terça-feira, 30 de junho de 2009

Uma segunda chance!


Oi, pessoal!!!
Hoje temos aqui um tema polêmico!!!
Tenho recebido cada vez mais comentários nos posts (OBA!!!), e uma situação que acontece muito é a insatisfação que algumas pessoas sentem em relação aos seus médicos. Fico muito triste quando isso acontece, até porque isso também já aconteceu comigo (como paciente; não sei se já deixei algum paciente infeliz, mas me esforço para que isso não aconteça).
Nem vou dizer a especialidade dele aqui no blog porque acho desnecessário, mas eu dei uma segunda chance e fiquei surpresa com o resultado: hoje ele é uma pessoa super querida na minha vida.
Aconteceu assim:
Na nossa primeira consulta, eu cheguei no consultório dele já com alguns exames realizados. Caramba, eu sou médica, sabia mais ou menos o que poderia ajuda-lo em termos de exames na hora da consulta, fui lá e fiz pra poupar tempo.
Mas acho que isso deve ter ferido os brios dele, que passou a consulta (particular) inteira sem me dar um sorriso. Não foi grosseiro em momento algum, mas estava visivelmente irritado.
Minha mãe, que já conhecia o trabalho dele, e que foi quem me indicou o médico, pediu para eu insistir nessa relação médico-paciente. Quer dizer, no nosso caso, relação médico-médico...
A contra-gosto, voltei lá, munida de outros exames pedidos por ele. E dessa vez, o homem estava uma flor de candura.
E desde então, tudo fluiu maravilhosamente entre nós. Ainda bem que segui o conselho da minha mãe.
Alguns médicos, assim como qualquer profissional, tem o seu modo próprio de trabalhar. Eu aprendi que esse médico em particular, gosta de ser o único médico dentro do consultório dele. É um direito dele, pombas! E hoje eu respeito isso. Quando eu passo pela porta da sala dele, eu viro empresária (deixo de ser médica). Ou pelo menos é disso que eu brinco mentalmente quando vou lá.
Algumas vezes, precisamos exercer a empatia com o médico, ou seja, colocar-se no lugar dele. É ele quem tem a responsabilidade sobre a nossa vida, é ele quem vai responder (inclusive juridicamente) por tudo o que acontecer conosco enquanto estivermos sob os seus cuidados.
Dentro da dermatologia e a medicina estética, é muito fácil haver "desencontros" entre médico e paciente. Muitas vezes, os pacientes já chegam na consulta dizendo quais procedimentos desejam fazer, sem nem saber se possuem indicação para a sua realização segura. Ou então, tentam induzir o médico a prescrever aquele tal medicamento "X", que é o mesmo da amiga, cuja pele está maravilhosa. Ou então, chegam no consultório do médico dizendo que a doutora do blog "Y" (ou seja, euzinha), disse que um determinado laser é a última novidade do congresso e que só esse aparelho pode resolver o seu problema.
Genteeee...Vamos confiar mais nos nossos médicos! Digo isso como paciente. Não levem dúvidas para casa, perguntem! E se não entenderem a explicação, perguntem novamente. Não é vergonha nenhuma. Vocês não fazem idéia de quantas pessoas me escrevem pedindo para eu tirar dúvidas a respeito de suas prescrições médicas! Dizendo que sua médica passou um creme, mas a pele ficou vermelha, então o que fazer? A suposta médica precisa saber das reações da sua pele, vocês precisam perguntar para ela o que fazer, entenderam? Não é má vontade minha, mas se você fosse MEU paciente, EU iria querer saber se um creme que eu passei, não foi legal pra você.
Em relação a procedimentos, então, nem se fala!!! Diariamente eu leio:
"Fiz um laser, mas estou com casquinhas, o que fazer?"
"Fiz um peeling e meu rosto está ardendo muito, o que passar?"
"Fiz um Botox e um lado está mais levantado que o outro, tem solução?"
Minha contra-pergunta é: "ONDE ESTÁ O SEU MÉDICO?"
Para terminar esse mega-post-desabafo, um último conselho: uma segunda chance a seu médico, mas não dê uma terceira! Tem médico que é realmente grosseiro, mal educado e mal-humorado. Se você insistir, mas ainda assim o santo não bater, mude de médico. Quantas vezes forem necessárias.
Humildade e cordialidade. Se ambos (médicos e pacientes) exercerem o poder dessas duas palavras, todo mundo sairá da consulta feliz.
Pronto-falei.

30 comentários:

Leticia disse...

Luciana,

acho que todo mundo já passou pela situação do "santo não bater" com o do médico. É normal... afinal de contas, a relação tem que ser construída na base da confiança e isso só vem com o tempo.
Mas gostei muito do seu discurso "quase pessoal" sobre a situação... principalmente vendo os dois lados da história.
Gosto muito do seu blog, venho quase todos os dias pra dar uma espiada. Principalmente pelo discurso direto e íntimo que você usa nele. Até me inspirei um pouco nisso pra tentar conceituar o meu blog (de outra área, completamente diferente).
Parabéns!!

disse...

Dra Lu, muito bom o post. Eu fico chateada qdo vou em uma consulta e o médico parece que está com pressa, já vai levantando e te dando a mão, poxa, as vezes me pergunto, será que é pq sou paciente de convênio?? Não sei, só sei que dia desses, o alergista que faço tratamento já há anos, me disse: Carla, tenho colegas que não gostam de consultório, não curtem o bate papo com o paciente... tenho colegas que não tem "tato", normalmente preferem uma UTI. Dai não precisam ter psicologia! Haha, imagine se teriam um blog pra gente encher de perguntinhas,,,, tem que gostar né Lú!! Eu te admiro super!!!

bjobjo! =)

Anônimo disse...

Luciana, passo aqui diariamente, adoro!!!
Voce tem alguma recomendação de Dermato em BH Int
Obrigada,
Ana BH

Pedro disse...

O que mais vejo na Interner é gente que faz comentários mais ou menos assim (em comunidades do Orkut por exemplo):

"Fui ao dermatologista e ele me receitou o produto X. É isso mesmo que eu devo usar?".

Poxa, a pessoa gasta tempo e dinheiro para consultar o médico, e depois vai ao Orkut consultar alguém que nem sabe se é médico? Não entendo!

Mas isso, em parte, é culpa do médico - principalmente daqueles que atendem por plano de saúde. Sei que os planos pagam muito pouco por consultas e procedimentos, portanto - salvo exceçõs - os médicos que atendem por plano literalmente correm. Já passei por cada uma que me fez desistir de uma vez por todas de médico que atende por plano de saúde! Atualmente o único médico que atende por plano com quem eu me consulto é a minha endocrinologista - essa eu não troco por nenhum dinheiro do mundo! É claro que nem todo médico que cobra caro pela consulta é bom (já vi muito médico famoso que não passa de charlatão), mas em geral os médicos que não atendem por plano são mais atenciosos, respondem às dúvidas com mais paciência, o que faz com que a gente saia seguro da consulta.

Ana Carla disse...

Lu
Aconteceu com uma colega, vou até passar o teu blog para ela ler.
bjos

Daniele disse...

Lu,
Concordo plenamente!
Comigo acontece de maneira muito parecida: muitas vezes a pessoa chega ao consultório querendo tomar determinada medicação para emagrecer, porque a amiga toda, e nem sabe se aquela medicação é a melhor opção para ela. Eu apresento outras alternativas e a pessoa fica desapontada. Às vezes nem retorna, porque eu não passei o que ela achava que devia tomar e sim, passei o que eu achava que seria melhor para ela.

Anônimo disse...

A minha dermato é otima, me recomenda coisas ótimas, o consultorio é uma graça, ela sempre acerta, mas....ela nao aceita intimidade..Isso eu não entendo. As vezes não dá pra ir lá aí eu mando um email falando algumas coisas ou perguntas e ela responde com uma palavra apenas e nunca manda beijo, abraço, sei lá...No consultorio ela até ri, mas na maior parte do tempo é séria. Outro dia fiz uma viagem e até tive vontade de levar um presentinho, mas nao sabia a reação...Acho estranho pois se ela fosse mais aberta para as pessoas, tudo iria fluir muito mais...Por isso escrevi aqui que alguns médicos são meio frios mesmo, mas vai entender o porque...beijos, Dani

marcia disse...

Luciana,
minhas leituras diárias do blog só fazem minha admiração por você crescer a cada dia!!! Você tem o dom da palavra, e consegue cativar até mesmo nós leitoras que não te conhecemos pessoalmente. Sempre responde a todas as dúvidas, com o maior carinho! Obrigada por tudo! Ah, e quero que saiba que fico chateada quando passa um dia sem seus posts...snifff...
Parabéns!!!
Marcia Cristina

Luciana disse...

Lu, estava dando uma xeretada nos seus posts antigos e vi um sobre pediatra fashion. Tenho uma amiga pediatra e fui procurar no site indicado e não consegui encontrar nada daquelas coisinhas lindas!!! help!!! Bjs, Lu

Vanessa disse...

Sempre que eu me consulto, faço questão de ser bem atendida. Independente de ser atendida particular ou pelo plano ( q. é quase um salário mínimo). É uma questão de respeito. Até dou uma segunda chance se o profissional for muito bem recomendado, mas nunca uma terceira. No geral tenho bons médico, alguns até com relação bem amistosa, em q. a consulta sempre vira um bate-papo no final.

Bjs

Vanessa

Fernanda disse...

Perfeito, prima, vc é DEMAIS!

Cássia disse...

Olha, eu já tive esse problema. Fui numa neurologista, adorei, qd voltei ela me tratou com mt frieza. Hj voltei lá e ela foi um doce de novo. Mas tem uns médicos... Que só Jesus na vida deles.
Sempre to aqui lendo seus posts... Um dia queria mt ser sua paciente. Tenho um problema na pele das costas que me impede de usa-las de fora, e até camiseta.
Quem sabe um dia eu "bato a sua porta"...
Voltando ao post, se ngm voltou pra reclamar de vc, é pq gostaram do tratamento. Mas deve ter que ter mt jogo de cintura pra aturar certos pacientes né?
Adoro esse seu cantinho...
Bjos!

Anna Paula Teixeira disse...

Acho que o que vou te contar vai te deixar bem feliz! Li o que você escreveu sobre os hidratantes e fiquei refletindo sobre a minha mania de comprar mil cremes, pensei em vir aqui te pedir umas dicas, mas como tinha consulta marcada com a minha dermato, pensei: bom...
Entenda, eu adoro o seu blog e tenho certeza que você é uma excelente médica, mas vc não conhece minha pele e não tá me vendo, né?
Daí eu peguei uma sacola, juntei tooodas as minhas tranqueiras e levei p a minha médica. Que morreu de rir, e me disse que metade daquilo era perda de tempo. Mas a culpa não é dela, eu saio do consultório com a receita completinha, mas chego na farmácia, enlouqueço e saio comprando muito mais coisas.
Dessa vez fui observando bem minhas insatisfações, anotei tudo e quando cheguei lá não esqueci de nada. Daí ela pode prescrever de acordo com tudo o que eu queria. Foi ótimo! E acho que foi isso que você quis dizer.
Mas continue dando suas maravilhosas dicas, que eu anoto tudo e depois peço para ela prescrever o que for legal p mim, né?
E, tenho que repetir, adoro o seu blog! Parabéns!!!

Elen disse...

Por falar em médicos que atendem por plano de saúde... Eu faço tratamento contra a acne a uns 15 anos. Já passei por vários médicos. Já fiz vários tratamentos, cumpro todos direitinho e sou leitora assídua de blogs/sites de dermatologistas (assim como o seu !), procuro sempre me informar sobre esses assuntos de pele e saúde. Então de tanto tentar com os dermatologistas do meu convênio médico e, assim como o Pedro, também já passei por cada uma que eu resolvi, então, ir a um dermatologista particular. Agora eu gasto DEMAIS, porém foi o único que está conseguindo controlar minha acne e tratando minhas cicatrizes no rosto e o atendimento é ótimo! ele esclarece todas as minhas dúvidas! E inclusive as secretárias são sempre muito atenciosas quando eu preciso. Resumindo, só com médico particular que foi resolver o meu caso mesmo. Eu sei que tem vários médicos muito bons que atendem pelo convênio e, infelizmente, não foi o meu caso.
Luciana, eu adoro seu blog e sempre entro aqui para me informar !! Admiro muito sua atitude de compartilhar com a gente de forma gratuita muitas informações sobre saúde, estética e outras coisitas a mais!! Bjos, Elen -SP

geovana disse...

Lu, ganhei várias amostras grátis do Active C da la Roche e tirei várias dos envelopinhos e coloquei em um potinho de acrílico transparente; e agora o creme está ficando escuro... será q fazendo isso eu acabei estragando?
Beijo e parabéns pelo blog!

Titi disse...

Adorei seu post.Aliás adorei seu blog.
Sou Fisioterapeuta Dermato Funcional e quando vi seu blog na listinha do Blog da Fátima Nogueira, tratei de dar um pulo aqui. Vou virar freguesa viu?
Para me conhecer melhor, entre no meu site www.espacoequilibrio.com.br.
Bora trocar figirinhas.
Bjcas.

Luciano disse...

Parabens pelo post, sou médico e vejo muito o quanto nós médicos acabamos se submetendo ao sistema (obviamene não são todos) e quem sempre está do laco mais fraco acaba pagando a conta ( nem todos pacientes tambem). Sempre que posso acompanho teu blog parbéns mais uma vez.

Sabrina Mix disse...

Oi, Lu!

Sinto discordar, mas às vezes tem médicos que não merecem nem MEIA chance. Certa vez fui ao consultório de um dermatologista, expliquei o que me incomodava e ele me saiu com essa: "Nossa, mas vocês mulheres são cheias de frescuras mesmo. Isso aí quase não dá pra ver". Na hora me levantei, peguei minha ficha, a ficha do plano e fui embora. Ninguém merece alguém dizendo o que é importante para mim ou não.

Felicidade e sucesso!!!

Patricia disse...

Leio sempre o seu blog e adooooro!
Parabens!
Gostaria de surgerir um post sobre VIRILHAS ESCURECIDAS!
Isso me deprime demais!
Bjimmm

Luciana Leal disse...

UAU!!!
Várias respostas!!!
Só queria dizer mais uma coisinha...
Eu não queria ser injusta com os vários médicos que possuem plano e que dão um ótimo atendimento para os seus pacientes... Existem muitos médicos MARAVILHOSOS do plano.
Além disso, como bem disse o Pedro, nem todo médico particular te trata bem e gasta tempo contigo.
Agora, uma coisa é certa: geralmente, para sobreviver, os médicos que atendem por plano, precisam ter um volume de pacientes, para conseguir fazer dinheiro suficiente para pagar as suas contas. E para ter um volume, as consultas necessariamente precisam ser mais rápidas. Salvo raras excessões.
Agora, nada justifica o que o médico da Sabrina MIX falou pra ela, dizendo que as mulheres são cheias de frescura...

Enfim................

Fernanda disse...

Ola Dra. Luciana. Parabéns pelo blog! Sou da assessoria de imprensa da Dermage e gostaria de enviar pra ti os nossos releases dos lançamentos. Se você tiver interesse, me mande um emai dccomunicacao@uol.com.br. Obrigada. Abs.

Gabi disse...

Olá Dra. Luciana!
Gostaria de saber se vc atende no Rio de Janeiro ou se tem algum dermatologista que recomede por aqui.
Obrigada!

vi disse...

Luciana, oq fazer qndo as duvidas em relação ao que o medico disse ou prescreveu, etc só surgem depois que saimos do consultorio?as vezes dias depois...
Sempre fico meio assim del ligar pro consultorio pra perguntar, nao sei se ele vai lembrar e tal..e as vezes qqndo o medico da o telefone particular pra qndo precizarmos falar com ele qndo estamos cuidado de alguma coisa que precisa de uma atençaomaior..mas ai esse problema passa..e tempos depois estamos com um problemas e queremos saber se ele pode indicar alguma coisa, mas ele nao esta no consultorio no dia, depois vem um feriado + fds..podemos ligar pra ele??oq vc acha disso?
nossa...sao 3:43am..acabei de chegar de um pub..espero que vc entenda oq eu escrevi rsss

Bjs

Luciana Leal disse...

Vi: quando isso acontecer, ligue para o consultório e deixe o recado com a secretária, caso tenha receio de incomoda-lo. Ela vai anotar a dúvida, perguntar pra ele e lhe telefonar em seguida.O que não pode é ficar com a dúvida.
Beijos!

Pedro disse...

O que às vezes irrita um pouco é quando o médico esquece que existe uma coisa chamada computador. Por exemplo: uma vez uma dermatologista (novinha) solicitou uns exames para mim. Aí - com um computador com Internet na frente dela - ela disse que quando os exames ficassem prontos eu deveria ligar para a clínica e deixar a senha com a secretária.

Eu: - mas não é mais fácil mandar a senha por e-mail?

Ela: - eu raramente abro meus e-mails.

Eu (agora só me perguntando mentalmente): "para que é que essa Dra. tem e-mail, então".

Resultado: quando os exames ficaram prontos eu liguei para a secretária, passei a senha e... tive que ficar à tarde inteira esperando a criatura retornar a minha ligação!

Seria muito mais fácil que eu tivesse mandando a senha diretamente para o e-mail dela, assim ela poderia ter me respondido quando bem entendesse e eu não precisaria ter ficado "preso" em casa esperanho a ligação da mesma.

A, me identifiquei com esta crônica sobre uma consulta com o dermatologista:

http://donttouchmymoleskine.wordpress.com/2008/02/22/um-dermatologista-pra-chamar-de-meu/

Vanessa disse...

Olá Luciana,
Antes de mais nada, parabéns pelo blog!!!!! Amei!!!!!!!!!!!
Essa coisa de médico é complicada mesmo. Outro dia procurei um imunologista que foi um tanto grosseiro comigo. Cheguei ao consultório e a clássica pergunta "e aí, porque você precisa de ajuda?". Falei que tinha alguma deficiência no meu sistema imunológico pois toda hora eu tinha gripe, resfriado, herpes, faringite, laringite etc etc etc. Ele esperou eu terminar de falar (pouco), virou pra mim e disse: "vou convidá-la a fazer um tour pelo GRAAC (hospital de câncer infantil), pelo Hospital do Câncer" e continuou citando outros hospitais, alegando que aquilo sim era problema no sistema imunológico! Nossa, eu nem acreditava no tamanho da grosseria! Se eu estava lá, era porque precisava da ajuda dele, e não de uma "lição de moral". Em momento algum me comparei com pacientes com imunodeficiência grave, de forma alguma. Mas ele interpretou minha frase assim. Muito triste!!!! Saí muito desapontada do consultório! Fora isso, ele tinha uma aparência horrível, desleixado em grau máximo, mal vestido, e ainda com mau hálito!

Anônimo disse...

Visito sempre seu Blog. Gosto muito dele. dei uma passada e caí nesse post.. e quero deixar meu registro aqui também. moro em Porto Alegre, outro dia fui à uma Médica dermatologista cujo nome não vem ao caso - provavelmente a mais cara da cidade, quase 400 a consulta, fiquei sendo 'jogada' de salinha em salinha numa história de preencher questionário (na verdade, a médica que deveria me atender estava 'ocupada') então ficou aquele joguinho cênico, vinha uma falava comigo, outra oferecia café, até que finalmente fui para uma saleta/consultório ser atendida por uma assistente dela, por sinal muito gentil, (para uma anamnese ^^ )Ok, e no finalzinho da bendita consulta chegou lá a protagonista na maior simpatia, finalizou em conjunto com a assistente mas não sem antes tentar me convencer a fazer uns 200 preenchimentos, tratamentos, peelings com lasers e etc.. ouvi educadamente, paguei e saí de lá com vontade de chorar por não ter reagido àquela falta de respeito. Não, eu não voltei para dar outra chance e nem voltarei, investiguei e descobri que a prática é rotineira. cada paciente que entra é um 'cliente' em potencial e como vendedoras, elas devem convencê-los a 'comprar' tratamentos, de que não necessitam como sento algo vital e se um outro entrar 'no lojinha' a tática é dar uma enrolada mesmo.. diante disso, pergunto: Se ninguém fizer nada onde vamos parar?

ANINHA disse...

as pessoas esquecem que os médicos não são super heróis. as vezes, acordam de mau humor. as vezes estão estressados. as médicas tb têm tpm. mas exigem que os médicos e médicas estejam sempre sorrindo.
imagina quanta gente chata eles atendem todo dia! quanta reclamação escutam! e, por profissionalismo, precisam entender que estas pessoas estão doentes, coisa e tal...
acho que foi o caso da lu. o médico era bom e era gente boa. só não estava legal naquele primeiro dia. e temos que respeitar ele por isso, né?
ah, e o médico tb é um paciente diferente. tem dúvidas diferentes, deve ser respeitado por isso tb.

Márcia disse...

Lu

Já disse em outra mensagem...adoro seu blog!!
Gostaria de ser sua paciente, mas moro em São Paulo...preciso demais de uma dermatologista para chamar de minha....me indica alguém por aqui??

beijos

mucheng disse...

blu ray ripper
blu ray ripper
blu ray to avi
blu ray to wmv
blu ray to mp4
Furthermore, Blu ray Ripper has powerful editing functions like Trim and Crop Blu ray clips, add text/image Watermark as a logo, set video Effect like brightness, contrast, saturation, etc.

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Vamos Bater um Papinho?

Onde você está???