sexta-feira, 9 de abril de 2010

Para os "Alicemaníacos" e qualquer-coisa-maníacos:


Descobri um site chamado kids Theme Bedrooms que é um sonho, especialmente para as gravidinhas e pessoas (inclusive adultos) que resolveram fazer uma mudança em seu quarto.
Trata-se de um site que agrupa temas de quarto, tanto de meninos quanto de meninas, e apresenta em quais lojas dos Estados Unidos a pessoa pode comprar cada ítem do tema.
Por exemplo, com essa mania de Alice, devido ao filme, o primeiro tema de quarto de meninas é justamente esse: Alice.
Entre os de meninos, meus preferidos são os de cavaleiros medievais (com direito a dragões, magos, castelos...) e piratas.
Em relação aos temas de adultos, qual perua não ia adorar ter um quarto inspirado na Maria Antonieta?
Tem de tudo, gente!
Algumas das lojas relacionadas no site entregam no Brasil. Outras não.
Meu conselho para as grávidas que vão viajar e desejam comprar os adereços do quartinho, é entrar no site, identificar as lojas que possuem os ítens que você procura (como por exemplo o banco-baú medieval escrito "Jóias da Coroa"), e ir lá na loja pessoalmente conferir o produto.
Esse site poupa muito o tempo de pessoas que já decidiram o tema do quarto da criança, e ajuda os indecisos a seguir por algum caminho.
Mesmo que a pessoa não vá viajar, conheço gente que imprimiu fotos de móveis e levou para um marceneiro copiar.
Temos que nos virar!
No próximo post, falarei de murais para os quartos. Um mais lindo que o outro!!!!
A caminha está à venda no site Posh Tots. Alguns ítens da loja podem ser vendidos para o Brasil.

9 comentários:

Pamela disse...

dá pra passar o dia inteiro nesse site. hahaha!!

dra. princesa, teu blog é maravilhoso!

queria sugerir um post tbm.. conte pra gente o que acha sobre a suplementação vitamínica para a pele, como o colágeno hidrolisado.

outra coisa, já encontrou uma segunda dona pro seu hue? tentei achar teu email por aqui, mas não teve jeito..rsrs.

beijos.

Luciana Leal disse...

Eu poderia fazer um sorteio, que tal?

Pollyanna Benfica disse...

Boa ideia o post sobre suplementos! Já estou aguardando...rssrsr

Adorei os móveis da Alice no páis das Maravilhas!

Adoro seu blog.

Bjinhos

Anônimo disse...

Seu conselho para as grávidas é escolherem o quartinho de bebê, o meu é que se toquem e dêem mais importância ao tipo de parto (visto que no Brasil a taxa de cesárea está absurdamente alta e as mulheres não estão nem aí) do que para o papel de parede que vai enfeitar o quarto.

Abs, Carol

Anônimo disse...

Misturar parto com papel de parede é demais pra minha cabeça.

Pertinente, o comentário da Carol, mas completamente FORA DO CONTEXTO.

E ainda que fosse pertinente, eu acho que o tipo de parto ideal deve ser um consenso entre a mãe e seu obstetra.

Luciana Leal disse...

Oi, Carol!

Deixa eu te contar uma coisa que aconteceu recentemente na minha família.
(é triste)
No ano passado, minha cunhada estava grávida de uma menininha.
A gravidez correu maravilhosamente bem, graças a Deus. Porém, como minha cunhada tem uma obesidade importante (quase mórbida), o obstetra decidiu fazer uma cesariana.
Minha cunhada, que havia tido a primeira filha com parto normal, insistiu com o médico que, como não havia nenhum motivo "patológico" de abreviar essa gravidez (tipo pré eclâmpsia, diabetes, etc) ela fazia questão de esperar pelo bendito parto normal.
Como estava tudo normal (tirando a obesidade), o médico concordou em esperar mais cinco dias.
No quarto dia de espera, a Geovanna parou de se mexer dentro da barriga da mãe e após os exames, foi constatado o óbito da neném. Ela era uma bonequinha.
Eu me lembro de cada pedacinho dela, porque fui eu quem ajudei a arrumar a bebê no caixãozinho (que parecia um berço).
Eu nunca tinha falado nesse episódio aqui no blog porque foi um acontecimento tão funesto, e eu não gostaria de alarmar as grávidas leitoras do blog. A causa da morte foi um nó no cordão umbilical (ou pelo menos, foi o que disse o obstetra).

Não entendi porque você se mostrou ofendida com os temas de quartinhos (sério, o que uma coisa tem a ver com a outra?).

Mas já que você tirou do baú o assunto "parto", vou dar minha opinião (por isso que dividi essa história com vocês).

Parto é uma coisa muito séria.
Para mim, o parto precisa ser uma combinação entre os desejos da mãe e a viabilidade médica desses desejos.
Muitos dizem: ah, mas antigamente as mulheres tinham filhos na floresta, ou em casa, e sem anestesia!!!
Pois é, e a mortalidade materno-infantil era absurda. As pessoas também faziam NÚMERO 2 (se é que me entendem) no mato, e nem por isso as pessoas deixam de usar hoje em dia, a santa privada e o papel higiênico. (péssimo esse meu exemplo)

Enfim, para mim, o parto ideal não é o que a pessoa QUER ter, e sim o que ela PODE.
Se o médico diz ok para o normal, maravilha!
Se diz "não", amigas, perguntem o porquê (lógico, todo mundo precisa entender o porquê) e tomem juntos a melhor decisão.

Quando falamos em partos, só existe uma regra para mim: a do bom senso.

Anônimo disse...

Eu não achei fora de contexto. É que tinha acabado de ler um outro blog, em que a grávida tinha saído feliz do consultório médico, nas módicas DOZE semanas, porque tinha optado, junto dele, pela cesárea. Aquilo me revoltou de uma forma...e o pior é que ela tinha dito que o importante era o quartinho aconchegante que ela estava arrumando pra ele. TRISTE!!

Quanto ao caso que aconteceu na sua família, sinto muito mesmo, mas foi uma tragédia que pode acontecer com qualquer uma de nós. Prolapso de cordão poderia ter acontecido até mesmo um dia antes de ela ter feito uma cesárea. NÃO FOI CULPA DO PARTO NORMAL.

Fala-se muito da vontade da mãe, mas e o bem estar do bebê, aonde fica?
Crianças retiradas com 36, 37 semanas, depois ficam em encubadoras com desconforto respiratório, e tudo bem, ''são só umas horinhas''.
Honestamente, acho cruel.

Mulheres, princesas e afins, dêem o direito aos seus filhos de desfrutarem do trabalho de parto (e se dêem o direito também), os benefícios são incontáveis!

Adorei o debate.
Beijos Princesa.

Carol

Luciana Leal disse...

Agora eu entendi sua indignação e também fiquei indignada!!!

Beijos, Carol!

Letícia disse...

dá uma conferida na coleçao sob encomenda que a h.stern fez sobre alice no país das maravilhas. tá de enlouquecer!

beijinho!

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???