terça-feira, 26 de abril de 2016

Diferenças entre laser e luz pulsada para fotodepilação

Em primeiro lugar, uma explicação. Fotodepilação é um termo que engloba esses dois métodos. Como tanto o laser e a luz pulsada utilizam luz para diminuir os pêlos, é necessário peguntar quando vocês forem se submeter ao tratamento, exatamente com qual tipo de fotodepilação eles trabalham.

Dito isso, vamos aos fatos. Os dois métodos possuem vantagens e desvantagens, e o mais importante, nenhum é definitivo. Esse termo já caiu por terra.
Eu tenho experiência com ambos, mas abandonei a depilação com luz pulsada poucos meses após começar a trabalhar com a máquina.

 Por falar em aparelhos, mais uma coisa precisa ser lembrada. Existem diversos tipos de laser e luz pulsada no mercado, e a maioria é super eficaz. Por esse motivo, não vou ficar falando de cada tipo que existe, para não cansar vocês. Mas se o seu médico trabalha com determinado equipamento, é porque ele sabe maneja-lo bem, portanto tenha confiança no profissional que te atende.

IMAGEM: GOOGLE 

Eu, particularmente, prefiro trabalhar com laser, pois ele de fato destrói a raiz dos pelos. O laser é muito mais específico e seu comprimento de onda (estou falando do laser de depilação, pois existem lasers para outras finalidades, com outros comprimentos de onda) chega exatamente é necessário. 

O número de sessões varia de acordo com a genética do paciente, a cor da pele, seu gênero, a idade e sua situação hormonal. Já atendi pessoas que levaram dois anos depilando a perna, e outras que levaram seis meses. Realmente, o número de sessões é uma incógnita, motivo pelo qual eu nunca gostei de trabalhar com "pacotes de sessões". 

Outra variante é o tempo de duração da depilação. Sim, eu disse que o laser mata a raiz e é verdade. A raiz queimada não volta nunca mais, daí o nome "depilação definitiva". Porém, a pele é um órgão vivo, que se regenera, forma novos folículos, e por
isso, esse termo não se aplica.

As duas grandes desvantagens da depilação a laser são o preço (visto que as máquinas e suas lampadas são caríssimas, custam o preço de um apartamento) e o potencial de queimaduras. Via de regra, todo tipo de pele pode se queimar, embora os fototipos mais altos sofram um risco maior. Cada pele tem uma tolerância. A boa notícia é que possíveis discromias, ou seja, manchas brancas ou escuras ocasionadas pelo laser, costumam melhorar. Mas é no mínimo chato quando acontece. por outro lado, quando temos cicatrizes, a situação complica mais.

A luz pulsada é mais suave, os feixes de luz são difusos e possuem tamanhos diferentes. Por esse fato, acreditamos durante muito tempo, que ela seria melhor para depilar pelos miniaturizados e finos. Na prática, não observei essa "vantagem". 

A luz pulsada não é capaz de destruir o bulbo, mas sim enfraquece-lo. Dessa forma, observa-se que as manutenções necessitam ser mais frequentes, muitas vezes a cada 6 meses ou até menos. Raras são as pessoas que necessitam de manutenções anuais. 

A dor, a meu ver, é igual a do laser. E as chances de complicações também existem. Nesse caso, quando elas ocorrem, as queimaduras cursam com uma púrpura e a formação de cicatrizes é mais frequente (existem raios mais longos do que a raiz do pelo, penetram fundo na pele, portanto, se queimarem, a queimadura é mais séria).

As duas grandes vantagens da luz pulsada são o preço, pois o aparelho é mais barato (mais ou menos o valor de um carro)e a facilidade de realização, pois hoje em dia, a maioria dessas "clínicas" de depilação possuem luz pulsada, embora poucas sejam realizadas por um médico ou enfermeiro.

Independente do que for melhor ou mais conveniente para a sua vida, informe-se sempre sobre a qualificação do profissional que vai te tratar, e o tipo de aparelho.

*** Proibido depilar com cera ou cremes depilatórios enquanto estiver se submetendo a fotodepilação. ***

*** Evite se bronzear. A pele branca bronzeada é mais sensível a queimaduras do que uma pele negra que não se expôs ao sol. ***

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Brigadeiros em Trancoso


Estava eu e minha família passeando em trancoso, quando avistei uma casinha rosa, com uma placa escrito "brigadeiros". Minha reação foi dizer; "Olha, gente! É o paraíso!".
Meu marido e o Reizinho imediatamente me perguntaram: "Cadê a praia???". E eu: "Que praia o quê, gente! O paraíso é aquela casa rosa que vende brigadeiro!".

E QUE BRIGADEIRO!!!!

Entramos e conhecemos a própria Sissi, dona dos brigadeiros. A casa é linda por dentro, e funciona também como uma loja e hotel, mas não perguntei exatamente como era o esquema do hotel, porque eu realmente estava focada nos brigadeiros. E no bolo. As duas fatias.

Sissi ia enrolando os casadinhos e nós três íamos comendo. No fim, a conta ficou salgada, mas nos fartamos.
O lugar é super diferente e vale a visita. O banheiro tem até chuveiro, então fiquei na dúvida se esse seria também o banheiro do hotel.

Não dava vontade de sair de lá, não só pelos doces, mas pela energia boa do local.
Para saber mais sobre a casa da Sissi, entre na página do facebook dela AQUI.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Saudades!

Pessoal,
Estou sumida, não é?
Tem sido tão difícil eu me sentar no computador para escrever, que vocês nem fazem ideia. Em compensação, tenho usado bastante o Instagram (@lu_minha_pele), porque é tão prático! Se estou aguardando o Gabriel na Fono, ou se disponho de 10 minutinhos sobrando no consultório, basta eu postar no Instagram, que não perco tempo.



Mas não se abalem, esse blog é a minha paixão. Pode demorar, mas sempre vou postar alguma coisa por aqui também, ok?
Estou sempre de olho em vocês!

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Projeto Verão 2016

video

Na verdade, o título desse post é uma brincadeira, porque todas as mulheres que não estão com o corpo perfeito, começam a se preocupar mais com essa questão, quando as estações do ano mais quentes se aproximam. Projeto-verão é algo que tem prazo de validade para expirar, e na verdade, as pessoas deveriam fazer um projeto-mudança-de-estilo-de-vida

Desde que o Gabriel nasceu, minhas idas à academia ficaram muito condicionadas a "ter ou não ter empregada, eis a questão". As mulheres que trabalham fora vão me entender perfeitamente. Como dar conta da casa, do trabalho, do blog, das obrigações e esportes do filho, do marido, e ainda por cima, cuidar do próprio corpo? Não sobra tempo, e a disposição passa longe e dá tchauzinho.

Portanto é fácil entender. Quando tenho ajuda em casa, dá para malhar (e quando nos exercitamos, fica mais fácil resistir à palha italiana, ao sorvete, etc). Quando não tenho, sento e choro. Fica mais fácil até conciliar as atividades. Por exemplo, se tenho uma ajudante para ir comigo na academia, posso deixá-la olhando o Gabriel, enquanto faço um pouco de musculação, por exemplo. Sem ela, não tenho coragem. Vai que o menino se perde? Pula numa piscina? Etc, etc, etc.

Esse ano dei sorte. Estou com uma pessoa super legal que me ajuda muito, e tive o incentivo de uma amiga que me arrastou para a ginástica localizada (algo que eu passava longe há uns 15 anos, juro). Eu odeio ginástica localizada, com todas as minhas forças. Porém, parei de ver resultado na musculação. Eu nunca tinha recebido ajuda de personal, achava isso um desperdício de dinheiro. E isso, minha gente, foi uma tremenda ignorância da minha parte. O personal faz toda a diferença na vida de um ser humano.

Comecei indo um dia na aula de localizada, com uma super amiga minha. Vou morrer agradecendo por ela me carregar para essa aula. Eu jamais teria ido sozinha, por pura covardia e vergonha. 

Eu não conhecia os pesos, não me equilibrava bem na hora de fazer agachamentos e avanços, tropeçava (ainda ontem eu tropecei), derrubava minha garrafa de água no chão, pegava o peso mais leve ("peso-cotonete"), não conseguia realizar todas as repetições, ficava olhando para o relógio o tempo todo, fazia os exercícios toda torta e sempre do lado errado.... Eu era a pior aluna que um professor poderia desejar.

E ainda era meio debochada (mas uma debochada fofa). Eu pensei seriamente em desistir. Para ser completamente honesta com vocês, todos os dias eu penso. Mas aí eu dei outro golpe de sorte. Algo que fez toda a diferença na minha vida: o professor.

Pensem num cara muito chato. Com mania de arrumação. Mandão. E com uma legião de alunas-fãs, que em um primeiro momento, achei que eram de uma tribo que não tinham nada a ver comigo (aqui estou sendo educada, confesso que pensava coisas piores delas).

Em pouco tempo, percebi que aquele cara "chato", era o mesmo cara que sabia todos dias em que eu faltava e me dava esporro. Por falar em esporro, eu tomava bronca do início ao fim da aula. O "chato" corrigia minha postura e protegia minha coluna e joelho. Contava pra turma toda quando eu não conseguia fazer todas as repetições. Passava sermão. Parecia um pai, ou um irmão mais velho (descobri que ele é mais novo que eu há uma semana), ou um professor daqueles da escola, que faz toda a diferença na nossa vida.

Pensem nisso. Se alguma pessoa na sua vida, está sendo chata contigo nesse exato momento, meus amigos, essa é uma pessoa que se importa com você. Que quer ver sua evolução. Essa é uma pessoa que poderia estar fazendo qualquer outra coisa mais interessante do que perder o tempo dela (e todos sabemos que tempo é o nosso bem mais valioso) com você. 

Esse professor podia simplesmente dar uma aula "bem dada", que estaria realizando o trabalho para o qual a academia o contratou.

Fiquei tão motivada com ele, que comecei a fazer personal. No início, foi tudo MUITO esporádico, e depois fui gostando mais e mais, e fazendo mais vezes na semana. Lentamente, fui mudando muitos hábitos destrutivos que eu tinha na vida, embora fossem extremamente agradáveis.
Por exemplo, eu ia ao Outback TODAS AS SEMANAS. Eu comia sorvete com doce de leite SEMPRE que levava Gabriel nas fonos. Esquecia de beber água. Passava longas horas sem comer, quando o trabalho exigia muito de mim. E muitas outras coisas.

Descobri amigas no meio das alunas-fãs desse professor, e virei, eu mesma, fã de muitas delas

Agora ele me convenceu a ir na nutricionista. Já marquei e irei na próxima semana. Aos pouquinhos, estou mudando a minha vida. Obviamente, quero estar melhor, mais forte e mais magra para o verão de 2016. A ansiedade atrapalha muito. Mas não pretendo abandonar tudo no inverno de 2016. 

Quando começamos a vislumbrar os resultados, geramos ânimo para fazer todas as outras coisas relativas ao nosso bem-estar. Passamos a usar os cremes do rosto, não esquecemos o fio dental, animamos de pintar o cabelo...Já repararam? A vida muda pra melhor, em todos os sentidos.


Agradecimentos especiais:
Ao destino, por ter me mandado uma ajudante super legal aqui pra casa.
À amiga Helô, por ter me arrastado para a aula de ginástica localizada.
Ao meu professor "chato" Bruno Lopes (@brunolopesbl), por usar sua chatice para o bem. O mundo seria um lugar melhor, se houvessem mais professores "chatos" como você.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Skin Booster - o que é?


Com o passar do tempo, a pele vai perdendo gradativamente ácido hialurônico (entre outras substâncias). 
O ácido hialurônico é uma molécula de açúcar que atrai a água, e está presente no espaço entre as células. Com o avançar dos anos, esta substância diminui, e a pele perde o viço, o tônus, a elasticidade e a sua capacidade de reter água.

Até um tempo atrás, os médicos costumavam tratar as rugas individualmente, com injeções de ácido hialurônico diretamente sobre as rugas. Ok, nós continuamos fazendo isso, porém agora também tratamos as regiões enrugadas globalmente.

A aplicação de skin booster se faz em diversos pontos da pele, abrangendo uma área maior, afim de garantir uma hidratação mais uniforme. O ácido hialurônico aplicado em skin booster é diferente daqueles usados para preenchimento. costuma ser mais "diluído" (baixa concentração), afim de se expandir dentro da pele, garantindo um efeito uniforme e seguro.

De quebra, além da hidratação, há formação de colágeno novo, possivelmente pela ação das picadas de agulha.

Pergunta que não quer calar: "Dói?"

Sim e não.
Sim, porque, caramba, são várias picadas no rosto, e vamos combinar, ninguém gosta disso. E não, porque o gel não é concentrado como os preenchedores, o que torna a aplicação mais confortável. E usamos um anestésico tópico antes do procedimento.

Cuidado para não marcar sua sessão de Skin Booster antes de alguma festa, pois as picadinhas da agulha podem gerar um hematoma. 

Recomendamos 3 sessões com intervalos quinzenais ou mensais (dependendo do caso). Podemos tratar face, colo, pescoço,mãos...

Temos muitas pacientes que viraram fãs do procedimento, e uma me perguntou se podia aplicar nos pés (?!). Palavras dela: "os pés também envelhecem"...
E não é que é verdade? 


Imagens: Google / Divulgação

Obs. Não aplicamos no pé de ninguém.
;-)


sábado, 13 de junho de 2015

O blog do Reizinho

Como se eu já não tivesse coisas suficientes para fazer, resolvi inventar mais essa!!! Um blog só de viagens!! Eu já vinha com vontade de fazer isso há anos, mas como todos sabem, querer não é poder...
Essa "novidade" não é tão nova assim para o pessoal que tem me seguido pelo Instagram...


O nome do blog é "O Rei do Hotel", e nele, eu escrevi algumas experiências novas, e coloquei alguns posts que já havia escrito aqui no "Minha Pele".
Para espiar por lá, é só clicar AQUI.
Espero que vocês gostem, eu fiz com muito carinho.
Essa semana tivemos também as comemorações pelo aniversário dele. Assim mesmo, no plural. Depois eu conto tudo por aqui.
Foi por esses motivos (maravilhosos) que fiquei quase um mês sem postar nada por aqui. Estou preparando um post sobre Skin Booster, a pedido de uma leitora do Instagram.

sábado, 23 de maio de 2015

Usei e Amei: Effaclar BB Blur

Dizer que amei é pouco.
Finalmente encontrei algo no Brasil, que me dá uma sensação parecida com o meu finado (porque nunca mais encontrei em loja nenhuma, nem no exterior e nem por aqui) Pores No More com cor de base, do Dr. Brandt. Para quem não se lembra, era esse aqui:


Realmente é uma sensação muito parecida, o que difere é a cor da base, que sinceramente acho a do Pores No More mais bonita, pois trata-se de um bronze mesmo. O Effaclar BB Blur tende para uma cor amarelada, mas nada que uma finalização com pó não corrija.

Embora esteja escrito BB Blur na embalagem, minha representante de laboratório me apresentou o produto como sendo uma base, e não um primer ou um BB cream, mas a sensação é a de que estamos usando um primer tonalizado. E tudo isso com um FPS 24, se não me falha a memória.

A intenção aqui é lançar uma maquiagem que consegue segurar a oleosidade do rosto e fechar os poros. Ele tem a tecnologia Airlicium, a mesma do último protetor solar deles que deixa o rosto com a sensação de pele limpa.

Por enquanto, aqui no Brasil, só temos uma cor de Effaclar BB Blur, mas nos Estados Unidos existem dois, o fair e o medium. Tomara que tragam novas cores para o Brasil.
No site Portugal, procurei esse produto para vender e não encontrei. Em compensação, achei essa belezinha aqui:



Um CC Cream da linha Rosaliac (essa linha trabalha a Rosácea) com FPS 30. deve ser bem legal e estou na torcida para que chegue logo por aqui. Eu ando meio obcecada por bases e etc. Deve ser problema de idade. KKKKKKK.

O preço sugerido do BB Blur no Brasil é 99 reais, mas pesquisem os preços porque já vi farmácias vendendo por R$ 109,00. nos Estados Unidos, o preço sugerido é $ 29. Com esse dólar alto, praticamente nem compensa comprar lá fora.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Minha Experiência no W Spa

Foto: Google/divulgação

Ganhei de presente de dia das mães, duas horas relaxantes no W SPA do Barrashopping. Só Deus sabe como eu estava precisando disso.
Minha última visita a um SPA, foi no Chile, ou seja, tem quase um ano.
Eu nunca tinha ido ao W SPA. Chegando lá na hora marcada, recebi um questionário, onde além das perguntas básicas, como por exemplo, se eu tenho alguma doença ou alergia, era perguntado como eu gostaria da pressão da minha massagem, que tipo de música eu gostaria de escutar e pude até mesmo escolher a fragrância que sentiria na hora da massagem.

Depois de escolher tudo, nos dirigimos a um armário com chave para guardar nossos pertences, inclusive o celular, razão pela qual não tirei nenhuma foto. Me foi solicitado tirar cordões, anéis e brincos.

De lá, partimos para um vestiário particular, onde havia até um box para a pessoa tomar uma ducha após a massagem, cheia de produtos que encontramos no salão para os cabelos (para usar durante o banho). Lá havia também secador de cabelos, uma escova limpinha, chinelos e uma calcinha descartável, além de um roupão. 

Então me encaminharam para as poltronas da foto. Vocês não calculam como essas poltronas são deliciosas e eu quase dormi sentada, enquanto me serviam água aromatizada / chá. E o ambiente estava escurinho. Eu tenho dormido até sentada fazendo a unha no salão, imaginem num lugar relaxante desses?

De lá, partimos para a sala de massagem propriamente dita. Gente, que delícia! A sala estava a exatos 21 graus e a maca era aquecida. Então a pessoa sente uma mistura de frescor com quentinho, impossível de descrever. Tem que ir lá e sentir na própria pele.

Fiz massagem com uma massoterapeuta chamada Antonia. MA-RA-VI-LHO-SA. A massagem durou uma hora e meia e não senti o tempo passar. Só não foi totalmente perfeito porque meu nariz sempre fica entupido quando eu me deito de barriga para baixo. Mas nada me impede de respirar pela boca, e foi o que fiz. A Antonia foi super educada, simpática e eficiente. Recomendo muito, e se voltar lá, vou pedir para fazer novamente a massagem com ela.

Quando tudo terminou, fui forçada a retornar para a realidade. Agora, só me resta aguardar pelo dia das mães do ano que vem....

Site do W Spa aqui.

Quem somos nós:

Minha foto
minhapele@ig.com.br, Rio de Janeiro, Brazil
Uma médica que ama dermatologia, medicina estética, e principalmente, ADORA o que faz. Um cirurgião plástico apaixonado pela profissão.

Siga "Minha Pele" no seu e-mail...

Acompanham este blog:

Onde você está???