazer baliza e formando um engarrafamento enorme atrás!!!

Da uma passadinha no meu blog!!bj
http:/batomnopastel.blogspot.com

Michelle Iglesias disse...

Oi Luciana,
Sou leitora do blog mesmo não comentando... adoro sua dicas. Hoje resolvi me manifestar pq pela manhã passei muita raiva no trânsito, e o pior é que moro numa cidade do interior de SP que tem apenas 45 mil habitantes. Passei muita raiva pq hoje quase não consigo tirar o carro da garagem. Meu vizinho de frente está reformando a sua casa e colocou DUAS caçambas para entulho em frente a garagem dele, para tirar o meu carro tenho que prestar muita atenção para não bater. Ocorre que enquanto tirava o carro, por 3 vezes tive que voltar com ele para a minha garagem pq não existe cortesia, gentileza por parte dos outros motoristas apressados, simplesmente jogavam o carro para cima do meu, sem me dar espaço, e eu voltava, o ruim aconteceu com uma pessoa que eu julgava inteligente, acho que ele não viu meu carro, parecia que estava passando por cima de mim. Eu temabém queria uma carruagem! Bjus, parabéns por essa iniciativa de dividir conosco suas experiências.

Anônimo disse...

kkkkk....Graças a Deus não sou só eu!!! Detesto dirigir...mas com filho, não dá pra depender de marido. Tive que meter a cara e sair. Só que eu Lu, tive que comprar um carro automático, pq o outro não deu...rsrs. O automático, não precisa passar marchas e qdo o sinal abre, o coitado que está do seu lado passando a primeira, segunda, e cadê vc??? Ufff...já foi...isso adianta, pq aí a gente dirige menos e chega mais rápido onde quer..eu acho né?? Eu aconselho viu?? beijos Kelly.

Mariana Freire disse...

Oi Drª Lu!
Para além de tudo o que você disse, também me irrita muuuitooo ficar rodando sem encontrar vaga para estacionar. Mas o que me deixa suando é ter que fazer ponto de embraiagem em ladeira com aquela fila de carros atrás de mim! E gente que passa sinal vermelho em cruzamento, bate no seu carro e ainda tem o descaramento de dizer que passou no verde e que a culpa é sua, aconteceu com meus pais, que ódio!!

Drica disse...

Já perguntei para todas as minhas amigas o q as deixam apreensivas no trânsito: subir e manobrar em ladeira e fazer baliza!E fazer tudo isso em uma ladeira bem íngreme tb nos deixa com um vazio no estômago!!!hehehehe...
Ahhh,adoro dirigir,mesmo reconhecendo que os motoristas cariocas não ajudam a tornar o tráfego mais humanizado!!rsrs.O dia-a-dia como motorista eu faço tentando ao máximo praticar a gentileza no trânsito,mesmo que a recíproca não seja verdadeira.É o mínimo que posso fazer pelos meus nervos não ficarem mais evidenciados!
Putz,as piores situações vivenciadas por mim foram nesses períodos de temporais aqui no RJ...faço de tudo para não passar sobre as poças profundas,não só pra não estragar o carro como tb para não molhar os pedestres que caminham nas calçadas.Esses dias atrás acabei fazendo uma maldade sem querer: não deu para evitar uma tremenda poça e acabei produzindo uma grande onda que encobriu completamente o motoqueiro que vinha ao meu lado...tadinho!E não sei como ele não foi me perseguir no túnel para tirar satisfações...hahahaha...
bjsss para vc!

Flávia Mello disse...

oi lu...
sou carioca mas como ja disse moro em salvador ha 2 anos e PELOAMORDEDEUS aqui é o pior transito que existe...
os motoristas sao muito ruins e mau educados, nao tem nem comparacao com o rio
eu nao tenho carteira ainda (eu sei 28 anos, medica, bla, bla, bla, sei que ja deveria ter...) entrei na euto-escola de novo esse mes...
eu sempre tive medo de dirigir... depois que vim pra ca tomei verdadeiro pavor, to pensando ate em ir num psicologo
beijinhosss

Lu disse...

Oiii
Entrei no seu blog por acaso e me apaixonei. Logo de cara pensei algo impossível: "Alguém fez esse blog pra mim?"rss Meu nome é Luciana também, e tudo o que eu achei aqui foram coisas que amo, como por exemplo videos dos filmes de dança!!!
I love!!
Parabéns pelo blog =)
Continue alegrando nossos corações!

Beijos
Lu!
meu blog é http://olhaqtudo.blogspot.com/

Aline Pozzan disse...

Boa tarde Lu. Tô que nem a amiga acima Flávia, to quase indo a um psicologo, pq ODEIIIO dirigir e não dirijo. A minha sorte é que o meu marido e eu trabalhamos juntos e vamos juntos de carro pro trabalho, mas agora semestre que vem vou começar uma nova faculdade e vou penar pegando metrô de noite e subindo o ladeirão da minha rua. Tô com 32 anos e já passei muito perrengue com carro na garagem justamente por não dirigir, meu sonho de consumo quando eu ficar muito rica além do massagista particular claro é um MOTORISTA que nem o daquele filme " Conduzindo Miss Dayse"

Fabíola disse...

Hoje estava no transito pensando como se faz pra jogar o carro e depois dar a seta....praticamente imppossivel!!!! mas gostei....rsrsrsrsr

Quanto ao psicologo, aqui em SP tem uma que faz terapia em grupo ou em particular pra fobias. O nome dela é Elvira Gross. Eu fiz pra medo de aviao. O site dela é www.medodeaviao.com.br
Pra mim foi bom, mas nada vai resolver 100%....acho. A nao ser que EU pilote o aviao!!!! kkkkkk

Beijos

Anônimo disse...

vende o carro e VAI DE TÁXI, luciana!

Anônimo disse...

Esse post só confirmou algo que eu já tinha notado. Mulher dirige muito mal. Aprendam a dirigir primeiro, depois peguem seus carros. Claro que tem suas exceções, mas de modo geral, pelo menos aqui no Rio, a maioria dirige mal. João Carlos.

Ana Carolina disse...

Oi pessoal. Gostei do assunto. vou comentar, mas falarei enquanto pedestre...rssss...

Moro em Recife e aqui é um inferno! Os motoristas não respeitam ninguém, nem a mãe deles se ela estiver na calçada. Muitas vezes motos e carros nas calçadas, onde só é permitido pedestre, motoristas que avançam o sinal vermelho e não param na faixa de pedestres, pessoas muito irritadas e dispostas a tudo para poder andar 500 metros a mais num engarrafamento. buzina, buzina, buzina...Tudo isso é falta de respeito e cuidado com a vida do outro. Cada vez que vejo esses absurdos sinto que não tem mais jeito...seremos engolidos pela brutalidade animal...
Era isso.

Ah! Acompanho teu blog e adoro o conteúdo.

Beijocas,

Carol

Simone disse...

Nossa, adorei seu site!
Mas estou me coçando pra te contar uma coisa q vai te matar de inveja: moro a 5 minutos do serviço. É isso mesmo, mal dá tempo de ouvir uma música do CD, e ainda por cima, aqui em Palmas-TO as avenidas são largas (3 pistas), e quase não tem carros.
Enfim, o paraíso do trânsito! (mas só do trânsito, por q o calor é de matar. rsrsrs. Ai, q invejinha do friozinho...)

Pa disse...

Luciana, esse seu post é TÃO REAL!!! Isso é reflexo de um país mal-educado... esse post ainda rende muito assunto! Parabéns pelo blog! beijos

Anônimo disse...

Tenho uma tática pra não me irritar no trânsito: Sempre imagino que quem tá furando fila não é um folgado qquer, mas sim um motorista que está com diarréia e desesperado pra chegar em um banheiro...

Minelinha... disse...

kkkkkkkkkkkkkkk, adorei esse post!!! Euzinha sempre amei as carruagens, se tem uma mulher que invejo è a Rainha Elizabeth!!! Chiquerrimo seria andar de carruagem mesmo! Beijus from uk pro ce!!!

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???