quinta-feira, 29 de abril de 2010

Lançamento: PHOTOPROT

Recebi esta semana este lançamento que chegou para concorrer com o Photoderm Max FPS 100, já conhecido das pessoas que costumam ler o meu blog.
Concorrência é uma coisa que vem muito a calhar para nós, consumidores.
Ainda não usei o protetor no rosto, somente no dorso das mãos, mas posso afirmar que a textura é bastante fluida, ou seja, espalha bastante (e consequentemente rende muito). Porém, devido as nanoparticulas encapsuladas, eu o senti ligeiramente oleoso. Essa sensação tende a diminuir após alguns minutos.
Um outro fator positivo foi a embalagem pump. Nós, os preguiçosos, adoramos uma embalagem pump (que, reconheço, pode não ser a ideal para carregar na bolsa)!
Ao contrário do Photoderm Max, ainda não possui a opção color, mas a representante jura de pés juntos que será lançado, possivelmente ainda esse ano.
Saiba mais em www.photoprot.com.br
Beijinhos!

15 comentários:

Mariane Martins Manso disse...

Luciana, sou 5 ano de medicina e eu gostaria de conversar com vc sobre a sua especialidade. Procurei seu endereço pra te mandar um email, mas eu nao achei.

será que voce me responderia me mandando um email: eh marianemanso@gmail.com

beijos e obrigada

Blog Consuma com Moderação disse...

Oi Luciana!
Adoro novidades!
Beijos,

Nathalia disse...

Olá, Dra. Princesa!!!!

Eu tinha ouvido falar nesse protetor há bem pouco tempo e achei o preço bastante acessível para um protetor fator 100, mas como não tinha nenhuma referência preferi não comprar! Fiquei feliz de vê-lo aqui!, quando tiver de comprar um novo (acho que ainda vai demorar um pouco) vou experimentá-lo!!!

bjos,

Nathalia.

Narjara disse...

Oi gostaria muito de saber aonde fica seu consultório no Rj.
Meu e-mail é narjarahanna@hotmail.com

karina disse...

Luciana, estou procurando os teus comentários sobre os teus cuidados durante manhã, tarde e noite e não acho! vc pode me passar o dia que vc postou! beijos, obrigada!

simone disse...

Oi Lu, tenho tantas perguntas rsrs
tenho pelos encravados e nas pernas saiu ate algumas manchas... para esse problema seria so o laser para retirada dos pelos? e qual seria o melhor pois tem tantos hoje em dia.
outra perguntinha minha pele do rosto esta flacida assim surgindo olheiras etc...(tive problemas hormonais por isso essa flacidez)passo cremes etc mas o resultado e muito baixo... que tratamentos esteticos serveriam para esse caso...

lu beijos e obrigada pelo blog adoro d++++

Ana Luisa disse...

Oi, Luciana, sou dermatologista, também. Moro em Marabá-PA. Sou sua seguidora assídua, acho o seu jeito de escrever suas postagens muito bacana. Você pessoalmente também deve ser muito bacana. Sobre o Photoprot, eu também o achei muito oleoso para a face, e olha que minha pele é seca, mas, na minha opinião, sempre há um momento em que a gente pode aproveitar esses mais oleosos, como pra esportes aquáticos, pela maior resistência à água. Um abraço. Ana Luisa Bila

Pedro disse...

O Photoprot foi desenvolvido por duas professoras super competentes da UFRGS (uma de química e outro de farmácia). É a primeira vez que um protetor solar FPS 100 é desenvolvido no Brasil. :)

sofia disse...

oi Lu eu tenho esse photoderm max mas 50 e ele faz a minha cara ficar muito branca e olha ke eu ja sou branca rsrs, talvez eu devesse comprar aquele que tem cor ne? Deveria ter pensado que se existia um com cor seria porque o outro normal me iria por white rsrs.

beijo

Irene disse...

Oi Luciana! Tudo bem? Gostei muito do teu blog, parabéns pelo teu trabalho.Inclusive ja salvei nos "meus favoritos". Gostaria de alertar para um equivoco no post sobre o Photoprot. Concordo contigo que ele é um pouco oleoso, mas a "culpa" nao é das nanoparticulas. Claro que existem diferentes tipos de nanoparticulas e nao podemos generalizar, mas as nanoparticulas nao tendem a aumentar a oleosidade do produto. Conheço o Photoprot e a nanotecnologia utilizada nao é a causa da oleosidade. Pelo contrario, muitas vezes as nanoparticulas diminuem o sensorial oleoso justamente porque as particulas oleosas encontram-se veiculadas dentro de vesiculas que protegem contra o contato direto da substancia oleosa com a pele. No caso do photoprot, o sensorial oleoso é por conta dos demais ingredientes cosméticos utilizados na formulaçao da loçao e de algumas substancias que aumentam o FPS. Nao me leve a mal, mas é importante esclarecer isso. Sou farmaceutica com doutorado em nanotecnologia, professora universitaria, pesquisadora e trabalho em uma empresa que desenvolve cométicos nanotecnologicos. Minha missao envolve esclarecer às pessoas sobre conceitos relacionados à nanotecnologia, pois existe muita coisa veiculada na midia sem o embasamento cientifico apropriado. Me coloco à tua disposiçao para o que precisares. Podemos trocar informaçoes por email. Meu contato é irenemail@gmail.com

Anônimo disse...

Quanto é esse protetor?

Beijo!

Kaká

Tia gué disse...

Comprei, indicado pela minha dermatologista, agora recente por R$54,00 em Natal... e andei pesquisando sobre ele na net e vi algumas pessoas falando que ele era de fácil aplicação e tals... será que o meu tá alterado? pq que eu achei ele groso e difícil de espalhar. Alguém pode me dá alguma informação sobre a textura dele? Sim, e tô achando meu rosto bem oleoso com ele, apesar das informações dizerem que ele não é oleoso.

Anônimo disse...

Oi !
tenho 16 anos e já fiz um tratamento de pele com roacutan... no momento estou usando o protetor sum max em gel, mas queria usar o Photoprot.
Só que pelo fato dele ser em creme tem algum risco de minhas espinhas voltarem ?

Deni disse...

olá!
pesquisando a respeito desse protetor e encontrei seu blog por acaso. o interessante é que eu estava justamente pensando em alertar as pessoas a respeito desse produto.
usei o Photoderm max 100 durante muito tempo e, ao encontrar essa versão nacional de um filtro com fator 100, achei bacana dar um crédito à indústria nacional.
porém, minha avaliação do produto é bastante negativa:
- espalha muito mal, é grudento e pegajoso. sei que algumas pessoas disseram que testaram e pareceu espalhar bem. também tive essa impressão ao compra-lo. mas usa-lo diariamente, me fez perceber o engano;
- o rótulo afirma ser um fluido, porém a textura é realmente muito oleosa. a princípio, pode-se pensar que apenas não se adapte a determinados tipos de peles, mais oleosas, por exemplo. mas no meu caso, tenho pele normal a seca e nunca tive espinhas. o uso contínuo me brindou com esse desagradável efeito.
- a aplicação de maquiagem após a aplicação do filtro é bastante dificultada pelo efeito grudento. além do que, a pele toda fica com aspecto brilhoso e "gruda" mesmo.

a relação custo-benefício também é bastante ruim. o preço +/- R$ 55,00 é bem semelhante ao do importado photoderm max [+/- R$ 60,00]. e realmente, não vale a pena trocar um produto bom, por algo com qualidade tão duvidosa.

Marypaiva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Vamos Bater um Papinho?

Onde você está???