sábado, 18 de julho de 2009

Como a classe social de um indivíduo afeta diretamente seus resultados estéticos:

Em primeiro lugar, cruzes! O título desse post parece cabeçalho de monografia!!! Onde eu estava com a cabeça??
Eu respondo: no travesseiro. Pensando justamente sobre esse tema.

Como vocês sabem, profissionalmente eu transito entre dois mundos (e gosto dos dois): um é privilegiado, tem acesso a informações e à tecnologia de ponta, pode comprar todos os ítens da receita sem problemas; e o outro mundo é carente, vive uma vida sacrificada, precisa escolher entre comprar um remédio ou um sapato novo para o filho.

Então, no consultório de Ipanema eu lido com empresários, profissionais liberais, professores, pilíticos, artistas, embaixadores...
E no hospital da Penha, são camelôs, donas de casa, faxineiras, trocadores de ônibus,...

Esta semana eu estava explicando para os meus alunos, como essa diferença de classe social afeta diretamente os resultados estéticos de cada um:

1) A idade:

Em Ipanema, as pessoas começam a frequentar nosso consultório quando são recém-nascidas. Juro por Deus! Pra furar a orelha, se for menina. E pra ter orientações quanto aos cuidados com a pele do bebê, independente do sexo. Inclusive é uma festa quando eles vão para a sua primeira consulta no dermatologista, e gostamos de eternizar o momento tirando muitas fotos.

Resultado: a longo prazo, ao crescer, estas crianças reduzem em quase 80% as chances de ter câncer de pele, pois estamos preservando a epiderme desde a infância (e é sabido que 80% dos danos acumulados pelo sol ocorrem na juventude até uns 18 anos).

Já na Penha, em média, a idade da primeira consulta é por volta dos 40 anos. Com isso a qualidade e a saúde da pele são infinitamente piores, e a pessoa precisa de mais cuidados.

2) Locomoção diária:

Uma pessoa de classe média ou rica, tira seu carrinho da garagem pela manhã, muitas vezes com motorista (sonho meu!!!), e faz seu trajeto até o trabalho, recebendo pouca radiação solar (sempre entra um pouquinho pela janela do carro). Geralmente desce do carro dentro do prédio onde trabalha ou se não for o caso, anda poucos metros até chegar a seu destino.

Resultado: fica menos exposta a sol, vento, umidade, e consequentemente a pele fica mais bonita.

Na Penha, as pessoas caminham de casa até o ponto de ônibus. Ficam vários minutos (algumas vezes horas) esperando o bendito chegar (e tomando radiação na cabeça), quando ele chega podem ser obrigadas a se sentar na janela, sem insulfilm, bem onde o sol está batendo forte. E ficam assim por mais um longo tempo até chegar ao trabalho. Chegando no ponto, ainda caminham um bom pedaço até o destino final, pegando mais sol. Preciso dizer mais alguma coisa?

3) O trabalho:

Ok, eu admito: é claro que eu tenho pacientes em Ipanema que precisam se expor ao sol no trabalho (tipo um engenheiro na obra). Mas essa parcela não é a maioria. A maior parte deles trabalha mesmo é no escritório, na sala de aula, no laboratório...

Resultado: pegam pouco sol, e a pequena radiação a que são expostos pela luz das lâmpadas, é facilmente manejada pelo uso de protetor solar.

Na Penha, predomina o trabalho informal. Como eu disse antes, são vendedores ambulantes, faxineiras, donas de casa que lavam a roupa no tanque e as secam no varal (pegando muito sol), enfim, atividades mais ao ar livre. Isso acarreta mais manchas, ceratoses actínicas, poiquilodermia...

4) O poder monetário:

Em Ipanema, influencia muito no estilo de vida das pessoas. Elas malham, fazem limpeza de pele quinzenal, possuem personal, fazem massagem, vivem viajando (e portanto podem comprar cremes e maquiagens importadas), podem se dar ao luxo de fazer procedimentos estéticos, o valor da receita médica não importa muito.

Resultado: são pessoas bem tratadas, saudáveis, com acesso à tudo de moderno na área da beleza. Eu posso fazer um esquema de pele sugerindo cremes específicos para cada área corporal, sem problemas. Em termos de procedimento, a associação de técnicas vai gerar um resultado muito mais satisfatório. E quem tem $$$ pode associar quantas forem necessárias.

Por exemplo: uma pessoa querendo tratar rugas faciais, se fizer radiofrequencia, toxina botulínica e preenchimento facial, além de usar o melhor que há em cremes em casa, terá um resultado absurdamente melhor do que aquelas que só fizeram Botox.

Na Penha, isso é um problema na minha vida. Muitas vezes, eu fico impossibilitada de fazer um esquema de pele completo (limpeza, tonificação, hidratação, creme anti-rugas, proteção solar, hidratação corporal, pés e mãos e cuidados com o cabelo), e fico só no básico (creme anti-idade ou anti-acne e proteção solar). E sabendo que naquele mês, aquela pessoa não vai comer carne, só frango e olhe lá.
Em relação à procedimentos, até "vaquinha" já fizeram para pagar o peeling de uma moça.
Sabemos que precisamos fazer mais de um para ter um resultado legal. O resto vocês podem adivinhar... É claro que deu uma melhorada, mas não foi nada "do outro mundo".

5) O Estilo de vida:

Ele sintetiza tudo o que falamos até aqui.
É o que determina o grau de lindeza que uma pessoa consegue obter, ao chegar à maturidade.
Então:
Se você nasceu, furou a orelha com a minha mãe, começou a usar os produtos Medela na sua pele de recém-nascido, sua mãe te encheu de protetor solar desde os 6 meses, te deixou brincando da barraca em um horário decente na praia, tratou suas espinhas desde a primeira que apareceu, começou seu anti-rugas aos 25, come alimentos saudáveis, faz esportes, cuida da saúde geral, visita o dentista, encontrou um grande amor na sua vida, ama seu trabalho, visita a Sephora de vez em quando, posso te garantir e assinar embaixo, que a sua pele vai ser linda!!!

E, claro, não podemos nos esquecer da alimentação balanceada!!! Nós somos aquilo que comemos!

RESUMO DA ÓPERA:
Não estou generalizando aqui, viu??? Tenho pacientes em Ipanema, que embora tenham todas as facilidades que só a grana pode proporcionar, não gostam de usar seus cremes, jogam golf (ou seja, pegam muito sol), têm preguiça de malhar, abusam das bebidas, têm medo de agulhas, enfim, desperdiçam várias oportunidades de melhorar a aparência e a saúde.

E tenho pacientes na Penha que se não podem pagar um personal, caminham horas por dia.
Se precisam ficar horas ao sol, levam um guarda-chuva e ficam embaixo dele.
Se não podem pagar por um creme, fazem na farmácia de manipulação que fica mais barato (e às vezes esse barato sai caro, porque tem cada farmácia por aí...). Ou pedem para a patroa, ou para a igreja.
Se não podem fazer um procedimento, se oferecem para ser modelos de cursos para médicos.
Enfim, dizem não ao determinismo. Quem quer melhorar, dá o seu jeito!
E eu estou aqui pra ajudar a quem quer fazer isso.

33 comentários:

Carlinha disse...

Luciana,

Transitei entre esses dois mundos. Vc tem toda razão. Quando eu era mais nova, nunca tinha visitado um dermato por falta de grana e minha pele teve uma série de problemas que hoje estou com condições para cuidar, mas já é um pouco tarde.

Como vivi o outro lado, gostaria de poder ajudar.

simone disse...

Lu , achei demais esse seu post, parabéns pois tudo o que disse é verdade e fico mais acreditada sabendo que tem medicos que ainda se preocupam com isso, hj em dia é tudo com mecanizado que muitos nem pensam como vc!!! obrigada pelo blog e pelas dicas estão sendo muito valiosas!!! bjus

Gabriela Moura disse...

faço parte do segundo mundo ainda, embora lute dia a dia pra melhorar - afinal eu estudei pra isso né? - e sei q é bem difiicl mesmo manter uma boa aparencia e saude com pouca grana e informação.
e eu sinceramente nao sei uma solução...vc sabe?materia prima pra bons cremes sao caras, pesquisas sao caras, alem do valor agregado a marca, o lucro de cada parte da produção, e....AAAAAAHHHHHH
existe um mundo melhor, mas é cariiiiiissimo
anyway, eu sempre me cuidei dentro das minhas possibilidades, mamae sempre tratou minha pele desde que eu era baby, e esse mes vc precisava ver minha alegria ao comprar meu primeiro produto Neutrogena =P

Maria Inês Sá disse...

Luciana

Parabéns por esse post. É a mais pura verdade! Eu já fui Pat aos extremos (pra vc ver a minha idade, sou da época das Patricinhas e Mauricinhos) e tinha uma vida maravilhosa $$$$$$$$$$$$ em todos os sentidos. Hoje estou no outro lado e tentando não deixar minha peteca cair. Afinal "Quem foi rainha, nunca perde a majestade". Vou nos cremes que posso pagar e fico mal humorada pq não posso fazer um preenchimento e um botox básico (fora outras maravilhas q vc mencionou). Mas a vida segue em frente, sem revoltas e sempre acreditando q voltarei a ter o q o meu Pai me proporcionou até os meus 25 anos (ihhhhhhhhhh não sou tão velha assim não, sou de 1967; faça as contas kkk). Ainda bem que não me dão a idade q tenho.
Bjs e continue assim com verdade e determinação.

Ana Carla Araujo disse...

Lu
Seu post diz tudo, adorei a leitura e relamente conheço pessoas com poder aquisitivo e nem ligam pra cremes e tal e se expoem mesmo...
bjos

Luciana Leal disse...

É, acho que a maioria de nós que não nasceu em berço de ouro, transitou em algum momento entre esses dois mundos.
E, gente, a nossa vida muda a cada segundo...quem está mal hoje, pode dar uma sorte e ganhar rios de dinheiro amanhã...da mesma forma, quem está bem hoje, não tem nada garantido...
O negócio é tentar se virar com o que se tem, e tentar fazer o melhor possível...
Existem maneiras caras e baratas de se ficar com uma boa aparência.
Felizmente eu conheço um pouco das duas maneiras..e espero poder dividir minhas experiências com vocês.

Rose disse...

Muito bom seu post. A pele da gente reflete a vida que levamos. O poder aquisitivo é praticamente tudo para que possamos nos cuidar. Claro que existem as opções de que vc falou, mas, o dinheiro é o que realmente conta. Bons cremes são caros, boa alimentação, uma qualidade de vida melhor, enfim, sem dinheiro não dá. Bjs.

Nanda disse...

Luciana,
Muito bom o seu post,Isso me lembra que a minha primeira visita ao dermo, foi por causa de uma alergia horrivel que tive a um ano atrás, e ao mês passado voltei por causa de outra alergia,bem aproveitei e tentei cuidar de umas manchas de acne,e sol,mas...não tive dinheiro até hoje para comprar os produtos que a medica me receitou...Bem não é que eu seja bem pobrinha,mas convenhamos...nem tudo é baratinho, e infelizmente parece que alguns previlegios realmente são para poucos.

michelle.olivers disse...

Arrasou!

michelle.olivers disse...

Arrasou!

Patricia disse...

Estava falando com minha amiga sobre isso antes de ler esse post!E ate comentei que a primeira coisa q vou fazer qndo voltar ao Brasil eh q ir a um dermato!!!
Eu sempre tive uma vida mais ou menos e nunca liguei pra cuidar da pele.Agora chegando aos meus 33 tento recuperar o tempo perdido(algo impossivel),mas aqui no blog percebi q nunca eh tarde pra isso!
Vc eh maravilhosa!
Bjim

Fátima disse...

Concordo plenamente com tudo que você escreveu, só acrescentaria que também os cuidsados com os dentes das pessoas das classes menos favorecidas e as da classes mais abonadas é gritante, eu sei que essa não é sua área, mas só pra complementar a estética do rosto. Parabéns pela postagem!

Danni Fernandes disse...

oEu sou do mundo do mais ou menos, não sou tão rica pra ter todos os cremes, mas nem tão pobre que precise me sacrificar pra deixar de comer carne pra comprar um batom da MAC ou outra coisita, pq meu pai tem um bom emprego e ajuda bastante, na faculdade e tudo, desde os 17 anos trabalho em escritorio, pego somente o sol antes das 8 da manha, quando saio do escritorio já é noite, mas é uma ralidade sentida, pra me organizar melhor em relação aos tratamentos eu crio prioridades, esse mes, vou fazer o cabelonn, no proximo uma limpeza, no outro comprar uma make nova, e asim vai e dependendo do valor dos produtos encaixo duas coisas no mesmo mes, mas concordo com vc sobre dinheiro X beleza, exemplo disso são várias pessoas que saíram um pouco da Penha,rsrs, como Carla Perez, dentre tantas outras.. dinheiro é o mecanismo facilitador da beleza, posso postar seu texto no meu blog? amei

e Desculpa Lu o super gigante coment, é que penso o mesmo! e queria ter mais graninha

Luciana Leal disse...

Fátima: muito bem lembrado em relação aos dentes!!!! Essa é uma das maiores preocupações da minha mãe, que é a médica que faz preenchimento facial lá na clínica. Os dentes interferem diretamente na grossura dos lábios e no famoso bigode chinês. Sem ter dentes em bom estado, você pode colocar 1kg de ácido hialurônico que nunca ficará bom...
Ainda em relação aos dentes, até no consultório de Ipanema temos algumas pacientes que não cuidam deles como deveriam...Muito bem lembrado, perfeito!!!

Danni: claro que pode postar sim, querida!!!
A maioria de nós é exatamente como você, cria prioridades para poder fazer as coisas. É como meu irmão diz: nós podemos fazer tudo, mas uma coisa de cada vez...
Eu mesma, só uso os cremes que tenho porque ganho a maioria deles!
Mas é possível fazer uma boa receita com R$100,00, com R$300,00, com R$500,00....
É muito importante também o médico e o paciente terem uma abertura para se poder fazer um plano de tratamento (receita médica + procedimentos) viável ao poder aquisitivo do paciente.

Edward de Souza disse...

Olá Luciana!
Tenho um blog e estou concorrendo ao Top no setor comunicação. Percebi que vc está também, mas em Variedades. Poderíamos nos unir em busca de votos. Meus amigos votariam em você e os seus em mim. Eu acabo de deixar meu voto em seu blog. Vou entrar também como seguidor do seu blog.
Abraços...

Edward de Souza

Manuella disse...

Luciana,

Você tem toda razão... Infelizmente, por mais que muitas pessoas tenham vontade de se cuidar, esbarram no problema da falta de $!

Mudando de assunto, venho acompanhando seu blog há um tempo e estou com a maior vontade de me consultar com você! Tenho 21 anos, mas como tive muita acne na adolescência, me habituei desde cedo aos cuidados com a pele e a visitar o dermatologista com frequência. Mas confesso que nunca tive uma dermatologista tão legal quanto você aparenta ser ;)

Você pode me passar endereço e o telefone do seu consultório?

Beijos,

Luciana Leal disse...

Manuella: endereço e telefone do consultório você encontra no site:
www.lintervento.com.br

Te espero lá!!
Beijos!

Dorothy Gale disse...

Oi, Luciana! Tudo bem?

Adorei seu texto. Concordo com tudo.
Na minha opinião, protetor solar é fundamental e não deveria ser caro. Prevenção é tudo.
Gostaria muito de saber a sua opinião sobre água termal. Você acha que vale o investimento? Funciona mesmo?
Tomo anticoncepcional e minha pele mancha facilmente. Passo protetor e tento sair de chapéu. Moro em Belo Horizonte e não sei se é apenas aqui que acontece isso, mas todo mundo olha pra mim qdo estou de chapéu. Parece que sou de outro mundo hiuahiauhaiu Um chapéu de abas largas e de tecido realmente ajuda, né? Vale o mico? hiuahiuahaiuha

Adoro o seu blog!!! Parabéns!!!

Beijos

Fernanda disse...

Excelente post!!

Inspirada por ele, você poderia me mandar o endereço e o telefone do seu consultório? Queria muito te fazer uma visitinha!!!! Afinal, sempre é hora de começar!

esse é meu e-mail: fernandacastroschimidt@hotmail.com

Obrigada!

Mary disse...

Oi Luciana!

Sei que meu comentário não tem muito a ver com esse post....me no meio do texto vc disse uma frase " (...)começar a usar cremes anti-idade com 25 anos..."

E me veio a seguinte dúvida, que acho que aflige mtas jovens como eu...
25 é a idade ideal para se começar a usar cremes anti-idade?? Vou fazer 21 daqui 2 meses, e estou quase surtando querendo usar já..rsr...
Minha idéia mesmo é começar com 23. Mas gostaria de saber se podemos começar antes? Se faz mal ou bem para a pele? Porque deve se começar a usar com "X" idade..etc..

Vc poderia fazer um post sobre isso?=)

Fico mta confusa pois já vi de tudo nessa vida, meninas de 18 que já usam..e jovens de 25 que ainda nem usam! =S

Mto Obrigada!!
Adoro seu blog, continue com o excelente trabalho!=)

bjs

Luciana Leal disse...

Dorothy: amo água thermal, tem vários usos e já falei à beça dela aqui no blog. Até coceira de conjuntivite alérgica ela melhora!!! E não tenha vergonha por andar de chapéu!!Você é a dona da mancha, portanto, você sabe o que precisa fazer para manda-la pro espaço.Parabéns pelo chapéu!!

Mary: falei em 25, mas isso é uma média...existem peles de pessoas de 21 anos suer manchadas e detonadas pelo sol..e existem peles de pessoas de 35 anos perfeitas e lindas. Não dá pra generalizar. Se estiver na dúvida, visite o seu dermato...Beijinhos!

Nanda: vou te escrever!

Anônimo disse...

Concordo que ao classe social interfere na pessoa como um todo.

No entanto, fico intrigada, pois percebo que eu já gastei/gasto muito em cosméticos pra pele e maquiagem do que a maioria das minhas amigas, e nem por isto sou a mais bonita>

Flor

Luciana Leal disse...

Flor,

Entendo o que você diz, mas repare bem, estamos falando de qualidade de pele, presença de carcinomas cutâneos, presença de rugas...
Acho muito feio quando as pessoas mudam drasticamente as feições de seus rostos, querendo se tornar mais "bonitos". Por exemplo, será que no fim, o Michael se achava bonito??? Eu achava ele bonito antes, quando era negro...
Enfim, discutir beleza é complicado, até porque os padrões de beleza mudam a toda hora...
Beijos!

essaeaminhavida disse...

Luciana,

adorei completyamente teu post, maravilhoso!!!! Achava que os dermatologistas eram sem coração! (brincadeira) Mas vivo hoje uma situação semelhante a dos moradores da Penha!!! ris. Como eu faço facul e o marido tb, tem o carro, a casa, etc..... a grana está curtíssima, então estou esperando o tratamento com o ortodontista acabar para iniciar um com um dermatologista e poder gastar um pouquinho com a pele. Por enquanto o que faço é comprar um creminho ou coisinha pra pele e pro cabelo por mês. No próximo mês por exemplo: vou comprar o protetor solar isdin gel creme pq é o que me dei melhor ate hoje, estou tonificando e hidratando a pele com coisinhas de farmácia, mas preciso clarear as manv=chas de acne. Mas eu espero, sou brasileira não desisto nunca,

Bjs,
Priscila

tati disse...

Lu, acho que a consciencia do medico e o conhecimento do estilo de vida/condição financeira de cada paciente são cruciais; faço um estágio em hospital público agora e tenho visto prescrições do SUS para compra de Episol, que não é dos mais caros, mas afeta o orçamento de muita gente..aí a pessoa se assusta com o preço, nao compra e fica sem o tratamento.
Beijos

Carla disse...

Luciana!
Muito bom o seu post. Vou contar uma história real. Meu pai sempre foi comerciante como bom português, nos últimos anos ele teve um funcionário que se destacou e progrediu na vida a ponto de meu pai o chamar para ser sócio dele em um restaurante, ou seja,o padrão de vida desse ex-funcionário (hj sócio) progrediu. O rapaz tem 32 anos e tem um rosto bonito mas cheio de cravos, pelos encravados, a região do nariz áspera, com rugas ao redor dos olhos e tal,mostrando o que a falta de cuidado e de dinheiro faz com a pele.... Duas semanas atrás na maior cara de pau cheguei nele e disse "Meu amigo, vamos dar um trato nesse seu rosto, vc tem 32 anos e precisa se cuidar, vc é solteiro, sem filhos, sem esposa, sem namorada, tem poucas despesas,etc..tem mais é que gastar com vc" e puxei ele e fomos na Farmácia comprar umas coisas para dar uma geral no rosto dele. Sei que não sou médica, mas como sei que ele jamais vai a uma dermatologista, com a minha viviência perambulando em médicos, pude indicar o básico : sabonete Acne Wash da neutrogena, esfoliante gel da Theracne, Hidrafil gel fps 20 e Reti C da Vichy.... Total da fatura R$ 206, o pobre do rapaz recem ingressado no "primeiro mundo", levou um choque, mas eu insisti, disse que iria melhorar o rosto dele e tal... Resultado: começou a usar e já teve grandes melhoras e gostou... minha esperança é um dia ele ir a um dermatologista (convencer)...

Fernanda Reali disse...

Adorei o post!
Vou repassá-lo.
Bjs

Anônimo disse...

NÃO EXISTE GENTE FEIA, EXISTE GENTE POBRE, FOI ISSO O QUE VC QUIS DIZER NAS ENTRELINHAS DESSE POST!!! O BOM PROFISSIONAL SE DESTACA QUANDO SABE TRABALHAR COM AMBAS AS CLASSES, INDICANDO PRODUTOS ACESSÍVEIS A CADA UMA.

Luciana Leal disse...

Anônimo: a interpretação do texto é livre, cada um faz sua. Mas concordo quando você diz que um bom profissional é aquele que consegue trabalhar bem com as duas classes, e isso é algo que eu faço muito bem, modéstia à parte.

Prince disse...

Adorei.

Nine disse...

Lu, cheguei aqui hoje de tanto ouvir a Fran falar de ti com um carinho especial que faz a gente já te admiriar antes de te conhecer... Mas agora, depois de ler esse post, definitivamente, tu é uma pessoa especial, menina! Simplesmente por essa visão que tu tens das duas vias do teu trabalho. Eu já estive dos dois lados como paciente, e ficava muito frustrada quando não conseguia seguir a risca as orientações de um dermato, e ele não me dava outras opções, ou então alguém que só de me olhar assim meio "trapinho" nem me orientava direito... Hoje, no meio termo entre os dois mundos, procuro selecionar o que tem de melhor e que está ao meu alcance... ainda não é perfeito, mas já é um passo. Mas tudo por conta própria... em busca de um profissional. Inclusive, se tu conhecer alguém daqui de Porto Alegre, e aceitar me indicar, fico muito grata.

Já estou acompanhando teu blog, e tentando colocar a leitura dele em dia.

Beijo grande!

Adriana disse...

LUCIANA,
É ÓBVIO QUE SE VC NÃO CONHECESSE AS DUAS FACES DA MOEDA, 'POBRE' E 'RICO', NÃO TERIA CONDIÇÕES DE ESCREVER, NEM DE DETALHAR AS 2 SITUAÇÕES VERÍDICAS NO POST, COMO O FEZ, COM RESPEITO, PROFISSIONALISMO E VERDADE.
(COISA DE GENTE QUE SABE DAS COISAS, BEM RESOLVIDA, NÉ?!!)

ALIÁS, TEM GENTE QUE ENTRA NO SEU BLOG, QUE DEVERIA LER, PENSAR, RELER, PENSAR, RELER... PARA ENTENDER O SIGNIFICADO VERDADEIRO DE ALGUMAS COISAS.

BJSS PRINCESA! :)

lilly disse...

olá
qdo caí no seu blog, achei que vc era uma menina, talvez pelo jeito de escrever.
mas aí estava lendo este post, e achei o assunto sério.
e vi que vc é uma medica dermatologista, uma moça bonita e que tem de tudo o que sempre teve de tudo na vida.
achei excelente esta comparação que vc faz entre sua clientela e como vc se esforça para que todos tenham um bom tratamento.
suas dicas são muito boas, e eu penso como foi que não vi este blog antes!
vou indicar vc no meu blog, posso?
do mais, continue com este dinamismo, alegria e boa vontade.
o mundo precisa de mais pessoas como vc.
vc não é mais princesa, já é uma rainha!
bjs
lilly
http://coisadelilly.wordpress.com
http://blogdareforma.wordpress.com :
e if

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???